Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

MINHA MÃE NÃO ACREDITOU MÁS AMOU...

Vocês se lembram daquele filme:Quem vai ficar com Marie... pois bem estava eu fazendo xixi, atrasado para aula quando puxei o zíper e lá ficou o coitado prezo puta merda foi aquele berro minha mãe veio correndo para ver o que tinha acontecido ... (tadínha engravidou cedo com 19 aninhos, eu estou com 17anos e minha irmã com 14. ela muito esportiva malha todo dia e estava no horário de sua aula da manha, ) ...bom voltando ao ocorrido a tadinha e sarada da minha mãe deu de cara com a sena, eu com a minha modesta rola de 20 cm quando mole preza no zíper e pior, a bisbilhoteira da minha irmã veio também, fique super sem jeito, mamãe ficou com muita pena de min e falou: - Beto fica calmo eu vou ter que puxar pra cima e depois pra baixo para soltar, desculpa benzinho.... zapp...zuupp ........_Aiiiii carálho. .... que dor filha da puta. Eu minha mãe e minha irmã no meu quarto que situação, ela conseguiu desengatilhar aquele caralho de azas. Minha mãe então pegou aquela tora na mão, mas que naquele momento era um guerreiro batido, realmente era constrangedor eu sem calças no meu quarto, com uma mãe gostozérrima como aquela, faço questão repito com aquela tora na mão acocorada entre minhas pernas, mas naquela situação como diz a palavra sem chance olhei para minha mãe e ela com aquelas cochas maravilhosas aqueles peitões turbinados toda maravilhosa mas minha mãe, seus olhos lindos ficaram arregalados por alguns segundos, minha irmã com a mão na boca, sentada sobre suas pernas, suas cochas morenas escorrendo pelas laterais daquela mini...mini saia brilhavam com os raios de sol da manha, seus peitos grandes para idade queriam saltar do sutiã e estourar a blusa da escola Â….então mamãe guardou o bichão, foi no banheiro pegou a caixa de curativos, mandou minha irmã ir indo à frente para a aula pois já estávamos atrasados, apás fazer o curativo me disseÂ…._Beto tome cuidado você não é mais uma criança filho, fiquei impressionada como você cresceu e se tornou um homem, suas namoradas devem se esbaldarÂ…_Que isso mãe elas não gostam de nerds..tentei argumentar. Dando uma ultima olhada para minha virilha falou taxativa porem carinhosa:_Vá filho você está atrasado, depois conversamos mais sobre suas namoradasÂ…e responsabilidades.

Minha mãe casou-se cedo é fenomenal, novinha malhada gostosa mesmo, porem minha mãe. Minha mãe com seus peitos maravilhosos grandes, cheios e duros, com sua bunda escultural grande e dura sem nenhuma mancha ou estrias, com sua cintura fininha e pernas grossas e torneadas por horas a fio em seu vício por ginástica, todo esse corpão com um rostinho de anjo. Confesso que aquele acidente me deixou sem ação, é comum algums filhos que ter desejo pela mãe, mas apesar da situação e mesmo machucado minha mãe ter segurado meu pau da forma como ela fez e talvez nunca mais isso fosse ocorrer, cara eu pirei, naquele dia eu não vi porra de aula nenhuma. Uma semana se passou eu esfriei a cabeça a não ser porque a piranha da minha irmã me zoou pra caramba. Meu pau também ficou bom, a não ser que parece que ficou mais grosso, minha tortura continuava minha mãe com seu corpaço pralá e pracá minha irmã também, chata pra carálho mas super gostosa, eu Nerd sá na punheta. Até que então olharam pra min lá de cima. Sexta-Feira à noite minha irmã tinha ido a uma festa, meu pai estava no exterior a trabalho e minha mãe ido ao cinema com umas amigas. Eu sozinho em casa preparei o ambiente refrigerante sanduba, e um filme de sacanagem no vídeo, já tava na segunda sena, boa pra caraca eu com a tora na mão, quinta marcha acelerada com a mão direita, então minha mãe abre a porta eu havia esquecido de trancar a porta ._ Beto que é isso puxa vida, tranca porta né. Eu fiquei branco com o susto, sá deu pra pegar o travesseiro e tacar em cima do negácio, minha mãe disse que já voltaria e para eu me recompor, botei uma cueca e deu o tempo pra ela voltar, ela trajava um vestido longo preto com uma enorme abertura lateral, ao andar suas cochas maravilhosas apareciam, um enorme decote que mostrava a forma de seus seios esculturais, mas não de forma vulgar ela sentou –se ao meu lado na cama olhou fixamente pra min e disse:_ Beto você precisa ser mais cuidadoso filho você, não e mais criança é quase um homem. __Desculpa mãe ...prometo tomar mais cuidado com as coisas.__Filho como você cresceu. Com um lindo sorriso, me deu um beijo no rosto e um abraço forte, seus magníficos peitos esmagaram-se contra o meu, seu cheiro seu sua textura de pele, sua cor nossa, sua temperatura parecia que ela ia pegar fogo, não consegui me controlar e minha espada manifestou-se forçando seu cotovelo, ela percebeu e não teve como não comentar _ Beto! Que é isso...um novo silêncio de alguns segundos e ela falou: _Desculpe-me filho... _Desculpa mãe, não tenho esse direito.... ela me interrompeu _Tudo bem filho é a idade eu também né!, deveria ter me tocado e me trocado mas é que...eu notei... que você parece .......... você parece, muito bem dotado e...... _É mãe mas não sou popular ..interrompi._Porque filho? _Elas não gostam de nerds mãe. _Que besteira filho. Interrompendo aquele papo ela disse: _Por favor deixe me vê-lo para ver se o machucado curou, _Mas mãe é que... sabe né a senhora aqui desculpa, vestida desse jeito eu fiquei excitado. Como se ela não pudesse ver aquele enorme volume sobre a colcha . _Besteira Beto aproveite. falou ela olhando com seus lindos olhos, mas com firmeza no olhar. _Você não terá outra chance. Sua mão lentamente puxou a colcha, a sena era foda, uma enorme barraca armada, ela realmente se espantou e disse: _Beto minha nossa, eu realmente não acredito no que vejo,... naquele dia que você a prendeu eu realmente fiquei impressionada com seu potencial, mas não esperava por is tudo, então sua mão lentamente estacionou sobre minhas cochas rumando para o tronco do mastro, com um suspiro falou: _Eu não acredito minha mão não consegue fechar, Beto quanto mede esse tronco? _Acho que 20 cm., não sei. _A não, pega aquela régua ali._Vinte porra ...vinte e nove cm, Beto você e um cavalo filho! _Ai mãe que e isso. Ela perdeu a linha com as duas mãos começou a bater a melhor punheta que eu já tinha ganhado até então, mas aquela situação aquela tensão aquele tezão de mulher na minha frente, foi demais com uns vinte movimentos, ela tomou um jato de porra bem no meio da cara o segundo nos cabelos, mais um na cara mirou para os peitos e anida continuava a minar porra melecando todo seu rosto e cabelo, molhei todo seu vestido que não deu tempo de tirar ela olha para mim desfigurada e chorando e diz: _Meu Deus filho, o que foi isso. Dessa vez eu falei: _Mãe não da pra voltar atras, agora temos que ver no que vai da. Nisso ela olha para minha pica, que demonstrava sinais de vida, pega nela e começa a bater uma nova punheta aproxima de seu rosto põe língua na cabeça tenta forçar a sua entrada na boca.........a bicha era grossa demais, ela escancara ao maximo a boca, e sá assim a cabeça passa justinha, forçando passagem por seus dentes e lingua, ela tira da boca e da uma cusparada na cabeça para lubrifica-la_ Porra é grande mesmo diz aquela putinha ex-recatada, minha mãe força de novo pra dentro, porra tava gostoso ela sugava a cabeça mordia tirava batia no peito, botava na boca, forcava mais nada, sá coseguia botar um 15cm 17cm dento, quando mais se engasgava tirava metia nos peitos e dizia _Vai filho poê denvo na boca fode ela, sssss....porra ... vai... fode, elaÂ….. então quase dez minutos depois e eu quaze gozando ela tira o monstro da boca e mandaÂ… _Vamos ver se senhor sabe uzar bem essa maravilha que Deus lhe deu, abrindo aquelas cochas que eu não acreditava poder exirtir, aquela boceta mimosa perfumada mas babando prá caralho forca a cabeça do poste para dento. Ela entra rasgando tudo quase me esmagando, eu com cuidado para não machuca-la fui, fui, fui e fui e com um grito de prazer ela anunciou _Ai porra filinho da puta já....ssss..... bateu no meu útero Aiiii...ui.... que gostoso, mais ainda faltva pica retirei com cuidado sá restando a cabeça e como um animal enterrei tudo de uma vez, ela deu um berro e gritou:_Aiiii poorra seu grosso aiiiiii filho da puta aiiii me arromba. Inacreditável a sena eu como um touro cravando uma espada no ventre daquela amazona inigualável, minha mãe determinado momento ela tira o carralho todo melado, de sua ex-bocetinha mimosa agora toda arrombada, enterra o que consegue em sua garganta, tira e pula em cima de min me cavalgando vejo pelo espelho aquele rabo glorioso se mexendo, pulando rebolando.. que demais. Por alto sonho, se eu tive-se um pau menor talvez tivesse chance de aquele cu fantástico, ela me vê olhando no espelho e diz:_O que é meu gatinho, pensando em fazer algumas coizinhas, com o bumbum da mamãe isso empinando ele._Ai, usss ummm mais o seu pipi é muito gnande meu nenê a mamãe vai ficar toda dodái...... põe o dedinho no meu cuzinho, talvez ele se exite e eu tente uma loucura, aii... que gostosoÂ….nisso levantava e decia com toda força atolando aquele monstro em sua ex mimosa bocetinha ._Tenta mais um dedinho nen umm.... que gostoso fofinhoÂ… então ela para hora fixamente para min, mais uma vez sai de cima de min se ajoelha minha frente mete umas 3 vezes o caralho na sua boca de anjo e ordena.–Vamos lá antes que eu me arrependa, mete no meu rabo BetoÂ…. Vai seu pirocudo precoce

_Mas mãe será que dá a senhoraÂ…._Senhora o Caralho vamos estou mandando.Isso já de quatro, aquele rabo monumental empinado, aquela marquinha de biquine fio dentalÂ…porra! Posicionei-me atraz daquele monumento encostei a cabeça da piráca do diâmetro de quase uma bola de tênis, forcei e nada cuspi no tronco e nada forcei._ Aiii gostoso, tenha calma. Peguei um porco gel para cabelo que eu tinha._ Forcei e a cabeça deslizou para dentro daquele buraco tezudo, ela meteu a cara no travesseiro seu olhei para ela ela fazia ceretas então falei:_ Vou parar mãe. Ela olhou pra mim com lágrimas nos olhos dizendo: Nunca.... Forçando seu cu contra min eu empurro mais um porco e aproximadamente 20cm já estavam dentro daquele cu maravilho, olho pra ela e a coitadinha chorava, comecei a tirar e ela aos berro chorando gritando ordenou:_Se você tirar nunca mais me olhe na cara.... enfia toda essa merda já. Então com coração na mão obedeci, engatando de uma vez 29cm de pica como um animal no seu ex-cuzinho de mamã, atochei toda aquela rola naquele rabo monumenta,l que com também enorme fúria, começou a rebolar e bater contra minha virilha, uma guerra de titães. Aos berros mamãe. _Me arrebenta.....porra... aiii..... como dái.... ai meu cu.... poora ... vaiiiii filho,.... não deixa um pedacinho de meu cu inteiro......aaiiii,aiiii,aaaai .... voou gozar ...... aaiiii me fode aassiiiimmm.....sss Como em uma explosão ela goza, Como um Bárbaro ao ganhar uma batalha tiro minha espada de seu cu e jorro em suas costas.... muita, mais muita porraÂ….ela desaba, eu caindo em cima delaÂ…. Quase mortos, chorando em êxtase. Quando olhamos para porta, minha irmã com a mão em sua xota anunciava seu gozoÂ…Â….e agora?



Continua



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eu olhava a bucetinha de melina e ficava loucohistória de contos erotico com novinha da vila senta no meucoloRex dando o cuporno com tio acorda subrimha pra fufet com eleestuprei minha irma casada contolekinho pau contoscomi a amiga da minha namorada contoseu minha mulher e meu sogro contosencoxado no onibus contos viadinhopatricinha ciumenta contos eroticoscontos vi minha espisa fodendo com outropeguei meu pai comendo meu amigo conto eroticoler contos de jovens heteros iniciados por outro jovem no sexo gaycontos eroticos apanhandoContos eroticos de incesto familia incetuosa em um gang bang no sitiocontos eróticos meu padrasto meu 1 amorContos sexo com pai da amiga e engravideieu meu irmaozinho e nossa cadela contos de sexoCacetudos batendo punheta no alimentosmendigo contos eroticoscache:K5a2T1gNGzgJ:https://okinawa-ufa.ru/home.php?pag=497 Histórias contos ficticios e reais de sexo com travestisSexo contos visinhos virgindadecontoserotico mendigo fudendo madamecache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos porno a novinha inocente malhandocontos eroticos a madrasta pretaconto o sarado e a gordinhaconto erótico de homens que tiveram experiência com alguns homenscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos minha mae mostrou o bucetao peludo pra mimcontos de coroa com novinhominha tia coroa crente de 57 anos contoviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticosver contos excitantes com fotos,na praia,no onibus e no mato.eu estava louco pra chupar atravestiRelatos eroticos de moleques de quatorze anos sendo estrupado por homens dotados na obraconto erorico o negro e a filha do amigocontos com fotos tia e sobrinho baixinho realmoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticoscontos eroticos namorada primocontos de coroa com novinhocontos eroticos bebadosArombaram meu cuzinho quando pikena conto eroticoComtos casadas fodidas na rua por camionistasNovinha e chantageada.contosfudeu a priminha de olhos fechadocontos duas gostosas dando o cu pro homem e pro cão juntasComi minha irma e minha sobrinha conto eroticovelho mete na novia que precisa de dinheiro.pintudotia tesuda contoestuprada pela quadrilha conto eróticocontos eroticos minha mulher fode com um jogadorcontos minha mulher com um dotado mi fez chupa elecontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentoscomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticossogro sogra genro e esposa fazendo suruba contos eroticoseu minha esposa demos carona o cara era um pintudocontos eróticos forçada a fuddercontos eroticos praia com a familiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteesposa de corno cheinha de porra contorelatos eroticosde portuguesas de noVinhas conto arebentarao meu cu meumaridoconto eu e minha irma somos safadas meu cunhado leva chifre diretoContos eroticos dei minha munher pro negãocontos negao limpando quintal da casadacontos eroticoscomi minha irma apertadinhacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos delegadoContos eroticos-Empregada se vingando da filha do patraoContos eroticos eu paguei pra fuder a minha sobrinha casadaConto erotico sozinho na casa com minha cunhada gordinha gostosaMãe mamando pau do filho contoseroticosvideos porno pai afunda as tanga da filha virgemcontos eroticos arrombando a gordacomi minha amiga crentecontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesti