Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

PASSEANDO NA PRAIA DE NUD. FODI MAIS UMA ESPOSA II

Passeando Na Praia de Nudismo Fodi Mais Uma Esposa II!





Oi sou o Pretão, Negro, 1.84m, 80 kg, olhos castanhos, esbelto, corpo definido. Vou compartilhar mais uma das minhas muitas aventuras amorosas, neste caso com a Meire (o nome dela não era bem esse chamei ela do jeito que entendi o seu nome) a coroa sueca ruiva gostosa que comi na praia de nudismo na presença do marido. Depois de 30 minutos esperando e nada de Meire voltar então resolvi ir ver o que acontecia entre ela e o marido de longe vi o velho sentado na pedra e a Meire em pé acariciando sua cabeça, com certeza ela já tinha feito o marido corno se conformar, cheguei por trás dela com o pau duro e coloquei entre as suas pernas, como minha vara é grande saiu quase na cara do velho marido dela:



“Olha Meire o tamanho do seu pau, pede pro seu marido um boquete”



“Huuuummmm! Huuuummmmm! Aaaaaiiiiii que gostoso não faça isso pretão!”



“Porra vai tomar no cu Meire não tenho que aguentar isso, o cara te come e ainda vem me zoar, vou voltar pro quiosque você vem comigo?”



“Não vou ficar mais um pouco com o Pretão, pode ir e compra almoço pra gente”



O velho saiu gesticulando falando sozinho, dei de ombros pra ele e me voltei pra Meire, com as duas mãos abri bem a sua bunda e empurrei meu pau pra dentro da sua buceta mais uma vez naquele dia. Meu pau entrou fácil na xoxota super molhada da Meire estava comendo ela em pé, metendo num ritmo mais moderado desta vez, afinal não tinha pressa nenhuma, beijei seu pescoço, apalpando os seios dela, brinquei com o seu clitáris bastante e a Meire gemia sem parar:



“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”





Nesse ritmo iria meter nela a tarde inteira, como estava gostoso transar com a Meire daquele jeito, ela me deu uma bundada mais forte de propásito e acabei desengatando da sua buceta, ela pegou meu pau e masturbou um pouco dando beijinhos na cabeça da minha vara, depois passou a chupar tentando engolir meu pau até não caber mais na sua boca, seu rosto ficava vermelho, os olhos cheios de lágrimas pelo esforço, não intervi deixei ela satisfazer com o boquete mais alguns minutos.



“Meire como você chupa gostoso, isso engole minha vara nessa boquinha gostosa”



“Huuuuuuummmmm! Que pauzão duro e gostoso Pretão”



“Está muito bom o boquete Meire, mas quero meter mais na sua buceta”



“Pretão safado vem me comer então, sá que de frente agora, quero beijar sua boca e sentir o seu pau na minha xoxota”



“Então vai ser assim mesmo Meire”



Ficamos de pé, a Meire encostou-se numa pedra bem grande, mais parecia uma parede, pegou meu pau ficou passando no clitáris várias vezes sem parar, cada vez mais rápido até que teve mais um orgasmo e soltou uns três gritos de prazer tremendo:



“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”



Esperei ela se recompor, a Meire sorria e me beijava bastante, não soltou meu pau nem um segundo, ficou me masturbando enquanto eu puxava o bico dos seios dela. Foi então que ela voltou a passar a cabeça do meu pau no seu clitáris mais algumas vezes antes de colocá-lo pra dentro da sua buceta. Passei a meter mais devagar que antes, enfiava meu pau inteiro na xana ruiva e retirava ele todo e voltava a enfiar tudo novamente, repetindo inúmeras vezes este movimento. A Meire delirava e me beijava cada vez mais intensamente quando estava prestes a gozar ela dava umas mordidinhas no meu lábio antes de soltar mais uns gritos bem prazerosos:



“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”



Aproveitei pra provocar a Meire, enquanto metia fui fazendo com que ela confessa-se que nunca tinha tido tantos orgasmos na vida:



“Gozou mais uma vez no meu pau, Meire?”



“Gozei Pretão, estou ficando louca de tanto gozar”

“Já perdeu a conta de quantos orgasmos teve hoje né?”



“Siiiiiiiiim, Pretão!”



“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”



“Diz se alguma vez seu marido ou outro homem já te fez gozar tantas vezes seguidas”



“Nenhum Pretão, nem o meu marido”



“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”



“Ah! Confessa quem foi o melhor macho que já te fodeu”



Â“É você Pretão, sem duvida é você”



“Ainda quero ver você dizer na frente do seu marido estas mesmas palavras”



“Eu digo Pretão, eu digo agora me come de quatro, por favor,”



“Eu sou foda Meire safadinha”



A Meire foi andando devagar, rebolando aquela bunda grande pra me excitar ainda mais, até que agachou ficando de quatro com a bunda bem arreganhada, com as mãos dei muitos tapas na sua bunda até ficar vermelha, passei a bater com o meu pau na sua buceta algumas vezes antes de penetrá-la e a Meire gostava mesmo de daquilo:



“Aaaiiiiiiiii! Aaaaiiiiii! Aaaaaaaiiiiiiiii! Aaaiiiiiiiii! Aaaaiiiiii! Aaaaaaaiiiiiiiii! Aaaiiiiiiiii! Aaaaiiiiii! Aaaaaaaiiiiiiiii! Pretão bate mais forte na minha bunda”



“Ta gostando safada”



“Huuuuuuuummm! Huuuuuuuuuumm! Huuuuuuuuuuuummm! Huuuuuuuuuuumm! Huuuuuuuummm! Huuuuuuummmm! Huuuuuuuuuummm! Huuuuuuumm! Bate mais esta pirocona na minha buceta Pretão”



“Nossa Meire gozaria sá de ficar parado admirando sua buceta o dia todo, ela é muito bonitinha, gostosinha, cheirosinha, quentinha etc.”



“Ah não Pretão sá olhar não dá tem que meter seu pau nela até encher de porra”



Â“É o que vou fazer agora Meire”



Com a Meire de quatro penetrei meu pau na sua buceta e numa estocada sá coloquei minha vara intera dentro dela e segurei forte pra Meire não escapar da minha investida feroz contra a sua xaninha, ela teve outro orgasmo e mais uma vez soltou aqueles gritos:



“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”



Comecei a sentir minhas pernas ficarem bambas, afinal já tinha mais de uma hora e meia que estava metendo na buceta da Meire sem parar, uma hora o cansaço tinha que bater mesmo. Porém ainda aguentava foder mais um pouco, pra alegria da Meire, como notei que ela gostava muito de dar a buceta deve gostar de dar o cu também não custa arriscar. Passei a massagear com o dedão o cu da Meire sem parar de socar meu pau na sua xana ruiva ela continuou gemendo sem reclamar:



“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”

“Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooohhhhhhhh!”



Então pressionei ainda mais até meu dedo entrar todo no seu cu e a Meire gostou mesmo da sensação:



“Oooooooooooooohhhhh! Pretão safado, Oooooooooooooohhhhh! Fode minha boceta e mete o dedo no meu cu! Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooohhhhh! Assim mesmo que delicia! Ooooooooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooohhhhh! Me enlouquece Pretão! Ooooooooooooooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooohhhhh! Oooooooooooooohhhhh! Ooooooooooooooooooooooohhhhh!”



“Quem te fode melhor Meire eu ou o seu marido”



Â“É você Pretão”



“Você quer receber porra na buceta e na boquinha Meire?”



“Quero Pretão, quero muito mesmo”

“Então pede”



“Por favor, Pretão enche a minha buceta e a minha boca de porra”



Â“É assim que eu gosto, minhas mulheres são obedientes”



Já estava no meu limite, dei mais algumas estocadas na buceta da Meire e gozei fartamente enchendo sua xoxota de porra como ela mesma pediu, senti meu pau pulsando dentro dela ao soltar jatos espessos de esperma no útero da Meire. Fiquei apoiado segurando na cintura da Meira pra não cair pra trás de tão exausto. A Meire esta em êxtase, seu corpo tremia todo e ela gritava sem parar de tão excitada:



“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”

“Oooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!”





Foi um super orgasmo pra nos dois, tirei meu pau duro da buceta dela e saiu muita porra lá de dentro, sentei em uma pedra práxima ao rosto da Meire e ela chupou meu pau mais uns 5 minutos até que gozei na sua boca e deitei desfalecido na areia mesmo, a Meire deitou no meu peito e ficou fazendo caricias no meu abdômen que ela dizia ser muito sensual.



“Obrigado pela transa Meire, foi excelente, estou esgotado”



“Pretão nunca gozei tanto na vida, você me deixou maluca hoje”



“Se quiser mais basta esperar umas horinhas que estarei pronto pra outra”



“Vou querer Pretão, vem comigo lá pro xale, vamos almoçar ai você descansa e a gente continua transando”



“Olha que aceito hein afinal ainda não te comi dentro do mar, mas e o seu marido ele ta puto comigo e a culpa foi dele, sá me defendi”



“Não esquenta com ele Pretão, vou estar lá vou cuidar de você, quero ficar com você hoje, a gente tranca a porta e dormi juntinho”



“Se não for dar muito trabalho pra você Meire eu aceito a oferta completa”



“Fica tranquilo, tem poucas pessoas lá, não vão criar caso conosco, vamos”



“Então vamos Meire”



Como vocês perceberam caros leitores minha vida é assim mesmo cheia de muitas aventuras, muita adrenalina sem rumo certo. Tenho muita sorte pra encontrar mulheres dispostas a tudo no sexo fazer o que sei aproveitar bem e assim vou levando a vida. Sou o Pretão, Negro, 1.84m, 80 kg, olhos castanhos, esbelto, corpo definido e o meu pau mede 27x9cm. Até mais.





Abraço a todos.





Continua..........

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dando pro supervisor contocrente usando calcinha furadaencaixando na buceta meladaesposa na praia de nudismo contoContos eroticos(colei velcro com a vizinha e gostei)Relato de esposas putas dando pra fumcionarios nacontos sarro gostoso com meu genrocontos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhominhasobrinhae sua amigacontosconto erotico de bucetas folozadagatas angelicais a procura de um agarrao 4contos eroticos patrcinhas enrabadas por muitos homenstranso com meu cachorro todos os diascontos eroticos de mulheres tendo suas tetas mamadas por animais e eles metendo nelasmetecao tres machosver travesti de shortinho bem curtinho e bem dotadacontos erótico novinha evangélica cetar sem calcinha no colo do crente que tem um pau enormemadrinhas branca da bunda empinadapapai me come contosCom sunga sempre fico de barraca armadahistoria de mulher cazada que tranzou com seu cachorro bem grandewww.contos eroticos com fotos de comendo a madrastaEu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticoMeu nome é Luiza, tenho 26 anos, 1,70 mcomtos.eroticos mimha esposa gosta de varias rolascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetranzando com o cavalo enquamto meu pai se masturbacontos eroticos orgia nudistacontos erticos de mulheres fudedo se pudo em locais pubicosContos de transas com dotados"anelzinho aberto" gay contoNo motel minha sobrinha ela chupou meu pau eu chupei sua buceta e fudi ela contos eroticos contos de incesto eu comi a bunda da minha mãe taboo sexoainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornôfiz sexo pra passar de semestre contoscontogayporno contos de coroa com novinhocriando o sobrinho banho contocontos eroticos mulher e cunhada jogocontos eroticos de virgems estrupadas no mato por 2contos Recém casada traindo marido com dono da casavídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chameContos eróticos teens boys jogando video game com o amiguinhocontos minha irmã cuzudaDei minha buceta para meu genro na presença de minha filha contos femininocontos de adolecentes escultando.adultos tranzacontos eroticos com sogro e sogravideos mulheres negras coroas de absorvente internocontos eroticos de macho casado dando o rabo na pousadacontos encoxadap*** da bunda grande deixando seu c* todo arrombado com peito bem grandeconto comi minha cunhada deprimidacontos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leitecontos de mulher insatisfeita com maridometendo na irmã dormindo boa f***contos de sexo com velhos babões"ficou aberto" gay contoem casa sou a puta da familia contoscontos eroticos arrombando a gordacontos de surubas inesperadas com esposaao oito ano minha tia me encino a chupa bucetaconto erotcontos gay negrinhocontos erotico esposa de traficante chifra com rival abri vede. sexoavivo. ......... . gstosasocontos eroticos arrombando a gordaPiquena mais ja assanhadinha pelos coroas contos eroticoscoroa da buceta amaciada contosescrava do meu namorado contocondos erodicoscontos ex namoradaconto erotico e imagem maninha destraidaContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2contos eroticos sou casada meu sobrinho gosta de ver filmes pornoconto erotico violentada na escolameu corninho deixou fuder com outro ainda me ajudou chupar a picona do meu machoconyo erotico pai e filha ahh uhh mais metecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentevomitando contos eróticoscomeçando se transformar travesti .. encarando pau enormeeu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eróticos no cu com cachorromulherpedi picagrandecontos eroticos meu tio juniorcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentechantageada e humilhada pela empregada negracontos eroticos meu pai me seguiu ate o baile funk