Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

CASAL ESPECIAL 2

Esta histária começou em uma época que deixa saudades, quando ainda năo existia internet e os encontros entre pessoas liberais se davam por meio de revistas especializadas. Era uma época mágica onde parece que tudo era feito com mais pacięncia e cuidado em comparaçăo ŕ velocidade da internet.



Certo dia decidí publicar um anúncio com foto nas páginas de uma revista de sexo procurando casais liberais para amizade e muito sexo. Sempre tive vontade de participar da intimidade de um casal jovem e bonito e esse parecia ser o meio mais cômodo e seguro de conhecer pessoas belas e interessantes. Escolhí uma bonita foto onde transava com uma ex-namorada e poucos dias depois da publicaçăo recebí várias cartas. Procurei responder a todos e cheguei a ter bons momentos com alguns casais.



Um destes casais tornou-se especial para mim. Trocamos alguns telefonemas e finalmente marcamos nosso primeiro encontro. No local e horário combinado eles me apanharam de carro. Ficamos circulando pela cidade para nos conhecermos melhor. "Bruna" e "Marcelo" formavam um belo casal. Ela uma bela loira de aproximandamente 35 anos e dona um olhar que me enlouqueceu de tesăo. Uma verdadeira loba.



Marcelo por sua vez me deixava bem a vontade levando o papo de forma bem agradável. Apás algum tempo ficou claro o que todos queriam. O tesăo estava evidente em nossas palavras e logo me convidaram a conhecer a casa deles. Enquanto dirigia, Marcelo aproveitava para mexer no seu pau por cima da calça. Em seguida era Bruna que o masturbava já com a măo dentro da calça do marido. Nesse ponto năo havia mais o que dizer. Essa ousadia fez meu pau querer rasgar minha calça.



Por sorte logo chegamos ao nosso destino. Nos acomodamos na sala num ambiente bem agradável com música lenta de fundo. Marcelo ficou num sofá a minha frente e Bruna veio sentar-se ao meu lado. Apesar de estar louco de vontade de provar aquela gata fui pego por uma timidez fora de hora, talvez por Marcelo estar ali bem na nossa frente nos observando. Ele percebeu o meu vacilo e incentivou a mulher a me mostrar o soutien que haviam comprado especialmente para aquela noite.



Ela tirou a blusa e derrepente me deparei com dois lindos seios que pareciam querem pular para fora da peça. Quando resolví apalpar aquelas delícias ela năo se conteve e me beijou. Ficamos um bom tempo nos bolinando e entăo começamos a nos despir. Bruna foi mais rápida e arrancou minha calça com cueca e tudo. Ela estava louca para chupar meu pau, tanto que o engoliu de uma vez. Olhei adiante e pude ver Marcelo já totalmente nú se masturbando. Tive entăo outra surpresa. Ele tinha um pau lindo, que além de maior que o meu era mais grosso. Bruna chupava com muita técnica e eu tinha que me segurar para năo gozar logo pois a noite prometia.



Marcelo aproximou-se e agora ele era chupado pela esposa. Aprovei para colocá-la no sofá com as pernas voltadas para cima e mergulhei naquela boceta melada de tanto tesăo. Ela tinha um fogo incrível e gozou algumas vezes em poucos minutos. Sua boceta tinha um sabor delicioso. Năo posso negar que fiquei impressionado com a gulosa que ela fazia no marido. Sua boquinha se esforçava para agasalhar o pau do marido.



Fomos finalmente para o quarto onde tudo já estava preparado para uma noite inesquecível. Bruna tomou a iniciativa mais uma vez. Ela me deitou na cama e praticamente sentou na minha cara para entăo iniciamos um longo e gostoso meia-nove. Logo Marcelo veio participar da festa colocando seu pau ao alcance daquela boquinha sedenta de rola. Bruna passou a chupar-nos alternadamente. Chupava um e masturbava o outro. Ficamos nessa posiçăo um bom tempo até que Bruna pediu para ser fodida pelo marido. Satisfeita com a chupada que eu lhe aplicava, a gata nem quis saber de mudar de posiçăo.



Quando Marcelo posicionou-se atrás dela eu até ajudei abrindo a boceta com as maős. Pude ver o pau dele entrar inteiro e aos poucos de uma posiçăo priveligiada. Aquilo me deixou maluco apesar de me constranger um pouco pois nunca tinha visto um cacete duro tăo perto. Com cuidado Marcelo começou o vai-e-vem e eu tinha que me contentar em lamber o grelinho da gata. Bruna delirava e tentava năo perder o ritmo da chupada que ainda me aplicava.



Já eu năo conseguia tirar o olho daquela boceta que já engolia com facilidade toda a rola de Marcelo. Ele percebeu isso e aos poucos fazia o seu saco se aproximar mais de mim. Envolvido pelo tesăo dessa situaçăo nova, tive coragem e resolvi năo fugir. Quando seu saco já roçava descaradamente em mim ele deixou o cacete escorregar de propásito da boceta e entăo năo foi preciso pensar em mais nada. Aquele pau duro estava ao alcance da minha boca, todo molhado com o mel da boceta.



Comecei lambendo aos dois e quando dei por mim estava com a boca cheia com aquela delícia. A sensação é indescritível, seja pelo sabor da boceta naquele pedaço de carne quente e macio, seja pelo nosso pudor que é posto à prova. Mil coisas passaram pela minha cabeça neste momento. Mas daí pensei "foda-se" e ja que estava na chuva iria me molhar...



Ficamos nessa durante um bom tempo, entre chupadas e penetração até Bruna exigiu que eu tomasse o lugar do seu marido. Invertemos as posiçőes. Passei a come-la e Marcelo por baixo da esposa nos chupava. Eu vestia uma camisinha e por isso me limitei a penetrar a Bruna... Enfiava meu pau profundamente, alternando entre momentos de maior velocidade e outros de uma lentidão torturante... Em determinado momento Marcelo praticamente abandonou a boceta da esposa e sua lingua passeava pelo meu saco e as vezes tentava alcançar meu cuzinho. Năo pude resistir a esta situaçăo por muito tempo e anunciei que iria gozar. Tirei a camisinha e rapidamente os dois se posicionaram lado a lado na minha frente e receberam os jatos de porra que tanto esperavam. Gozei muito, como nunca havia gozado antes...



Apás o gozo eu desabei na cama e os dois foram tomar uma ducha... Pela demora imaginei que estava rolando algo mais. Aproveitei para dar um tempo a eles e fiquei imaginando onde teria me metido. Mas a lembrança de tudo que havia acabado de acontecer fez meu par dar saltos... Estava na hora de voltar para a "briga"...



Quando entrei no banheiro presenciei a Bruna chupando o pausão do marcelo. Entrei no box e ofereci o meu a ela que passou a alternar a chupada entre os dois machos. O Marcelo sempre se mostrando com a iniciativa acariciava meu saco e logo estava lambendo meu mamilo. Tive que me segurar pois adoro que beijem meus mamilos e a chupada daquela boca gulosa fazia meus joelhos quererem dobrar. Logo estava sendo chupado pelos dois. Sugeri então que voltassemos para a cama.



Já no quarto, Bruna deitou na cama, puxou as pernas e me pediu para chupá-la. Nem precisava pedir... O marcelo deitou ao lado dela e a beijava, fazendo questão de deixar aquele pauzão novamente ao meu alcance. Outra vez ele queria que eu caísse de boca mas eu tentava me concentrar na boceta da bruna. Tentava, mas não conseguia. Momentos atrás eu tinha sido meio que encurralado mas agora dependia apenas de mim...



A vontade foi crescendo até que não me contive. Larguei a bruna e ataquei o pau do Marcelo. Peguei firme na base e o coloquei de pé. Eu nem me reconhecia. Beijei a cabeça, bem no buraquinho e novamente agasalhei com a boca aquela tora. Desta vez com liberdade e desenvoltura. Lembrava da melhores chupadas que havia recebido e tentava fazer igual... subia e descia minha boca ao mesmo tempo que batia pra ele com a mão. Fazia com tanta vontade que de repente me bateu o medo de fazê-lo gozar na minha boca. Infelizmente nao tive coragem de continuar... Fiquei então apenas batento com a mão...



A Bruna que até então apenas observava o meu desempenho voltou a ma chupar. Mas desta vez com outra intenção... Aos poucos ela foi abrindo minhas pernas e em determinado momento umedeceu seus dedos e começou a brincar com o meu cuzinho sem parar de me chupar. Tive então que cortar o barato dela (e dele) dizendo que já sabia que eles queriam o meu cuzinho mas que eu nunca tinha pensado nisso e ainda mais com uma tora daquela não iria rolar... Ainda bem que eles entenderam e começar a rir.



Bruna então mandou na lata: "Come meu marido?" Olhei para o marcelo, ainda com seu pau na mão e ele sá mordeu os lábios. Em segundos ele já estava de quatro e eu com uma nova camisinha e encostando o pau na entradinha do seu cú... Lubrifiquei com bastante saliva e pra minha surpresa entrou fácil. Na mesma hora comecei um vai-e-vem delicioso. Além de relaxar o cuzinho para facilitar a entrada agora o Marcelo apertava meu pau. Agora era a vez da Bruna assistir o espetáculo da primeira fila. Se já estava bom ficou perfeito com ela nos chupando por baixo. Desta vez gozei na camisinha, dentro do rabo daquele marido sensasional. Foi um orgazmo digno de fim de noite...



O Marcelo e a Bruna foram realmente especiais para mim, me mostrando uma nova maneira de ter prazer. Voltamos a nos ver algumas vezes até que casei e perdemos o contato.



Quem quiser pode me adicionar no msn para trocarmos experiências: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cu esfolada negao contosContos vovó no banhovelha gorda submissa contos eroticosconto sou doida pra da pro meu sobrinhocontos eroticos de velhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos comi minha amiga skatistacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sexo minha mãe amor proibidonão perdoei a gostosa contosGozei no pau do meu irmão contoschupou tio i phonecontos/esposa tarada por dotadosViva local crosdresseresCONTOS: TOPO TUDO POR UM HETERO PARTE 1 E 2Contos porno de filha e mae que traem com pau grande e choraContos eroticos cheirando calcinhas no banheiro da lojaSo contos de sadomasoquismo com maridos e esposas so contos eroticoscontos de coroa com novinhoTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contoscontos eróticos heterossexuais na obra casada vai dar pra outro macho e leva gelcontos eroticos fodida pelo deficientecontos eroticos com noviinhas sexoalmente precosecontoseroticos. cornos leva mulher para amanteminha cunhada quis que eu a visse nuacontos eroticos arrombando a gordaconto chantageei minha irma evangelicadei o cu no campig homoxesuaiscontoseroticosnamoradavirgemcontos tirar leite eróticoscontos eroticos de macho casado dando o rabo na pousadagostosa quis que enfiace logo tres pau no cu de uma vezbuceta carnuda comtos de sexofui encoxada no tremcontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no rabofilme pornô minha prima gravata preta para mimcontos eroticos arrombando a gordaver dvd porno homems chupa bucetas de baicho da mesa tira calcinha do ladoContos Eróticos De. Comi Minha Vizinha Do Ladocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha esposa raspadinha e puta contoporm mamamramcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos sentando no colo novelatravesti vizinha surpresa contos eróticoscontos eroticos sbcna hora do horgazmo gozandoContos adoro verespirrei minha sobrinha bêbadaconto erotico sougostosa e taradaestuprada por quatro cachorros conto eroticocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteesposa puta negao contosmalhadas e traidoras contosmãe e amigo contos eróticoscomendo e falando sacanageme gozando contosfudenso com a mulher do meu amigo na xasa delecontos eroticos de estuprosno carnaval de ruaconto erodico a familia na praia de nudismocontos homem casado chupa picq homem casadocontos comi a mulher do amigo bebadamandou fotos nua e recebeu chantagemcontos erotico com irmaoContos erotcos eu e meu marido num acampamento nudistaeu confessocomi minhaenteada"limpa o pau do seu macho"contos eróticos fui na praia de nudismo e fudi gostosomãe puta, contodei a b***** para o meu genrocontos de sexo bebada depiladacomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticoscontos eroticos d zoofilia cine maxbucetas vazando porra e ela passando a mãoas mais linda esguichada na punhetacontos eroticos sou casada tenho filhos meu marido otavio meu sobrinho parte 3marido castrado conto eroticoContos eroticos descobri q o chefe de minha mulher levava ela pra uma surubachamei um roludao pra estrupar minha esposacontos eróticos fode ai rebola vadia isso abre isso aí que pau grandeconto erotico com gordinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos torei minha prima de onze anos e ela gostoucontos de sexo com casada coroaConto erotico amarrada e revezadacontos eróticos comendo minha sobrinha gostosa