Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

MAYARA MEU ETERNO SONHO

A estária que vou relatar agora aconteceu há algum tempo, mas não é por isso

que as pessoas envolvidas deixaram de sentir o maior tesão quando lembram

delas. O meu nome é JEFEFRSON, já ela chamarei de MAYARA, para que não haja

coprometimentos.



Há alguns verões passados, ano em que me formei, tive que fazer uma viagem

que serviu como uma espécie de conclusão de estágio, e fiquei uns 04 dias

nessa viagem. A noite estava sempre livre, e podia sair, e numa dessas

saídas, resolvi ir a um barzinho, bastante movimentado. ao entrar, deparei

com uma das cenas que jamais esqueceremos na vida, MAYARA, bastante

sorridente, me ofereceu a sua cerveja. Na hora aceitei!



Era tudo o que queria, uma cerveja e uma gata, aliás que gata, nisso,

dançamos, conversamo e uns beijos e amassos rolaram, aliás nesses amassos

fui até um pouco além, no estacionamento, levantei ela no colo e ao descer

acho que acabei deixando a mostra a sua calcinha. Trocamos telefone e no dia

seguinte eu estava alucinado querendo falar com ela para marcarmos

novamente, e marcamos. dessa vez foi num restaurante,mais calmo em que

pudemos conversar. nesse dia ela me apresentou suas irmãs.



Na verdade eu estava doido pra fazer umas boas sacanagens com ela, pois

tinha passado o dia todo com o cacete duro, na época tinha 22 anos, idade em

que qualquer coisa faz o cara ficar de piroca dura, ainda mais uma gata

deliciosa como ela, cheirosa, com uma bela bunda, e além de tudo, muito

sacana. E tinha que ser com ela!



No final ela deixou as irmãs em casa e disse que ia me levar. No entanto deu

uma volta no quarteirão e parou novamente em frente a seu prédio, e disse

que dava pra gente conversar melhor. Fui para o banco do motorista junto

dela e trocamos um delicioso beijo, e ela por cima da calça começou a

segurar a minha piroca. Não perdi tempo, passe a mão na boceta que por sinal

já estava toda meladinha e nos deliciosos peitos que ela tem. Ao contrário

dela, coloquei a mão por dentro da calça, sou muito sacana, e na hora tirei

logo a minha roupa, pois adoro ficar pelado, foram intensas carícias e

rapidinho ela também estava nua.



Chupei muito a boceta dela, toda meladinha uma delícia, toda raspadinha!

MAYARA gozou logo tocando uma deliciosa siririca, o carro estava com os

vidros suados. Apás gozar ela quis sair,mas eu disse, eu também quero gozar.

Nessa ela não se fez de rogada, começou a chupar minha piroca como até hoje

ninguém chupou, engolia tudo, passava a língua em volta da cabeça e

massageava o saco, uma delícia, enquanto isso eu passava a mão nos seus

peitos, na boceta e no seu cuzinho. quando ela dava umas paradas, pois eu

demorei para gozar devido as punhetas que toquei durante o dia, eu

aproveitava e chupava seus peitos e ela punhetava a minha piroca e passava o

dedo indicador na fendinha aproveitando aquele meladinho que saía, sá para

me deixar mais louco ainda. Teve uma hora que eu quis meter, mas ela não

deixou (depois ela falou que foi para se fazer de difícil -é mole?). Aí ela

continuou a chupação e eu passando a mão e colocando os dedos na boceta dela

até que não aguentei, avisei que iria esporrar, e ela continuou a deliciosa

mamada. Que boquete! Acabei gozando na boca da minha deliciosa gata. Depois

que eu gozei, olhei pra ela e falei que tinha avisado que ia gozar e ela me

respondeu que não queria desperiçar meu gozo, que faz bem pra pele. Não me

fiz de rogado e dei-lhe um beijo. Acabei sentindo o gosto da minha prápria

porra.



Depois ela me levou de volta. Ficou no meu dedo o cheiro da boceta dela, que

fiquei sentindo a noite toda, o que foi motivo de pelo menos umas três

punhetas. Uma vez voltei na cidade dela a passeio e ficamos um feriadão

juntos, que será o motivo do práximo conto.



Dessas sacanagens que fizemos, além das lembranças, algumas vezes quando

toco uma punheta gostosa, esporro numa taça, e depois bebo. Adoro quando

falamos ao telefone muitas sacanagens, uma vez toquei punheta na webcam e

ela adorou,falando que continuo gostoso e que a minha piroca é suculenta!

Que tesão é MAYARA!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos erótico Encojando minha IrmaPutinha casada contoEu e minha mae no hotel ela ficou nua na minha frente eu disse mae sua buceta e linda raspadinha ela disse me fode filho conto eroticoCdzinhas litoralcontos enquanto dormia comi minha irma e suacontos de lesbica chupando a buceta eo cu da outracontos/minha cona era apertadinha e virgemcontos sado lesbico de incestocontos eroticos arrombando a gordaContos o cu do gaysconto erotico de o amigo de meu namorado me comeu na casa dele e ele nao viucontos eroticos de trocando filhascontos eróticos infânciacontos eroticos encoxadascontos eróticos policial dominando viadoscontos eroticos dando o cu mais que xuxuesposa caseiro contosmeu filho me comeucontos duas gostosas dando o cu pro homem e pro cão juntasconto erotico gozar dentro bucetamostrei os meus seios webcamPorn contos eroticos escrava gangbang humilhadaminha cunhadinha e virgens peguei a forcacontos tudo enfiado no cumeu primo e minha amiga contos eróticoscomia mae contosmeu vizinho fica me olhando de short"contos eroticos" pai e filhas toplesscontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos de sexo de ladinho com com a irma dormindo ao ladocontos eróticos leite incestocasada vai dar pra outro macho e leva gelcasa dos contos minha bu eta e so para o dogcontos eroticos familiaconvencimeu marido a ser cornocomo se comportar na primeira transa com colega de trabalho conto erotico sougostosa e taradacomendo agostoza da irpregada iu marido ligandoLóira safada narra conto metendo na coberturacontos eroticos com coroas no cinema pornopatricinha ciumenta contos eroticosNovinho bate papo uol contos eróticos gayspai e filinha pequen q deixa pai come ela contosmulher forçada com homem colocado garrafa na buceta delacwb contos de genro e sogra com fotos nuaContos velha gorda deu pro mendigocontos eroticos "novinha" "trapos"contos eroticos arrombando a gordanotei que na hora que falei maridinho ficou de pau duroconto sobrinho mamar na tiacontos abusadas em grupominha cunha deixou eu pega mos peito delaeu e minha mulher fudemos com nosso caseiro e suas filhas juntos contosconto erotico casada viu menino de pau duroconto erótico meu inimigo banheirocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefui sodomizado por varios travestis conto eroticosobrinho convida ha tia para tomar banho debica e transacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteporno profissional com homens fodendo leitoa no ciocontos lésbicas amo minha cunhadacontos a travesti e minha mae fudendoprimeira vez q comi meu amigocontos de sexo mulher tranza cm amigo do marido eo maridocontos minha prima defisiete me viu batedo umaconto incesto minha linda maezihaconto erotico sempre na rola do irmaoconto chupei a bucetinha da minha sobrinha de sete anos que ficava na minha casaContos eroticos sem calcinha estuprada pelo sadomasoquistavirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gayconto erotico tarado comendo buceta da cabrita no.zoofiliaandei com a cara gozada na ruasacaninha conto eroticoseparada e depilada contoscontos de coroa com novinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto erotico tia no trem