Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

LOUCO DESEIJO

Era uma tarde fria, um fim de outono onde o vento soprava lento e gelado, o ceu azul e ensolarado mostrava falsamente um dia calido de verão, eu estava novamente ali sentado sozinho em casa, moro em um apartamento desses vagabundos construidos pelo governo no intuito de iludir os mais ignorantes. eu esperava anciosamente pela minha vizinha do 245, meu apartamento era o 244 logo ao lado.

Fatima no auge de seus 45 anos demonstrava um corpo ja fofinho e delicioso, com uma gordurinha se mostrando carinhosamente as vistas de um homem louco por gordinha. meu facinio por mulher gordinha e demais, ver seus enormes peitos, e sua bunda suculenta me deixa cada vez mais exitado a cada palavra que colocando aqui amigos,

fatima é demais uma branca 1,70 e fofinha, suas enormes nadegas me facina, suas tetas pulando a cada gargalhada, mãe de dois filhos. dois jovens em plena puberdade, andando com suas roupas esquisitas falando sobre jogos.

sentado na escada a unica coisa que consigo pensa e nos enormes peitos de Fatima, nome de minha sogra, exeto pelo Maria que vem a frente do Fatima, mas tal detalhe aqui e idiotice de mais fala.

e lá vem ela, chegando de seu cansativo trabalho, usa com maetria uma blusinha comum vermelha que exeto pelo enorme volume de seus peitos nada mais demonstra o que deixa minha pessoa ainda mais louca de tesão e curiosidade. o que penso agora é apenas me dedica firmemente ao delicioso mundo das fantasias. relembra a noite passada em que houvi com os ouvidos grudados sem vergonha alguma a parede os gemidos abafados de seu mais llouco tesão, seus urros de uma egua, Francisco nesta hora era um homem concerteza mais feliz que eu, consumia o que era dele por direito, e meu apenas na delciosa punheta dedicada a suas carnes tenras e dignas, imaginava com desejo os gemidos, a loucura de suas nadegas balançado a cada pulo na piroca de seu marido, o mesmo gemia com orgulho e prazer tinha a coroa mais deliciosa do predio sob seu corpo franzino e decrepito, eu dois dias antes houvira por sua boca o desejo que tinha por homens fortes, ela falava com audacia e sorridente avermelhando as vezes de vergonha com mais duas vizinhas e minha esposa na sala, enquanto a outra vendedora de cosmedicos ia rezando apenas para que elas comprassem tudo e mais um pouco...

eu olhava sentado na minha cama as pernas nuas até os joelhos de Fatima, uma perna nao muito branca e forte, umas coxas que se esparramava pelo espaçoso sofá de casa, fica deseijando, pensando que eu estava de pé na sua frente pelado, e ela chupando minha rola grossa e dura as vezes dando leves chupadinhas nas minhas bolas e sorrindo como uma vagabunda, pelada e de pernas bem aberdas demonstrando uma sena vintage acolhedora de sua deliciosa buceta com pelos pequenos, mas peluda uma deliciosa buceta carnuda e audaciosa louca de deseijo por um moreno tarado e tesudo, sua mao se deslizando pela nadega esquerda, e com as unhas arranhado minha bunda e com um apertão chupava estalando a boca em um delicioso gemido, e semi abaixado fazia com que minhas mãos se deslizasse por seus enormes e suculentos peitos, apertando o mamilo amarrom ja experientes de vida.

mas derrepente algo me acerta no rosto era um boneco, um palhaço, a frente meu pequeno garoto sorria alegremente, no meio das minhas pernas meu pau duro amolecia sem meu deseijo ser consentido...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos da esposaúltimo contos anal de sobrinhaContos Eroticos Gratis De Gay COMIDOgakelini fudedodecote peituda contosputinhas de quinze anos xexo uricuiahistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezeu meu marido e a ex noiva lesbica delefudendo o cú da mae de renan conto eroticoconto erotico maecontos eróticos meu primeiro apartamento visinhalesbicacontos eróticosgaysmeu primo de menorcontos eróticos papai to com vontadenamorado domado contos eróticoscoroa dona de banca em teresina dando bucetacontos casada sendo fodida para marido verContos currada 28cmmulher enfio bo cu e entalocontos gays meu macho tirou leite do minha teta e me fez usar calcinhacontos gays abusadoConto erotico pintor comeu filha de sua patroacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteo cu engoliu o pau muito grande contoscontos eroticos incesto fis minha nora chupar na maraconto erotico minha irmã casadacalcinha ate joelhos contos eroticoscontos gay com a mulher em casacontos erodicos toma no cu tomacontos eróticos minha mãe deixou que meu padrasto cuidasse de mimcomtos exitantescontos porno obrigada engolir porra com muito nojocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos novinha funkvideos de porno sogro cardando a moracomenho a vinsinhA e gozando drntro de lacontos eroticos pai estupra filha com amigoscoroa 46 anos cabelo curto enroladinho dando a buceta grandecontos diarista fudeu gostoso traindominha filha veridico peladas e meladas de manteiga no cuconto erotico desafiada pelo marido a dar o cu pra dotadocontos erótico paizão enrabar filho gayContos homem fudendo a vizinha lesbicabunda grandíssima contos eroticos so de pensar gozoconto erótico de homens que tiveram experiência com alguns homensmulher forçada com homem colocado garrafa na buceta delacontos com mamae na fazendafodacommeucunhadoporno tio roludo viaja dd onibus com sobrinhacontos linguada homempassando a mao no grelhomenina matuta contos eroticosdei p meu genro contocontos eroticos transei com meu melhor amigocontos eroticos tatuadorcontos eroticos glaucia cdconto erotico gozar dentro bucetamadre superiora e felino no banheiro e mete nela de sexocontos de putaria em familiacontos eróticos a aposta da esposamarido realizando sonhos eroticos da esposacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosvideo porno de sogra chama o genro para sua casa par dar par eleConto erotico sou morena clara evangelicaConto inses bebados transando.tocando punheta no maracanacontos gays meu pai gozou na minha bocaContos eroticos padrasto.. Febrecocando a xerecona cabeludona por baixo da saia sem calcinhasde tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...crente buntuda mastruboa velha e o pedreiro contos eroticoscontos eroticos familia rentContos minha doce sobrinha melfiz sexo com meu cachorroLóira safada narra conto metendo na coberturaContos erotico casei com minha primacontos eroticos anal iniciando minha filhinhaNamorando a vizinha mais velha contoscontos eroticos/virgens estuprada pelo padrinho