Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

CORNO DO CUNHADO DE NOVO

To aqui de novo pra relatar mais uma aventura entre eu minha esposa e o marido da irmã dela. Nossa aparência vocês já sabem, eu moreno, forte, 18x7 cm de pica, minha esposa branca, corpo normal meio cheinho sem ser baleia, coxas grossas, branca e um bocetão de dar inveja em vaca, o cunhado dela é alto, quase dois metros, forte, peludo, pernas grossas e uma rola muito grossa mesmo, uns 15x10 cm que deixa minha mulher arrombada. Bom vamos a mais uma aventura nossa. São anos de transa a três sem o menor pudor ou preconceito, pelo menos de nossa parte, certo dia eu acordei cedo num domingo estava moreno de tesão de meter a três então convidei minha esposa pra dar uma volta de carro comigo, disse a ela que iríamos a locadora entregar uma fita e depois podíamos passar na casa da irmã dela um pouco, como minha esposa sabia que sua irmã estava viajando com a família e Cezar seu cunhado estava sozinho em casa ela logo desconfiou das minhas intenções e me perguntou o que eu ia fazer lá já que ele estava sozinho e provavelmente ainda dormindo, então disse a ela que estava com muito tesão e queria vê-la dando pra ele na cama da irmã dela, Ana ficou meio assim com a situação, mas acabou se excitando com a idéia, então pedi que ela vestisse um short curtinho e uma blusinha sexi e saímos, no caminho eu ficava acariciando as coxas e passando a mão na boceta dela mesmo com as pessoas passando na rua, principalmente quando passávamos em frente a algum bar cheio de homens, ela me mandava parar, mas não tinha convicção do que falava então continuei a excitá-la até chegarmos na casa da irmã dela. Lá chegando Cezar já estava acordado e sozinho como eu queria, entramos e ele foi logo oferecendo uma lata de cerveja, então enquanto bebíamos pedi a minha esposa que fosse fechar o vidro do carro que eu havia esquecido aberto, assim que ela saiu de perto perguntei a Cezar qual a possibilidade de chegar alguém ali naquela hora, e ele me disse que era quase zero, ele então perguntou por que e eu respondi que assim poderíamos brincar um pouco, o que ele logo entendeu e concordou, como o quarto dele dá de frente pra rua ficava fácil de vigiar pela janela.

Cezar então me disse que eu poderia ir pro quarto com minha esposa e ir começando a esquentar que ele ia tomar uma ducha e já iria lá participar, assim que minha esposa voltou contei a ela e Ana ficou meio temerosa, mas acabou concordando, então fomos para o quarto da irmã dela e minha esposa disse que não queria demorar muito por que era perigoso, nisso concordei com ela, então tirei minha bermuda e dei minha rola pra ela mamar, assim que Ana começou a me xupar o cunhado dela apareceu enrolado em uma toalha e entrou no quarto subindo na cama por traz dela e já começou a lamber as coxas de Ana e foi subindo até alcançar sua bunda e ficar lambendo, então tirei meu pau da boca dela e pedi que ela mamasse nele, Ana puchou a toalha do cunhado e aquela tora caiu pro lado a meia bomba louco por uma chupada, minha gata não se fez de rogada, segurou firme a pistola do cunhado e enfiou na boca numa chupeta deliciosa que fez Cezar gemer de tesão, eu continuei em pé tocando uma e ao mesmo tempo de olho na janela pra ver se não aparecia alguém, corno não né? A mulher dando pra outro e eu vigiando, rs, mas adoro isso, Ana xupou um pouco o pau do cunhado dela até virar uma estaca de duro e então parou, nisso Cezar colocou minha amada na beira da cama e começou a xupar sua xana deliciosa que escorria de tesão, como o tempo era curto ele deu apenas algumas linguadas e se colocou na posição para fode-la, Cezar apontou aquela tora na entrada da xana de sua cunhadinha e socou tudo de uma vez, minha mulher sá jogou a cabeça para traz e curtiu o tesão, então me aproximei e tirei os peitos dela de dentro da blusinha sem sutiã que ela usava e Cezar já caiu de língua nos bicos tesudos, parecia uma criança faminta mamando em minha esposa, enquanto isso eu comecei a acariciar o grelo de minha esposa pra ver ela gozando também, claro que aproveitava e descia com dois dedos abertos e colocava a rola de Cezar nomeio e ficava acariciando enquanto ele entrava e saia da xana dela, aquilo era uma delicia, ele bombava forte dentro dela que levantava as pernas a fim de sentir a pica no fundo da boceta, Cezar não conseguiu segurar muito nesse ritmo e anunciou o gozo, começou a gemer forte e gostoso e enxeu a boceta de sua cunhada de porra, assim que acabou de gozar ele se levantou e foi saindo pro banheiro, me coloquei na posição entre as coxas de minha mulher pra lamber sua boceta e fazê-la gozar e limpar sua xana daquela porra toda que escorria e assim que passei a língua ergui os olhos e vi Cezar parado na porta nos observando então ele saiu em silêncio e foi tomar seu banho, eu buscava toda aquela porra de dentro de minha mulher e bebia tudo até que ela não aguentou e gozou esfregando a boceta em minha cara, então soquei minha pica na boceta arrombada e fodi forte gozando em seguida nos levantamos e ela voltando à realidade não quis nem tomar banho, colocou a roupa e fomos para a cozinha papear sem comentar nada sobre o ocorrido ali, mas eu sabia que tinha sido demais essa foda pelo fato de estarmos na casa e na cama da prápria irmã dela, metendo com o marido da irmã. Bom essa foi deliciosa, mas tem muito mais depois conto outras. Adoro ser corno e também quero ter uma experiência com casais bi, se alguém da região de campinas quiser entrar em contato estou aberto a propostas, depois de nos conhecermos podemos colocar minha gata na jogada, meu e-mail é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


tranzando com o cavalo enquamto meu pai se masturbazoofilia gay extraordinárias bizarroscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetravesti novinha de 15 aninhos contos eroticoscontos sou puta e insaciável por rolacontoseroticos primo transou com a prima e ela ficou gravidacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anostirando a virgindade da cadelinhaPrimeiro Boquete Contos EroticoEstourei o cu da crente na viagem contosContos eroticos briguei com o marido dei pra outrocontos eroticos de marido corno bebedor de porracomendo mãe e filha contoacidentado comi minha sogra contosContos o cu do gaysmulheres cavalas de quarenta de bucenta inxada e grelo inormePorno contos erótico entre irmao e irman viajando de feriasContos.eroticos.crentizinha.abusada.no.cuzinhoconto erotico de mulher casada atraído o marido na praia de morro banco,cearaconto erotico barzinho depois servicoContos eroticos boquete com detalhesabri pernas pra meu filho me comercontos eroticos arrombando a gordaMuleques aprendedo a bate puheita na ruacasada sendo enrabada no bailãoeu e minha filha no baile funk contos eroticoscontos eróticosgaysmeu primo de menorchupando a buceta da minha vo dormindo contoconto erotico gay: tenho cinquwnta anos e dei meu rabo para um garoto de desessetecontos eroticos arrombando a gordacontos erotico farmaceutico macho negao fodendo gaycontos eróticos de amigos com mts mamadasdevolvendo esperma no pau do bem dotadocontos eu e minha nora vomos enrabadas na praiaSimone chupando pau de joelhos e levando gozada na bocacontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos eroticos fui bem comida feito puta e chingada de vadia com o tio na fazendaContos eróticos fudendo a irmã casadaadoro usar as calcinhas da minha esposacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteSempre passo o dedo no grelinho da minha netaesposa nua na internet contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos gay Proibidos - Desde Cedo no meu maninhofilho dotado fudendi o pai desejosecretos.comminha mãe me ensinou a engolir porracontos eroticos de esposa safadasContos eróticos cumendo minha tia e lambendo seu cuzinho escurinhocontos eróticos minha tia com calça suplexconto erotico da desvirginadacomendo a carlinha casa dos contosContos eroticos pai come a filha como castigomasagista se marturbando no meio do espediente porhomen preto com olhos castanhos peladinhosXupano apiroca doirmao sentada novazo dobanheroconto erotico encoxando e estuprandoa velhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentequero assistir pornô negra da bundona na Muralhaporno com amiga loira baixinha encorpadinhacontos de coroa com novinhoconto erotico desconfiei de minha esposaContos eroticos princesa estuprada na favelaconto erotico comendo um crossdressercontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaeconto erótico transei com senhora crente e filha juntascontos eroticos enganado virei travestieu curto cunhada casada fica excitada a dançar com cunhadocontos eroticos acordar minha filhaconto erotico sentei no colo com o carro lotadocontos eróticos abusada virgemConto erotico dou safadinha e meu primo aproveito de mimcontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos traindo marido ao ladomeus peitinhos doíam...malhadas e traidoras contoscontos eroticos gays excitantesrabinho impinadinho em fio dental da irmapivete de penes de fora e tocando puietacontos eroticos mamãe apanhandodesde novinha sempre quis ser putinha mas com meu tio foi de mais