Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

COMI A POMBINHA DA MINHA PROFESSORA DE GINÁSTICA

Minha professora de ginástica dos tempos de colégio era o tipo ideal para um aluno tirar o atraso. Morena alta, esbelta, seios aprumadinhos e fartos, bumbum arrebitado e carnudo, lábios provocantes e prontos para serem beijados, um tesão de mulher.rn Confesso que sempre fui tímido para esses assuntos relacionados com namoro e sexo e tive que esperar uns belos 5 anos para criar coragem e chegar junto da professorinha "tesãozinho de adolescente".rn Certa noite, depois de uma festa, noite chuvosa e fria, estava saindo quando minha professora, esqueci de mencionar o nome dela, Mariza, me pediu uma carona até sua casa. Ela mora sozinha e não relutei em entrar para tomar uma saideira e mais um dedinho de prosa. Afinal, não é todos os dias que você conversa com uma ex professora gostosa.rn Depois de tomarmos algumas cervejas e jogar muito papo fora, criei coragem e fui direto ao assunto. Elogiei com todos os adjetivos o corpo bem definido de Mariza que ficou envaidecida e senti que gostaria de mostrar um pouco mais daquela beldade que se escondia atrás da roupa. Sem muito rodeio, elogiei suas pernas, coxas grossas e firmes, suas nádegas que levantava até pau de defunto e seus seios fartos e provocantes. Não demorou até ela ir ao quarto e voltar vestida com um camisão bem mais íntimo e provocante.rn Voltei aos elogios e por fim, ela sentou-se ao meu lado deixando as coxas à vista e não tive outra alternativa senão passar as mãos naquelas pernas deliciosamente bronzeada no seu auge dos trinta e poucos anos de idade. Que mulherão! Pensei olhando os seus seios que estavam praticamente à mostra.rn Mariza nunca foi de meias palavras. Ao notar que eu estava trincado de tesão, levantou e abriu o camisão mostrando o corpo totalmente nu. "Eu sempre soube que você é tarado por mim, então mostra do que você é capaz". Ela disse me encarando olhos nos olhos.rn Um suor frio subiu pela minha espinha quando ela aproximou-se mais e colocou seus seios colados no meu rosto. Tive duas opções, ou agarrava ela ali mesmo e comia no sofá ou começava dando uma lambida naqueles seios deliciosamente carnudos. Optei pela segunda opção e comecei lambendo aqueles peitinhos como um tarado e ela gemendo baixinho fazendo com que meu pênis saisse fora da cueca. Aquilo que era uma mulher de verdade!rn Passei os braços por trás dos seus quadris e apertei seu corpo perfumado contra o meu e beijamos prolongadamente até ela sentir meu pênis enrijecido por dentro da calça encostando em suas pernas. Ela tirou minha camisa devagar, como se fosse uma streeper, desafivelou meu cinto, baixou minhas calças e meteu a boca no meu cacete com toda fúria. Tive que segurar para não gozar naquela hora.rn Depois, pegou em minhas mãos e me puxou para o quarto e antes mesmo de caírmos na cama já gemia gostoso sabendo no que ia entrar. Dei um banho de língua naquele corpo fenomenal, passei um áleo lubrificante, que ela me deu, na ponta do pênis e comecei a penetrá-la lentamente enquanto ela gemia e pedia para devorá-la de uma vez.rn A cada estocada mais forte que eu dava, ela gemia mais alto, até que deu um grito e senti sua vagina mordendo o meu pau, sinal de que havia gozado gostoso. Esperei um pouco mais e depois forcei a barra e gozei duas vezes seguidas dentro daquela bucetinha semi-nova. Um espetáculo!rn Deitamos ofegantes na cama, ela sussurrando alguma coisa no meu ouvido que mal dava para entender e sentou em cima de mim colocando meu pau que mais parecia um mastro dentro da bucetinha aveludada e foi fazendo movimentos subindo e descendo até gozar novamente, enquanto eu chupava seus peitinhos durinhos.rn Foi uma noite inesquecível. Marcamos novos encontros para discutirmos as atividades físicas dos alunos dela e em todas essas ocasiões fizemos a maior festa na cama. É uma mulher que sabe provocar um homem e eu, como um bom pupilo não decepcionei. Em outras oportunidades conto os encontros que tive com Mariza, minha eterna professorinha de educação física do colégio e agora minha grande putinha.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


bucetao arombada de adivogada conto eroticocontos eu marido na prai de nudismocontos eroticos de velhosCasada narra conto dando o cudividi minha mulher com outro comto eroticoconto erotico pedi um desconto para o gerente e ele me encoxoucontos eroticos toda puta tem que da o cu na marra sua cadelaconto erotico casada submissacontos eróticos comei a sogra numa faxinacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteabusando no metrocontos lésbico deu cu para outra mulhersentei no colo do meu primo e perdi a vingidade com eleconto erotico negroempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhocontos eroticos arrombando a gordacontos meus amigos estupraram a minha maecontos reais tia cuzudaContos homem fudendo a vizinha lesbicaminhamulhere meucachorrocontos enquanto dormiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos estupro masoquismo submissãocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefudi.minha.cadela.da.buceta.inxada.Putinha do papai negro contos eróticosmulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarina Contos eroticos de negros dotadosconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos comida com meu namorado na cachoeiracoroas ensaboando cacete do jovencontos duas gostosas dando o cu para um cara pausudofogosá taradacasa dos contos tia 22cmCU arrombado ABERTO madrasta contoconto velho taradoconto gay peniscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto de não aguentei a pica grande de meu avôcontos por causa da chuva comi um cucontos de traicao anal,postados no facebookamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticoconto erotico fui na casa do meu amigo mais seu tio coroa e sarado mim comeu gostoso cpnto gaycontos eroticos dei a buceta para meu tio feito puta e chingada de vadiacontos eroticos travesti sendo estrupadacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos seios mamadas coroasmulher contando putaria em manauscontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto putinha titio espresarios velhosmocinha do cu guloso contocontos dexei minha mulhe tomando no cu na minha frentecunhado insistiu ate da uma rapidinha com a cunhadaconto amigo heterovanessa traindo em casa com cunhado do corno spconto irma com tesaomulher dismaia na pica do mindigohomem deixar você anda mulher toda arreganhada tanto transarminha mae com a buceta peluda contocoleguinha liberal gay contosquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outracontos de comi o viadinho do irmão caçulatacou a piroca na vizinhadei a buceta para o amigo do meu filho contos eroticos gratisarragassa a buceta no 69 e mete a boca a linguapassando a mao no grelhovideos porno minha mulher me satisfazendo na cama presente de aniversáriocache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html contos fudendo casal bi drive inncontos eroticos o tio safado e pintudoMaicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente deleeroticosgameMinha sobrinha ligia conto eroticocontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.fui dominado pela esposa contosconto erotico gay estupradocontos eróticos de vestido leve no sitio fui descabaçadachantageei minha mae contominina pela de mostrngo a busetaContos eroticos de professora batendo punheta no proprio alunoContos eróticos de incesto filhinha caçulinha dando em cima do paicontos eroticos com mulheres estupradas selvagementecontos eroticos fetiche trans branquinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMaicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente delecontos porno os amigos de papai fuderam mamae