Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

A SECRETÁRIA DO LABORATÓRIO

A SECRETÁRIA DO LABORATÓRIO II

Descansamos, abraçadinhos e conversamos sobre vários assuntos e trocamos idéias, confidências enquanto saboreávamos nosso vinho. Beijinhos declarações, toques, caricias e fomos nos excitando. Ela adorando ficar passando as mãos em meu corpo e também punhetando meu pau enquanto eu também retribuía todas as caricias, lambendo, beijando todo seu corpo e chupando e enfiando a língua naquela xaninha cheirosa e apetitosa de grandes lábios.

Abraçados fiz ela vir por cima, deitada ela mexendo “Huuum com é gostoso sentir o roçar do teu pau nas minhas coxas, na entradinha na minha bucetinha. Isto que não tenho com o corno, é o que gosto também. Entendeu agora quando falei que sentia falta de namorar. É assim, gostoso, ser livre, solta e gostar de sentir mãos, boca e pau apalpar meu corpo.”

“Tesuda que você é. Gostosa, vem cavalgar no meu pau, sua safada deliciosa. Bota meu pau dentro da tua xaninha apetitosa, gulosa.” Ela mexendo com os quadris, pegou meu pau com a mão esquerda e foi colocando na raxinha. “Quero sentir ele entrando devagar, eu controlando a penetração do teu pau, me fudendo, me comendo gostoso.” Levantei-a pelos ombros, para que ela ficasse sentada com todo meu pau cravado dentro daquela buceta, enquanto ela, ora mexia pra frente e prá, ora rebolava com as mãos entre seus cabelos, deixando saltado seus belos seios de pontinhas durinhas, os quais alisaava, apertava e dava beijos, chupava e mordia e voltava a ficar totalmente estirado na cama com a égua rebolando. “Huum que pau gostoso dentro, no fundo na minha bucetinha, como é delicioso sentir este pauzão envolvido pela minha xaninha, adoro fuder, adora ser bem comida e amada.”

“Marina, mexe e rebola, mas também pressiona os músculos da tua buceta, apertando e soltando meu pau.”. Como era novidade este tipo de exercício para ela, o chamado pompoar. Ela não tinha noção, mas aos poucos foi fazendo e quando apertava meu pau, ainda com os músculos pressionados, levantava devagar e depois soltava os músculos e também como os músculos pressionados, fazia meu pau penetrar lentamente na sua bucetinha que mais apertava ficava. Minhas mãos percorria todo aquele belo e maravilhoso corpo moreno com marquinhas de biquíni nos seios e na cintura. “Deliciosa, você Marina, tesuda, quente molhadinha. Vira de costas e deixa te comer.”

Ela virando de costas,ainda com a mão esquerda no meu pau. “Você tem um espelho?”.”Tenho um grande na porta do meu guarda roupa, por que?”

Levantando abriu um porta central do guarda roupa e surgiu um espelho grande. Sentado na borda da cama, chamei-a para ficar em pé e de costas para mim. “Vem sentando devagar, sinta e veja meu pau fudendo tua bucetinha.” Ela roçava meu pau na entradinha daquela xaninha. “Tarado, safado delicioso” Enquanto ia descendo devagar envolvendo meu pau com sua bucetinha. “Ai que maravilha sentir e ver este pau me comer, seu puto, seu safado, me come, me fode, aperta meus seios, sou toda sua, quero que me fode mais gostoso, mete este pau na minha gulosa e quente buceta.” Meu pau todo dentro da xaninha, enquanto eu mordia, lambia, beijava todas as partes do corpo que aparecia na minha frente e minhas mãos apertava, acariciava o corpo daquela vadia, da mulher puta livre, solta e super tarada. “Quero gozar meu gostoso, meu macho, quero homenagear com todo meu gozo esta pau que me come, que me fode perfeitamente. Este pau que liberou,q eu soltou toda a puta que sentia dentro do mim, me fode, safado.Me come toda meu macho gostoso.”. E gozando ela deixou o peso do corpo contra meu peito. Deitei com ela ainda por cima e como meu pau ainda dentro na buceta. Dava estocada, tirava, passava meu pau nos lábios da buceta daquela fogosa mulher. Quando senti que gozaria novamente, sai debaixo dela, deixando deitada com as pernas dobradas fora na cama e ficando ajoelhado sobre ela, punheteando meu pau e pegando sua cabeça, pedi “Vem cá minha deliciosa puta, abre a boquinha, vou te dar leitinho quente na sua boca, bebe toda a minha porra, vadia, puta, cadela.” “Me dá leitinho, gostoso, quero beber tua porra, sentir ela descer minha garganta, sua puta vadia está sedenta de porra, não bebi, mas quero fazer tudo que meu amante delicioso pedir e quer que eu faça.” Aumentando o ritmo, gozei na boca da vadia, da puta com feição de inocência bebia minha porra sem deixar uma gota cair. Lambendo os cantinhos da boca, engoliu toda a porra e depois ainda lambeu limpando todo meu pau. “Delicioso, gostoso como é bom tomar tua porra quente, vou querer sempre agora.” Deitei sobre sua cabeça enquanto ela continuava a mamar meu pau que amolecia preguiçosamente.

Lasca

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos grelao 4cmgozada dentroamandaporno fetiche dar mendigosminha mulher quer dar o cu p outro na minha frenteconto erotico enrabadometi no cuzinho da minha filha novinha de seis anos contominha sogra pediu pra ver meu pintoContos eróticos no cu não amorcontos eroticos de homens cdzinhascontos - leitinho do tiopapai encheu minha boca de porrafui encoxada no tremComo posso acaricialo com tesaoConto comi esposa do meu irmao e gozei dentrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContodeputacontos eroticos gay ele bem novinho ja usava calcinha e dormia de camisolaoai fudendi a noivaconto fetiche apanhando da namoradamulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandocontos sado marido violentoscoroa gostosa se arrumando namorada em Pouso AlegreContos erótico de infânciaMenina q ta tezao encosta no irmao ddespistadoconto erotico com camionistaContos maes dando cuconto real casada gravida na surubacontos eroticos de lesbicas espiando os pais transando e fazem o mesminha cadelinha zoofilia contoscontoslevemente ara tomando banho nuacontos eroticos entre avo e neta gratisContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico dormindoxvidio transas arrecei casadoscontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a gentearrombando a enteada contos eroticoscontos eróticos rasgando a calcinhaTio come sobrinha a força contos eroyicosvirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaycontoseroticos.site/buscar-conto?busca=Comendo+o+cuzinho+virgem+da+sogra+xoxotas di quatro impinadas fotosCamila minha enteada sozinha comigo em casa dando a b******** para mimjaponesinha novinha foi da pro negao se arrependeuminha sobrinha no motel no meu pau conto eroticoconto lesbica humilhei minha amigaContos eroticos escussao com meu marido banco diferenteContos vi meu padrasto nua minha cunhada casada e saia justa contos com fotoscontos de sexo gay insesto depilaçãoporno tou. muito. casadorcontos ex namoradacontos eroticos Araguainacontoseroticospossuidaaquela pessoa pirocuda da salacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Contos eróticos sessão sado com meu paiContos eroticos fui comido por uma travesti dominadorarelatos eroticos minha descobri que era corno foi arrombadacontoseróticoamigascontos abusado pelo tiofudeu com um cavalo fetixe d mulher contoenrabada pelo meu filho especialmulheres que esquesero de vesti a causinha mostrano abusetaConto morena 37 anospaizinho e filhinha contosconto porno espiando a filhinha com o cachorrovoyeur de esposa conto eroticopadastru safadu enrabaduconto enterrando a ate o talo no cu da mamaecontos eróticos de vizinhas negras virgem e homes negrosContos eroticos comido por um caocontos eroticos com escravas sendo humilhadapagando conta cartonsex familia