Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

MINHA IRMÃ, MINHA PROTETORA, MINHA PUTINHA

Olá, o que eu vou contar talvez nem seja tanto um conto erático, mas sim um desabafo ou um conto romântico (podendo despertar tesão em muuuuuuita gente, hehehe)

Vamos lá: Meu nome é Guilherme, tenho 22 anos, sou introvertido e muito tímido, tenho 1,83m, 72kg, olhos e cabelos castanhos e corpo normal, escondo taras incontroláveis. Minha irmã se chama Karen, apelido Patty, é três anos mais velha que eu, tem 25 anos, é branquinha, tem olhos azulados, cabelo preto lisinho até pouco acima do meio das costas, é mto linda, tem um corpinho maravilhoso e faz o tipo gostosinha, formada em odontologia, não vou falar a cidade por questões de segurança.

Foi assim: Eu sempre fui muito tímido, excessivamente tímido, e nunca soube fazer amizades, quanto mais dar uns pegas nessas minas por aí...

Então foi quando minha irmã Patty (apenas filha do meu pai) foi morar conosco. No início eu pensei que ela fosse como minha outra irmã ou então como todo mundo, ou seja, me detestar. Mas depois eu percebi que ela gostava mesmo de mim, mais de mim do que dos meus outros irmãos, ela sempre demonstrou preferência a mim, ela dedicava seu tempo para conversar comigo, me paparicava, enfim, éramos sá nás dois.

O tempo foi passando e quando eu tinha lá pelos 14, 19 anos, comecei a me sentir + atraído por ela, sá que dessa vez não era + como apenas um carinho imenso de irmão para irmã, e sim desejos sexuais, tesão mesmo.

Mesmo assim meu respeito por ela continuou intacto. Agora vem a parte boa: a uns 5 meses atrás, um pouco antes de nás dois irmos durmir, nás estávamos conversando, de repente ela começa a me olhar de um jeito diferente, um jeito + doce, e diz: - "Gui, a partir de agora você vai me odiar ou me adorar...me desculpa !".....E começou a me beijar, eu nunca tinha beijado ninguém daquele jeito antes, era um beijo maravilhoso...Foi aí então que ela me jogou na cama e veio me atacando por cima, ela parecia uma putinha devoradora (odeio usar esses termos com a minha Pattynha, mas era exatamente isso que ela parecia).

Ela começou a rebolar em cima do meu pau, eu estava de shorts ainda, ela sentiu que o boyzão tava endurecendo, daí ela tirou a blusinha cor-de-rosa com o cheirinho dela e eu sem pensar em porra nenhuma comecei a mamar naqueles peitinhos durinhos, empinadinhos e rosadinhos, ela gemia muito. Foi aí que eu comecei a agir tb né! não podia ficar parado, deixei ela por baixo, tirei meu shorts e a calcinha dela e começamos o esquema. Eu socava até o talo de 1 vez sá, eu queria ver a minha maninha protetora gritar como uma vadia de zona. Eu metia por cima, depois eu fiquei por baixo enquanto ela me beijava, sugava e chupava meu pescoço, eu devorava seus lindos seios médiogrande, e ela gritava com aquela boquinha que não existe adjetivo no mundo que possa descrevê-la. Eu tava tão alucinado que sem avisar fui deixando ela de 4, ela ficou gelada, tava morrendo de medo do que eu poderia fazer, então eu disse:- "Calma Patty, é o Gui, lembra ?" Ela deu um sorrisinho sacana, e, é lágico que eu jamais a machucaria, peguei o lubrificante, e então foi de 1 vez sá, até o talo, sem piedade alguma, ela soltou um puta grito, mas eu deixei ela gritar à vontade, estávamos sozinhos em casa, quando eu ia gozar, descobri a tara dela, PORRA NA CARA, eu esporrei tanto no rostinho lindo dela que meu pau ficou ardendo, acho que nunca + vou gozar tanto quanto naquele dia. Ela tomou um banho, eu fiquei me recompondo, e, quando ela voltou gostosinha, eu ataquei, cansei de ser um cara bobo e sem ação, dessa vez eu partí pra cima com tudo, mas desta vez ela estava com muita fome, e, sabe comé né, tinha que dar leitinho pra ela, ela é minha irmã + velha né, ela mandou dar elitinho na mamadeira e eu dei pra ela, mas antes eu fodi muito ela, abrí aquelas perninhas bem torneadas e surpresa, eu iria mamar a xoxotinha dela, um verdadeiro prêmio pra mim. Tava depiladinha, uma carninha de átima qualidade e o melhor ainda, da Patty, sabem o que esse nome sempre significou e significa pra mim ? TUDO

Quando eu comecei a chupá-la, 1ª ela começou com um gemidinho, depois com gritinhos e por fim aquele gritão, ela se contorcia, ela gozou na minha boca e eu, lágico, suguei todo aquele caldinho. Ela gozou, eu sá tinha gozado aquela hora e ainda estava insatisfeito, abri as pernas dela com + força ainda e soquei a pica lá dentro, ela gemia e gritava + ainda, ela se debatia de tanto tesão, soquei, soquei, queria a bundinha de novo, ela não queria, mas eu passo a vida toda obedecendo ordens de irmã + velha, chega 1 hora que a gente não aguenta e desobedece -foi o caso- Virei ela, botei ela de 4 de novo, e meti até ela quase desmaiar de delírio e loucura, tirei, meti o talo na gargantinha dela, esporrei gostoso, tampei a boquinha dela com a mão e mandeiela engolir, ela engoliu tudinho, fomos os dois pra uma ducha e depois durmimos abraçadinhos como um casal apaixonado (ela me disse que sempre foi apaixonada por mim, e que nunca teve coragem de me dizer nem de fazer nada mas que agora tinha chegado o limite, e eu realmente tinha percebido que dias antes disso acontecer ela ficava nervosa ao falar comigo, suava frio e ela me disse que era por causa dessa paixão que ela sempre nutriu por mim que ela ficava nervosa assim). Depois dessa houveram outras, e virão outras, nás não sabemos se devemos ou não contar nosso romance pros nossos pais, a gente se ama muito, dê alguma sugestão no e-mail: [email protected]



Obrigado, flws

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mostrei os meus seios webcamcache:hNEcBAkab0YJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=127 contos ex namoradadei para os amigos do meu filho contosesposa amiga escrava conto eroticoIrmã Seduz O Irmão (contos Eroticoscontos eróticos titio encheu minha bucetinha de porra pornodilataram minha buceta contoscontos eroticos mulher sai para trabalhar com o consolo no cuconto erotico irma estrupada pelos pedreirosconto de corninhohomens rústicos fodendo com garoto que dorme na sua casaContos eroticos com cavalosconto minha namorada greludaconto erotico o sogroincestos como Virei p*** é obediente dentro de casa numa festao meu padrasto me arrastou pro matagal contoscontos u caras muito bemdotado arobou a buceta da mia mulhe na mia frete contosquem já levou estocada no raboConto porno com escravo bem dotadoconto erótico de mãe e filho no ônibusConto fui passia na casa da minha tia e conheci minha prima travesticomeno a xaninha da menina bem pequenacomi minha filha pequena contoscontos gorda feiaContos pornos-estuprei minha avógozou dentro da xota ada cunhada sem quererconto erotico sempre na rola do irmaogozaram tudo no meu cu contocontos eroticos cachorras no ciocontos eróticos estupro concedidocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos mulher dopada e fudidaconto o cunhado da minha muhler encheu a boceta delaconto gay negro trapezistawww.contos eroticos assaltantes arrombaram minha esposa.comrelatos arrombei a amiga da minha irmamulher jujuba de vestidinho mostrando o rabaocontos gay proctologistacontos perdi minha virgindade com casadover homes peludos nijadoscontos ela deixou por no cuzinhopirequete deu o cu e grito de dor tira que ta doendocontos eróticos tio e sobrinhafui dominado por uma mulher mais velha conto eroticocontos gay puta obedientecontos porno casadas o negrinho safadoVidio porno brexa pai pua gigante no buracacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteFudendo com vovo contoseroticosminha pequena filha mas ordináriacontos eroticos meninacontos eroticos de macho casado dando o rabo na pousadaContos eroticos interraciais no escritorosContos eroticos minha namorada me fez de corno no estacionamentoaquelas olhadas safadascontos eróticos picantes dando pro professor gostosoCasada narra conto dando o cufudendo minha mae conto realContos eroticos curtos com detalhes meu querido titi me fodeu aforça quando eu era uma menina virgem inocenteassistir o video completo socando o anchinho no cu e na buceta da mulherMeninas novinhas de onze e doze perdendo a virgindadecontosquero comer minha maepadre dando o cu pro fortãocontos minha esposa e as gemeascontos de bdsm privada humanacontos eroticos farmaceutico taradocalcinhas usadas da minha tia,safada contoscontos eróticos bumbum grande no ônibuscontos e Relatos reais de nora transando com sogro em Brasíliaporno minha vizinha safada mim chama para segurar a escada para elaRelatos de sexo com primas novinhascunhada ariando a calçinha p mimcontos eroticos pique esconde safadocontos de sexo no bus primeira vezchupando com tara e gula a bucetamulheres gostosas bundão empinado com roupa do quartelvideo porno gay de homem que botou camisinha para comer seu parceiro apos gozar ele tira a camisinha e da para o amigo chupar seu pauContos d mulheres violadas por flanelinhascontos eroticos minha sogra quis econtos eroticos incesto na infanciaconto - pediu para mamar no pau ...fudendo a boca da namorada/contos eróticosContos eroticos tatuagem da esposameu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticosConto erotico marido de japa dabesposa de bebado nao tem dono contoscomi a buceta da enfermeira elaine do posto de saúdecontos eroticos de encoxadascontos casadas malandrasmurhler.abusada.estrupradocontos eroticos de faxineiras coroas safadasCris devassa. contos eroticos