Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

EXPLORANDO UM MENINO PELO OUTRO LADO

Olá a todos. Me identificarei como Circe e decidi vir aqui contar como comecei meu hobby de caçar meninos, pois imagino que mais pessoas têm tesão na mesma coisa. O site tem muitos relatos com "lolitas", mas poucos sobre o outro lado.



Sou branca, morena, não tenho corpo de mulherão mas até que tenho minhas curvas. Nunca fui de manter namorado, e minha vida sexual era ocasional... até este dia. Quando aconteceu eu tinha 21 anos e um emprego bobo no balcão de uma papelaria. Era muito comum que a dona saísse e me deixasse sozinha, muitas vezes o dia todo. O movimento era escasso e eu aproveitava para ler revistas de graça (ninguém nunca reclamou).



Num desses dias estava eu lendo sossegadamente uma Superinteressante (que na época ainda tinha textos com um mínimo de inteligência), quando percebi um barulho estranho e repetitivo vindo das estantes de revistas. Eram duas, e do balcão você não consegue ver direito quem está entre elas. Levantei e quando cheguei lá fiquei chocada: um menino mulatinho, sem camisa, havia colocado o pintinho para fora e estava batendo uma sem o menor pudor, a despeito de estar totalmente visível da rua, e com bastante proficiência apesar de aparentar uns sete, oito anos. "O que é isso, menino", eu disse exasperada, e ele retrucou: "Vamos trepar tia". Na hora meu rosto ficou vermelho de raiva. Quem aquele pivetinho pensava que era? Eu falei pra ele erguer o calção e ele: "vamos trepar tia". Nossa, eu fiquei mordida. Falei, ah, é?, e não sei bem como ou por que, mas decidi ensinar aquela criança mal-educada. Peguei ele pela orelha e levei para os fundos, fechando a porta (e deixando a loja aberta sem ninguém mesmo). A verdade é que já naquela hora eu estava perturbada com a situação, embora não fosse admitir pra mim mesma ainda. Aquele menininho praticamente pelado masturbando o pau do tamanho de um dedinho, falando que queria trepar... Eu tinha pensado em deixar ele de castigo, chamar a mãe, mas comecei a ficar com vontade de brincar de algo mais risqué.



Falei pra ele abaixar o calção. Coitado! Ficou todo feliz. Aí disse: "você foi muito malcriado e criança malcriada tem que apanhar na bunda". Ele fez uma cara de choro que eu quase perdi a pose e desatei a rir. O moleque estava se achando e agora não tinha como escapar. Falei "vem cá", firme. Ele veio. Botei ele no meu colo e ele ainda quis ficar de frente, mas o peguei pelos ombros e virei de uma vez. Ergui a mão e dei um tapa. Nossa! Aquela bundinha. Sá naquele momento entendi o quanto estava excitada. A pele dele era lisinha e suada, e a bundinha redondinha como a de uma menina. Dei outro tapa e senti minha xana escorrer. Estava morrendo de tesão. Nunca tinha sentido nada parecido. Fui batendo e a cada tapa eu quase gozava. Não resisti e comecei a demorar a mão, depois de bater ia alisando aquela bundinha até que fiquei sá nisso. Separei as nádegas empinadinhas e bolinei o cuzinho dele com o indicador. Seu pauzinho na hora deu sinal de vida. Eu não aguentei e comecei a me masturbar, enquanto brincava com seu cu. Comecei a falar bobagens: Então você está gostando do castigo, safadinho? Queria me comer e agora tá dando o cu pra tia? Bate punheta pra eu ver... Rebola a bundinha... Você é viadinho, isso sim... Eu pus ele no chão de joelhos, de quatro pra mim, enfiei o dedo sem dá, segurei seus quadris e insinuei um movimento... Ele não falava nada mas começou a rebolar bem bonitinho, enquanto mexia no pintinho... Aquilo me matou de tesão de vez, perdi a conta de quantas vezes gozei com aquela cena maravilhosa, sá de lembrar agora fico totalmente molhada... Até que ele gozou, sá um pouquinho de porra rala e transparente...



Eu não sabia o que fazer então disse pra ele sumir dali senão ia contar pra todo mundo. Depois fiquei super encanada, mas ele nunca contou pra ninguém. E foi assim que descobri meu fetiche. Votem se gostarem, se houver interesse eu conto de como conseguir fazer dois meninos se comerem... Foi a coisa mais bonita que já vi na vida...



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Zofilia Homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorconto erotíco fui sedusida nova e gosteiconto de transa com o amigo do meu paiContos eroticos meu sogroconto erotico fui no pagode e comi um travestiContos eróticos aventura s de um pastorcontos eroticos de encoxadasfoi buscar a cunhada para a festa e meteu gostoso nelaconto erotico fraldario do mercadocontos minha irmã deixaencochou na madrasta estava dormindo juntos ate comerconto de esposa vendo seu marido na rola de outroleitinho gostoso de polacontos eróticos da secretária cadela de coleira do patrãoContos eróticos velhascasada reclamando do vizinho contos eroticoscontos erotocos meu pai me pegou metendo na minha maeTraicao minha namorada safada vendo pinto dele contosdupla perfeita uma chupava meu pinto e a outra chupava meu cupau grande enfiadi. todo nicucontos meu cuzinho aberto escorrendo porracontos eróticos meu namorado deu o curso para não comerem minha bucetathistória de contos erotico com novinha da vila senta no meucolozoofiliacoroas boascrente velha chantageada contos eróticos conto saiu comendoconto tranzar com patraocontos delícia de cacetaoWww. meu tío comeu meu cualcontos de coroa com novinhoconto erotico travesti trabalhando e foi fodida no trabalhoConto erotico cuidando de minha enteada1meu padrasto foi no meu quarto contosContos Eroticos Chinesa e negãocontos eroticos sou casada delicia meu sobrinhoconto erotico sobrinho fudeu minha esposacontos eroticos eu e mamae humilhadaContos eróticos surubasconto eroticos de novinhos com amigosdei minha buceta pra um menino de treze anosmeu pai tem ciumes de mim contos eroticoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos comendo grama grávidameu primo bate punheta todo dia e fico toda molhadafui desvirginada pelo meu namoradoo'mundinho eu baixei as calça e comeu meu cuzinhoFernanda jeitim nuaconti gay minha tia me fagrou de calcinhaCasada Amigo do meu filho sexo contossenta aqui sua safada contos eróticosContos moro no interios até que enfim cumi o cu da minha irmã gordacontos dona florinda chaves pau durocontos porno chupando cona cheia de porracomtons picantes recentes de coroas casadas no seu primeiro analno seu buceta de cajaracontos eróticos traição com jardineirocontos eroticos me comeram no trabalhodesemho porno ai papai gozo dentro viucontos de sexo com velhos babõesconto erotico as pregas da empregadaConto troquei o oleo com meu patraocontos sacudo e casal safadocontos paguei pelo cuzinhotia sozinha e sobrinho contoscontos erotico patricinha debaixo do edredomcontos porno casadas o negrinho safadocontos eroticos minha maefez um boquete em mimcontos incesto mãe fofinhamulatas do bundao e pitos caido gostosa.incesto meu sobrinho contos eroticoconto gay macho arroganteO que fazer pra comer minha mae conto incestosexo conto punhetacontos eroticos com mastim napolitano gozando em meninameu pai tirou meu cabaco e colocou um absorvente para não Vazar conto Comtos casada puta dos vizinhoscontos eróticos menina no circoContos eroticos(colei velcro com a vizinha e gostei)contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico vovo e a vovo lamberam minja bucetacontos fudelançaEstupro gay conto gay pedreiroler contos de jovens heteros iniciados por outro jovem no sexo gaycontos eroticos seios grandes de leiteo corpo da colegial tem que ser magro fetichelésbicas ninfetas comendo peitorais de travestisPrimeira vez q dei o cu vestido de travestcontos eroticos espermaConto gay incesto rocacontos eroticos novinha com amigoDeixando a novinha laceadaler conto erótico f****** a minha tia numa festa fantasiaContos minha sogra fas eu ser puta do sogro e tioscontos de relatos de nora que transou com sogrovirei puto do bar conto gay