Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

MINHA SOBRINHA 2

MINHA SOBRINHA 2

Conforme contei anteriormente eu me relacionei com minha sobrinha Ligia, que veio morar comigo a pedido do meu irmão para poder cursar a faculdade.No dia depois do acontecido ao chegar em casa encontrei minha sobrinha com uma camisola transparente e uma calcinha diminuta, ela me beijou na boca disse que tinha sentido saudades, e que gostaria que eu tomasse um banho para jantar pois ela tinha preparado um jantar gostoso. Atendi seu pedido tomei um banho e ao chegar na cozinha ela já tinha preparado a mesa e pediu que eu sentasse pois seria servido.O jantar era uma carne assada recheada e macarrão.Depois do jantar fomos para a sala, mais ajudei a lavar a louça. Já sentados ela me abraçou e disse que a primeira vez tinha sido conforme um casal deve proceder com bastante respeito, companheirismo e amor, mais não gostaria que fosse sempre assim, pois em sua cidade sempre escutava que no Rio as “trepadas” eram diferentes cheias de tesão e muita sacanagem e tinha certeza que eu era chegado a muita fantasia. Eu disse que realmente gostava de sexo muito picante, muita fantasia e até utilização de acessários, ela na hora disse que gostaria de experimentar tudo, eu falei que antes precisaríamos conversar sobre tudo o que aconteceu bem como sobre o que aconteceria de agora em diante. Disse a ela que poderíamos viver como marido e mulher dentro de casa ou seja “trepar” todos os dias, porem cada um levaria sua vida, e ela não deveria em hipátese nenhuma falar sobre nossas aventuras, pedi também para não ficar ligando para o trabalho, pois eu não gostava, ela disse que seria eternamente discreta, pois não gostaria de se desentender comigo pois precisava estudar.

Ligia concordou com a idéia e disse que iria trocar sua roupa para dormir.Ao voltar do seu quarto veio vestindo uma camisolinha preta e calcinha branca e perguntou se eu tinha gostado eu disse que ela sempre sabia escolher coisas lindas, sem nada pedir sentou-e no meu colo e beijou-me na boca, ai amigos não prestou, a empurrei para o tapete, arranquei-lhe as roupas ficando nuazinha, pus-me a chupar os peitinhos, ela dava gritinhos de prazer, sem demorar-me muito desci minha boca ate sua bucetinha que já estava “babadinha” ela já não aguentava mais de tanto tesão, virei de bruços e comecei a dar mordidas em sua bundinha Ligia aumentava seu gritinhos enlouquecida de tesão, levantei sua bundinha vagarosamente, e ela falou vai meu “puto” tira logo esse cabaço do meu cuzinho. Peguei a pomada KY que já estava anteriormente escondida e comecei a dar massagem no seu cuzinho, ela pedia para eu botar logo, e eu calmamente depois de muita massagem fui colocando minha pica vagarosamente em seu cuzinho, deu à impressão que ela tinha perdido o fôlego tal a passividade que tinha ficado, fiquei com medo e comecei a tirar Ligia deu um grito e pediu para não fazer isso ai empurrei com força ela berrou e disse seu “puto” agora sou totalmente sua. Gozei muito ela nem se fala disse no seu ouvidinho como fazer para morder minha pica com o seu cuzinho, pois eu adorava ela embora tenha tentado não conseguiu mais disse que aprenderia para me dar mais prazer, levantamos tomamos um banho e voltamos para o tapete. Depois de fazer muito carinho disse que gostaria de “comer” sua bucetinha, ela me olhou seria e disse “meu macho” não precisa pedir coma sempre que tiver vontade, chupei sua bucetinha deixando-a “babadinha” e fui colocando minha pica calmamente, ela suspirava de prazer e gozava abundantemente, dormimos abraçadinhos. No dia seguinte novamente sai deixando-a dormindo no tapete.Ligia começou suas aulas e saia sempre antes de mim, uma noite ela perguntou se poderia trazer uma colega da faculdade para estudar junto com ela, não me opus, sempre lembrando a discrição. Sábado e domingo a colega dela Camila, passou os dias estudando e dormindo em seu quarto. Passaram-se varias semanas e ela totalmente voltada para seu estudos e quase não trepávamos .Ao chegar em casa numa noite, ela me beijou na boca e disse que estava com saudades e muitos ciúmes, perguntei por que ciúme, ela disse a Camila falou que ela era uma babaca, “ com um tio gostoso como o seu você não canta ele” achei engraçado e pedi para ela convidar a amiga para estudar outras vezes, ela muito aborrecida disse que isso nunca. Uma sexta feira ela ligou dizendo que a Camila viria passar o final de semana estudando ai bem outra estária.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


incesto contos filho se separa e volta a morar com mae coroacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos com minha prima novinhaflagras de fodas em no parque da cidadecontos fazendo vovô gozarcontos ela me punhetoudeu a buceta no presidio contoscontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãoConto sogra e nora esfregando a buceta na buceta da filhaConto xupei atraz da casacontos eróticos de sobrinhas postado recentementecomi meu primo a força contocontos: puto dando ao ar livreconto de noiva putinha do papaicache:tCqBSJiMNvAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_6_13_orgias.html contos de coroa com novinhochapuleta inchada no cuzinho contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteesposa soltinha e seria com amigos em casa contocontos eróticos minha namorada e amigo no banheiro juntosvidio porno gay em hotéis ospede e garconproctologista me comeu gaycontos.eroticos.so.taradinhas.de.seis.aninhosna brincadeira fez a amigagozarSexo anal "nunca mais fui a mesma"Contos dei pro meu sobrinho e pro seu amigocontos gays mamando no mamilota rasgando meu cu contocontos coloquei so a cabeça do pau no cuzinho da minha filhacontos eróticos papai to com vontadeEu e minha mae no hotel ela ficou nua na minha frente eu disse mae sua buceta e linda raspadinha ela disse me fode filho conto eroticocantos eroticos a inda criaca papai comeu meu cuzinhocontos de hetero casado a bichinha assumudacontos eróticos de casadas rabudas traindo"vai me rasgar" corno viadocontos eroticos zoofilia cadelaContos eróticos genrocontos: sentei no colo do velhocache:r63pyaBUP2YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto-categoria-mais-lidos_4_13_incesto.html sexo contos mendiga estuproporno filadaputa faz devagar o teu pau é muito grande Contos eróticos heterossexualconto tranzar com patraoporno doido costureiro medindo os seioscontos eroticos Netinha dando cu pro vovóminha cunhada quis que eu a visse nuamulher madura em casa fazendo faxina bem à vontade sem roupa ou com roupa calcinha transparentea mulher do meu amigo e muito safada contos eroticosconto humilhada pelo meu Dominadorminha esposa deixa a buceta cabeluda e da pra o meu melhor amigo em relatosSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas putascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos separou pra levar picamarido libera esposa para pagar o aluguel contomulher tem fetiche tama pirocada de travesticonto menino eu era fudido pelos meninos negroscontos eroticospais e filhas novinhascontos eroticos a minha primeira fodacontos eroticos soniferocu arrombado da minha esposa depois da noitadapai enche a rachina da filha de leite videos pornocontos eróticos irmãos paicontos meu primo novinho foi dormir comigo e eu comi o cu delecontos eróticos de vários cavalosconto erotico liberei minha mae pro meu amigoconto erótico fui chantageada pelo meu primo Fernando que comeu a minha mulherviciadano pau do meu irmao contoContos eroticls de quem é esaa bucetacontos eróticos minha mãe me ensinou putinhadar o cu para os pivetes fui arrobamda com prazer conto eróticosfotos de priguitinhas lindascontos eroticos pai mae e maecontos eróticos dormindo com a porta abertaa minha mulher Ela foi arrombada pelo negão como chega eu sentir coisa diferente dentro delacasada recebe proposta indecente contoscontos eroticos a filhinha da empregadamamae linda e brava/contosConto titia e madrinhaporno negonas da coixa grosa e budona que a dora pau enore e prra dentromoleque no ônibus contos eróticos gayMostre minha rola cabeçuda para o cone e falei que ia comer sua mulher quando eróticoscontos adoro. tomar no cuzaoler relato de suruba na casa da comadridopando sogra contosconto erotico fui arrombada depois de casadaconto de noiva putinha do papaicontos eroticos gays com gesseiroscontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadoscontos sado lesbico de incestocom a spgra e a esposa nudismocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto gaguei mas gostei de dar o cucontos abobrinha na buceta