Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

MEU AMIGO VIROU CORNO ESUA MULHER MINHA AMANTE

Conheci Paula uma mulata de deixar qualquer um de queixo caido na festa de aniversario de Valter um amigo da empresa; uma boa parte do pessoal do escritoria havia sido convidado e a festa estava animada regada a cerveja; churrasco e caipirinha; Valter apresentou a Paula como sua mulher; e que mulher; ela estava trajando um vestido de noite, bem colado ao corpo; ok fazia com que todos sem exceção olhasem para ela com dzjo; sua pele negra ressaltava sob o vestido de um branco acetinado; ela tinha um corpo escultural um bunda firme empinada, labios carnudos, seios fartos e bicudos que pareciam que iriam cortar o tecido; seus seios ficaram entumescidos e salientes haja visto o frio que fazia naquela madrugada de outono; não havia naquela sala um sá homem que não estivesse dzjando ter aqueles seios em sua boka e maõs; ela tinha olhos castanhos escuros penetrantes e sua boka carnuda era um convite a LUXURIA.

sou tarado por boka e posso dizer sem sombra de duvida que ela tinha uma boka linda, fiquei imaginando como ela devia beijar gostosso, ou como ela deveria chupar gostosso?

Envolto em meus pemsamentos nem percebi quando ela chegou perto de mim e disse: então é vce que atende o telefone quando eu ligo pra empresa? disse que sim e ela me falou voce tem uma voz muito bonita, vc ja foi locutor ou algo parecido, respondi que não que a voz era dadiva da natureza mesmo, disse a ela que bom que voce gostou da voz; ela disse voce deve deixar as menininhas loucas com essa voz não é; me fiz de desentendido e perguntei porque? ela me falou que eu tinha uma voz firme e que isso faz com que as mulheres viajem um pouco;

Olhei emm volta pois não queria ser pego em uma saia justa, cantar a mulher de meu melhor amigo em sua festa de aniversario era algo que não havia me passado pela cabeça; mas naquela altura isso me excitava; os convidados estavam conversando e o Valtão mantinha um papo animado com uma loira do escritorio que ja tinha sido traçada por metade da repartição, então resolvi perguntar a Paula algo mais ousado; encostei minha face em seu onbro discretamente e perguntei-lhe: E voce por um acaso ja deu asas a sua imaginação apos ouvir minha voz ao telefone? ela me respondeu que sim e que no primeiro dia que houviu minha voz ao telefone teve um arrepio gostosso; fiquei louco aquela mulata; a filha da puta tava me dando mole em plena festa; eu tinha que bolar um modo ficar a sos com ela mas como?

A festa terminou sem mais frescuras e os convidados estavam indo embora eu fui me desedir do Valtao e ele disse dorme aqui porra a essa hora não tem mais onibus, sua esposa disse fika aqui nimguem morde não,

Arrumaram um lugar na sala pra mim dormir; mas eu nao consegui pegar no sono sá pensava na boka da mulata; vi quando a luz do corredor ascendeu e olhei entre a penunbra aquele monumento de mulher so de calcinha e sem mais nada; indo ao banheiro; fiz que estava dormindo so pra ver ok aconteceria, Paula veio ate mim no sofá eu estava vestindo um shorts do marido dela que por ser mais gordo que eu estava bem folgado, ela se ajoelhou no chao e pos a mao por dentro do shortz segurando com carinho o meu cacete; que a essa altura ja dava os primeiros sinais de vida; era uma mistura de tesão e medo a situação era excitante a mulher de meu melhor amigo pegando em meu cacete; ela apertou carinhosamente a cabeça da vara e puxou o danado pra fora; a essa altura não dava mais pra disfarçar olhei bem em seus olhos como que procurando palavras, ela me disse não se preocupe que voce é o presente de aniversario de meu marido, levantei a cabeça e pude ver a sombra de Valter que sentado na porta de seu quarto alisava o cacete e olhava pra nos com olhar de tesão; eu sabia que ele tinha fantasia de ser um voyer; porem não imaginei tal situação; me levantei do sofa e fiquei totalmente nu se era putaria que ele queria isso ele teria ascendi a luz de um abajur que deixava a sala a meia luz e disse vem aqui Valtão senta aqui perto e ve como a puta da sua esposa chupa gostosso o meu pau; ele mostrava que estava louco de tesão e ela dizia ta vendo corninho como sua putinha chupa gostosso.

Deitei Paula no sofa e comeceia chupar sua buceta; que a essa altura esta ensopada o cheiro de femea no cio empregnou o ar ela dizia olha corninho filho da puta como ele me chupa gostosso, nao falei que ele tinha uma lingua gostossa; olha como eu gozo gostosso na boka dele, olha filho da puta e se acaba na punheta pois hoje o teu amigo é meu macho e vai me fude gostosso; coloquei ela de quatro e quando fui penetrala ela dise espera um pouco; O corninho vem aqui e pega na pika de seu amigo poe ela na minha buceta, Valter parecia ensandecido e cheio de tesão como um serviçal fez ok sua esposa mandou e ficou olhando enquanto eu a fodia com força; ela o xingava e dizia que ele não era macho pra ela agora sim ela havia encontrado um macho gostosso; gozei como um louco pois essa havia sido uma das fodas mais loucas que ja havia dado ate o momento; aos isso fomos os tres para o quarto e so saimos de la quando o final de semana havia terminado. Temos uma relação aberta e Paula é feliz; temos um filho que foi registrado como se fosse de Valter; que de certa forma tambem é pai.



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico pirocaopesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabassocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico comendo sogra no veloriocontos eróticos minha mãe me ensinou putinhacontos de coroa com novinhocontos de relatos de nora que transou com sogroContos eroticos a vizinha feiacontos eroticos de mae chupandovideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoestraficante contos eróticoscontos erotico liberei minha esposa para sair com outro machocontoseroticos veridicos de mulheres"contos eroticos" duas cunhadasfoi estuda com amigo18anos e transaoufudendo por um jumento contoscontos comi um vizinho novinhoconto erotico com comadre pintelhudacontos bunda cu bebadacontos delícia de cacetaocontos durante a balada com meu irmaocontos eróticos meu filhoContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaasContos eroticos de meninas estupradas.planta sexo chupa seio gozoDei minha buceta para meu genro na presença de minha filha contos femininomulhe vais boguete em bebudogenro faz sogra gozar contoscontos devorei minha filha putqContos dei meu cu com novel anosconto tia segurou sobrinho para ele dar gay so patricinhas com seios grandes fodendo de escorrer leite maternosexo em okinawa casada flagacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico com crentecontos eroticos filha novinha da empregada"contos eroticos" duas cunhadascontos er apaga a luzestorei o cu dela contosexo gostoso foda maravilhosa grita quando o pau entra ui delicia mete essa vara na minha buceta no meu cu chupa a minha buceta vai porra ai que gostoso essa pirocamulheres aronbada decalcinha sujacontos enrabando meu maridocontos eróticos meu tio pauzudoconto erotico nudismo com a sograele era cheirosinho conto gayContos mãe no colominha enteada gost contosconto minha cunhada me deu cu e sua tambemso deixo chupa minha bucetacomi minha cunhada adrianadei para meu genroconto erotico meu chefe me comeu meu marido consentiucontos eroticos exibi minha mulherVelho picudo.conto eroticoconto erotico arrombei o travesti do baile funkO que fazer pra comer minha mae conto incestoFilha boqueteirá contoseroticoscontos eróticos me pegaram a força no meu trabalhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos cachorro cebola zoofiliscontos de lesbicas babasConto erotico comi minha aluna virgemcontos de incesto comendo a irma separadainseseto commforcaContos eroticos gay meu cachorro me comeuConto mete gostoso ui uicont erot calcinha floxa da meninacontos eróticos comendo grama grávidacomi minha cunhadinha contos eroticosPorno mobile boqueternopeitinho solto embaixo da blusacontos eroticos extremocontos eroticos arrombando a gordacontos/como descabacei minhas filhasconto erotico paraliticocontos eroticos seu madruga tirandoo cabaço do cu de kicochapuleta inchada no cuzinho pono vitgen nãoa aguentiu epediu p paramcontos erroticos de incertos filha amante do conto erotico primo safadocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosContos eroticos tia morado na minha casamocinha do cu guloso contomarido corno nao ve mulher paasa a mao no pau d outro