Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

CORNO DA MINHA NAMORADA PARA SEMPRE

Meu nome é Lucas, e de minha namorada Juliana, desde que iniciamos nosso namoro temos uma vida sexual muito ativa, transamos todos os dias alucinadamente. Juliana é uma morena de olhos verdes, seios médios, porém durinhos e de bicos rosadinhos... Uma bundinha redondinha e grande, pois sua cintura é fina, evidenciando seu quadril, e facilitando pega-la de 4... Pezinhos 37 e lindos, curvinhas perfeitas... Sua bucetinha é rosadinha, macia, sempre molhadinha, pronta para ser chupada... Temos ambos 23 anos.
Durante nossas transas começamos tentar sempre um fazer o outro ir ao limite, disputando quem fazia o outro gozar mais, seja chupando, metendo... Brincando com os dedos, passamos a assistir filmes pornográficos durante nossas transas, o que nos deixáva muito mais excitados, principalmente a Jú, que gemia deliosamente enquanto eu comia aquela bucetinha fechadinha e molhadíssima... Eu não imaginava o que passava sua cabeça, mas comentavamos de quantas vezes já havíamos transado, como havíamos feito, mas para minha decepção ela havia tido muitos mais parceiros que eu, o que serviu de ponto de partida para as minhas fantasias mais alucinantes, certa noite de sexo, eu a perguntei se já havia transado com algum homem que tivesse uma paozão, achando que ela falaria que sim, mas nem tão grande, mas para a minha surpresa ela respondeu:
-Sim!!!
E gemeu loucamente, sua excitação foi a 1000, pronto... Era o inicio de muitas piras.
Eu passei a imaginar ela toda hora transando com um pau muito grande, tanto que durante uma transa eu perguntei, era muito grande??
-sim, enorme... Era muito grosso, minha mão nem fechava em volta dele, e era comprido, uns 24cm, tinha que forçar minha boca para chupar ele.
-mas e sua bucetinha, aguentava tranquila?
-eu tinha que relaxar ela para que ele pudesse enfiar, senão não entrava, mesmo estando toda enxarcada, ele deixava acostumar um pouco, e depois enfiava e tirava ele todo... Huuummmmmm, que delicia
Nem preciso dizer o quanto pirávamos, eu na imaginação dela toda gostosa sendo arrombada, e a Jú na saudade de um pau gigante abrindo ela... Tenho um pau de 18x5,5 cm, é grosso, mas não ao ponto dela não fechar a mão em torno dele
... Foi ai que comecei a perguntar a ela se queria transar com ele novamente, nem preciso dizer que ela quis, e se excitou muito, sempre fantasiávamos ela sendo arrombada, era algo muito excitante, nos amávamos e tinha esse tesão implacável.
Passei a insultar ela, falando para ela achar um dotadão e transar com ele, deixar alguém arrombar aquela buceta, compramos até um brinquedinho, que fazia ela ficar arrombadinha.
Procuramos na internet um parceiro para ela, foram dias, até ela achar um dotado, em que marcamos de nos conhecer. Fomos beber, e conversar... E assim foi ate as coisas esquentarem, partimos para um motel, havia um pouco de silencio no carro, eu dirigindo e ela ao meu lado, imaginando sua buceta sendo aberta novamente.
Entramos no quarto e levemente embriagados, um clima propicio ao sexo, os dois partiram para a cama se beijando, ele foi tirando os peitos dela para fora, e acariciando eles, e ela sacando o pau dele para fora, começou a punheta-lo... Estava meia vida, mas mesmo assim já parecia cumprido e grosso, uns 22 cm sua mão fechava com esforço em torno dele... quando já estava bem rígido ela não aguentou somente punhetar, e caiu de boca naquele pau enorme e grosso, chupando com muita volúpia, enfiando aquela boca macia, passando por toda extensão da cabeçona, e deslisando até o limite da sua garganta, deixei os dois se curtindo, e tocando uma punheta... A fome de minha namorada era descomunal.
Ela passou punhetar e chupar ao mesmo tempo, com uma maestria inefável, maestria esta que revelava seu passado, uma tremenda gostosa que já havia levado muita rola, e chupado muitos caralhos. Edson, nosso amigo, já virava os olhos, quando em um urro, e enorme prazer gozou na boca macia da Juliana, foi tanta porra que chegou a escorrer pelos cantos de sua boca, fazendo com que ela engolisse tudo, e com a língua limpasse o cantinho da boca... Eu num estado de tesão irreconhecível, queria beija-la, mas nem deu tempo, com aquele lindo rostinho de safada, caiu de boca novamente para limpar tudo o que aquele pauzão lhe oferecia, caindo os dois em um 69 delicioso. Se chuparam de maneira deliciosa, o pau de Edson já estava explodindo novamente, tamanha vontade de comer a Jú, que estava com sua buceta alagada, de tanta vontade de ser arrombada... Eu estava com meu pau ardendo, de tão duro e tesao em ver o quanto minha namorada era safada.
Os dois não aguentando mais, partiram para a foda, ela deitou-se no canto da cama, abrindo as pernas, e mostrando sua buceta apertada e encharcada, nossa... Estava deliciosa... Eu tive vontade de fuder ela naquele momento, mas sabia que seria impossível.
-vem Edson, coloca em mim sua pica... Não aguento mais, mostra para meu corninho como uma buceta tem que ficar!!!! Meteee...
Edson passou a pincelar a entrada da buceta, lambuzando sua rola no líquido da buceta de Jú, que gemia... Suspirava... Contorcia de tesao...
E passou a enfiar, bem devagar... Como se sentindo cm por cm da buceta deliciosa de Jú.
-huuummmm... Que deliciaaa de cabeçona, já sinto minha buceta preenchida, abertona... Uuuhhhhh
Via aquele pau esticando a buceta dela, realmente abrindo tudo...
- nossa, que buceta macia, apertada que vc tem Jú, é uma pena que nunca mais será a mesma... Vou deixar você arrombadinha...
Eu sá olhava, louco de tesao, apesar de querer ver ela arrombada, tinha o desejo de vê-la cheia de porra, mas eles transavam de camisinha, por nossa segurança.
Era deliciosa ouvir o misto de gemidos, estocadas, com o som de sua buceta molhada...
-Ai, vai vai vai... Mete mais!!! Uuuhhhhh... Delicia!!! Vvaaaaiiiii... Aaahhhh
To preenchida!! Sua pica esta me deixando aberta!!!
A cada vez que edson enfiava e retirava sua pica de dentro eu via a buceta da jú estufava virando para fora!! Ela estava sendo arregaçada por aquele pau, suas pernas para o alto, e ele no meio metendo com muita força, sá consegui pegar um pezinho dela, que ainda estava de salto, e beija-los, tirei o salto e chupava seus dedinhos, beijando as curvinhas de sua sálinha, enquanto aquele macho a fazia mulher de verdade, se revelando uma tremenda puta na cama... Como eu amava isso.
Edson tirou de uma vez sua pica, e pude ver o rombo, ficou aquele buraco em sua buceta, ela sorria, tremenda felicidade em ser arrombada, me chamou bem pertinho, me deu um beijo delicioso, que ainda pude sentir o gosto da porra de Edson em sua boca...
-Ta feliz meu corninho??
-Muito, você é uma delicia na cama amor, fica linda com uma pidona assim enfiada na buceta... É lindo te ver sendo arrombada
-Então me chupa um pouco, e sente o gostinho dela, para ele voltar a me foder...
Cai de boca na sua buceta arrombada, nem precisava abrir com os dedos, pois minha língua a penetrava, eu forcava minha língua no seu canal vaginal... Percorrendo ate seu clitoris, ela se contorcia... E me disse
-Obrigado amor, agora deixa nosso amigo me arrombar mais...
Ele deitou na cama, e Jú se posicionou em cima dele, levantando aquela tora com uma mão encaixando na entrada de sua buceta... Fui a loucura, pirei mais ainda quando a vi sentar naquela pica... Sua buceta se abrindo toda, e engolindo cm por cm... Até encostar no enorme saco dele... Ela começou a cavalgar deliciosamente... Subindo ate a cabeçona do pau e sentando novamente... Como era lindo ver ela levando rola, gemendo... Como uma mulher linda daquelas podia ser tão puta na cama, indomável... Inssaciavel... Cavalgou gemendo muito
-Hhaa... Hã... Hã...hã...ssssssshhhhh... Aaaii... Ai...ai... Gostosoooo... Vc esta me arrombando, sinto preenchida por dentro!!!!
E cavalgou até sentir que ia gozar... E ao mesmo tempo Edson anunciou que gozaria... Jú aumentou a frequencia da cavalgada, até explodir em um gozo violento, nunca a vi gozar daquela maneira... Gritou, seu corpo estremeceu, e caiu deitada sobre Edson, que gozou muito, via seu pau engrossando a cada gozada... Ficaram os dois deitados, Jú sobre ele, sem se mexer, mais ainda engatados por aquela picona, que mal havia muchado... Uns 3 minutos depois... Ele retirou sua pica de dentro dela, e Jú se levantou... Caindo deitada sorrindo, muito feliz por ter sentido um enorme pau comendo ela..
-espera Edson- disse Jú... E retirou com muito cuidado a camisinha lotada de porra daquela pica, e chupou seu pau, limpando tudo... Não queria desperdiçar nem um pingo de porra.
Quando terminou decase chupado Edson foi tomar um banho, ficando somente eu e Jú ali na cama... Não consegui dizer nada... Ela pegou minha pica e passou a chupar, quando pegou a camisinha ainda lotadissima de porra, e foi jogando um pouco sobre meu pau, e chupando... Foi delicioso, sentir aquela porra densa e branca sobre meu pau e Jú chupando, sorvendo tudo... Quando ela tirava a boca de meu pau via a boca dela melecada com a porra de Edson... Ela chupou muito gostoso, quando veio ate pertinho de mim e disse, me beija corno amado...
Nos beijamos gostoso, aquela boca macia e com gosto de porra... Ela se deitou com as pernas para cima e disse... Me chupa, quando eu estava a poucos cms da buceta ela me repreendeu, dizendo
-Calma amor, sei que tem vontade de me chupar gozada, já que ele me comeu de camisinha, toma isso...
Jogou o resto da porra que havia na camisinha na sua buceta, que ainda estava arrombada, e vi aquela porra entrar na sua buceta... Ela empurrou com o dedo e disse...
-Pronto, cheinha de porra para você, chupa !!!
Cai de boca na buceta dela... Limpei toda porra que ela jogou lá... Ela estava toda molhada de tesao, não resisti... E soquei meu pau nela
Era descomunal como estava arrombada, eu sá senti sua buceta porque meu pau é meio grosso, ela parecia sentir pouco, mas sentia... E gemia
-aaiii... Come corno, olha o que ele fez com a minha buceta... E agora?
Vou precisar sempre!!!
-vai!! Conformei, vão te comer todos os dias, você vai dar todo dia agora para outros amor!!
Comi ate gozar dentro dela... E pude ver ela com a buceta arrombada, e cheia de porra minha, beijei-a, e passei a língua por todo corpo... Ate chegar em seu pezinho...
Depois tomamos um banho, e nos 3 fomos em bora...
Naquela noite ainda transamos muito, piramos muito em nossas fantasias... E nossa vida mudou muito apás essa noite...
Verão nos práximos relatos...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico tia me dando banho junto quando era pequenoa foder a policial na rua contoscontos eroticos gays de todas as idadesele pega ela nos ombros pra chupar sua bucetaconto pai por favor mim enxugainocênciaperdida contos eroticos gay3amigo chupa paus amigosconto.incesto enteadaminha iniciação gay contoscontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delacontos eróticos de upskirt em escoteiravizinho tezudolésbicas ninfetas comendo peitorais de travestisConto herotico lesbica entre mãe e filhinhaconto de sexo casada com estaladorcomendo 5 casadas na festa de confraternizacai casa dos contoscache:K5a2T1gNGzgJ:https://okinawa-ufa.ru/home.php?pag=497 contos depois de 20 anos fui morar com minha mae e no banho ela vou meu rolaocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecu de bebado não tem dono contos eróticos gayA Família sacanagem na praiaA rainha que dava a bunda para os strapon contos mostrou duas picas pra minha esposacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos incesto comendo minha Irma no parque.video come meu cu e me batepor favorconto gay "tem que implorar"conto gaguei mas gostei de dar o cuengravidei minha irmã contoscontos de cornoconto dpcontos eróticos gay taxista Santarém Paráconto erotico travesti trabalhando e foi fodida no trabalhoseios da esposasaindo fora da blusa no sexocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cãofotos de buceta sendo lambinda e gritandoconto incesto gay peludocontos eróticos me obedece putinhadei gostoso pra meu padrinho tocou siririca conto eroticoconto.to.viciado em chupar buceta menstruadahistorias eroticas comendo a irmãSou escrava sexual do meu filho ences,contos erot.gravidas fudendo com picudos/contos e fotoscontos porbo cadela laikaver conto veridico minha baba abusado por minha babacontos erotico ruiva cheia de sardas perdendo a virgindade depois do casamentocavalo enchendo a bucetadeporrapassando a mao no grelhocontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anoscontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos com esposa contando suas putariasconto erotico mulher safada com pedreirocontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anoa mulher do meu irmao putinhavídeo de pornô com as moletinho as mulatinha pornô vídeos sexoContos eroticos da mamae quer ajudar filho a semastubarcomi meu primo a força contoMinha filha Caçula contos eroticosEperiencia zoofilia beijo babadoconto erotico orgias okinawa.ufa.rucache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html meu ex tem ficou duro eroticos contosvendo namorada pau grande grosso traindo gozada porra contosContos eroticos eu e minha familiacontos eroticos gozada em familiacontos e Relatos reais de nora transando com sogro em BrasíliaConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhaminha irma uma pretinh que adora trepa comigo pornocontos casada fode com amigo do mundocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteWww. meu tío comeu meu cualrelatos hetero casado que deu o cucontos sexo gostoso numa estrada deserta e na moto[email protected]mamae beija filhinha contoscontos eroticos alisando a esposa do meu amigome mesturbei no banheiro e agira?duas taradas estruoaram o menino contos    meninas deixando gozar nos seus chinelinhos havaianaspegando hetero casado conto gaymadrasta e seu consolocontos pornos fui estuprado na adolescência e gosteicontos meu marido descobriu quando cheguei arrombadacontos eroticos de incesto deixando a irma com ciumescontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhocontos.praia de nudismo com o pai roludo