Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

O ENCONTRO (PARTE 2)

As tetas duras e jovens de Marta convidavam mesmo a uns beliscões fortes. A boca do estranho estava a deixá-la toda marcada de chupões, o que ainda a excitava mais, ser marcada assim pelo seu senhor! A sua cona transbordava de tão molhada, e o cheiro a sexo naquele quarto de pensão formava um miasma quase visível. Uma palmada nas nádegas faz com que Marta abra os olhos e veja o seu amante que lhe exige que se mexa, que rebole, que o aperte com a sua cona jovem e encharcada até que o faça gozar. Então, surge o pedido tímido "podias gozar sem preservativo?" O amante, sabendo bem o que ela quer, decide humilhá-la um pouco mais. "Queres ir ter com o corninho do João com a cona suja da minha porra? É isso, minha puta? Queres mostrar ao teu corno o sabor da minha porra?". Ela, timidamente, envergonhada, e ainda mais excitada, faz que sim com a cabeça, enquando que com a cona lhe aperta o caralho duro.

"Minha puta suja, e achas que vou colocar o meu caralho desprotegido nessa cona porca?"

Ela abranda, e enrubescendo ainda mais, retira um envelope da sua mala de mão.

"O que é isto, então sua grande vaca, sua porca, fizeste exames para me sossegares? E o corno, fodeu contigo depois dos exames, ou tem feito como vos mandei?"

A voz quase não sai "não voltámos a foder desde as fotos, os exames foi para estares à vontade e me poderes foder sem preservativo", mas a cona não pára e o rabo de Marta rebola em cima daquele caralho. "És uma bela puta, e o João um corno submisso... Ok, tira-me a camisa, e se me conseguires engolir todo encho-te a cona com a minha porra. Pelo menos tomas a pílula, não?"

Marta desmonta a custo daquele caralho que a preenche de forma tão completa. Toda a aparente frieza e os insultos do seu amante estavam a fazer com que ela entrasse num mundo sá seu, se sentisse mais fêmea e mais sensual que alguma vez tinha sentido. João ia adorar a descrição do encontro, isso ela também tinha a certeza. Será que o seu dono deixaria que fodessem de novo, ou ia continuar a exigir que não se tocassem?

O caralho encostado à sua boca fez com que ela voltasse à situação actual. Assumindo o desafio, abriu a boca ao máximo e sentiu aquele caralho duro entrando até à garganta. Era extremamente excitante ver a cara de Marta, submissamente engolindo aquele caralho grosso, começando a ter náuseas. Nada que o fizesse parar, antes pelo contrário, já conhecia a sua necessidade de ser forçada e humilhada. Segurando-a pelas orelhas, conseguiu enfiar o seu caralho todo naquela garganta obediente. As poucas náuseas que ela ainda sentia faziam que a sua garganta fizesse maravilhas no caralho do seu amante. Antes que gozasse, ele resolveu cumprir o prometido. Tirou-lhe o caralho da boca, colocou-a de quatro na cama, e admirou um pouco aquela cona molhada e aquele cuzinho rosado. A excitação de Marta era tanta que tinha as coxas completamente molhadas pelos seus sucos, e até o cuzinho brilhava de tão húmido. Ele não podia resistir a provar aquele sabor, e com a ponta da língua recolheu algum do seu mel. Ela estava tão excitada, que sá sentir a lingua a lamber do seu cuzinho até ao clitáris fez com que gozasse de novo, mordendo a almofada para abafar os gritos. Quando recuperou, já estava de novo preenchida por aquele pau duro e saboroso, que a enchia como o caralhinho do João nunca tinha conseguido. Sentindo-se a mais baixa das rameiras, ela pediu que a fodesse mais forte, que lhe espancasse as nádegas brancas, que a fizesse sua propriedade. As palmadas não se fizeram esperar, deixando marcas vermelhas e aquecendo ainda mais aquela fêmea no cio, que gozou mais uma vez e ainda mais forte quando finalmente sentiu outro caralho despejando porra na sua cona sedenta. Aquela mangueira que lhe lavava o útero parecia que nunca mais acabava, até que finalmente o seu amante a largou em cima da cama. Mal Marta teve tempo de respirar e já estava o seu dono a apresentar-lhe o caralho temporariamente mole aos seus lábios, para que ela o endurecesse de novo. "Vá, mostra que essa boca de puta serve para algo mais que para gemer e pedir! Sabes onde este caralho vai entrar a seguir."

(continua)

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto gay crackEnage de busetaconto erotico homens castradosmae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa pornodetalhes como fui estupradoLóira safada narra conto metendo na coberturadando o cu vigem e nao aguenta tica no cuzinho melhores conto erotico entre genro sogramulher casada vira p*** no baile do carnaval só transa com homem do p********* e grosso para vídeosbusetas mossoroenses carnudasminha cadelinha zoofilia contoscontosconto casal bicontos eroticos com lesbicas bofinhosminha esposa pagou pra ser arregaçadazoofilia espanhola gostosa atualcontos eroticos de empregadaduas irmas com peitinhos crescendo e o irmao chupandocrente se destrai e paga calcinha na igreja videocontos eroticos Araguainamulatas do bundao e pitos caido gostosa.conto comendo uma fumadora de crackocontoseroticosmapau duro na frente da tia contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelatos eroticos esposas estupradascasada recebe proposta indecente contosvideo para baixa de porno home com olho vexadotia gosta de ver pau enorme de sobrinanos 90ho classico Contos eroticos de travetis negra do pau grande e gostosos.vi minha tia nua contoscontos filha bucetudaminha sogra deu o cu para o cachorro contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentesobrinha sapeca tomou no cu contoContos Contos de zoofilia cavalo gozando na barrigacontos eroticos aprendendo a fazer meu primeiro boquete com meu padrinho velhovideo gayzinho afeminado com seu cuzinho lisinho dando o cuzinho pornodoidoConto de putaria com todos os machos da favelaeu minha esposa e uma puta contominha mae com a buceta peluda contoContos eróticos de coroas chupando seios grandes de garota dormindocontos eróticos com o genrovovo.pauzudo.conto+eroticoconto casada gostosa com negao limpando o jardimo maravilhoso mundo das bucetas tesudas gostozissimas ufa que deliriogruda nos pelinhos da bucetacomi meu aluno lercontos curtpscontos eróticos gay iniciado pelo paipadrasto pegando enteado gays novinhos virgenscoroa da buceta amaciada contoscontos minha tia viuva sua amiguinhaestuprada com objetos contos eroticoscontos eroticos com cu ragadoscontos eroticos do R.G.do Sulminha namorada apertando meu pau com a sua bucetamulher que fica um montinho na frente ,e peluda ou tem a buceta inchadaso gotosonna sexos eputariacontos de gay passivo dando pro machoadoro sentar no colo do meu padrastocontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elacantos eroticos meu filho bêbado eu a proveiteimoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticoscontos erotico gay comi meu pivetinhoporno doido zoofilia fetiche cachorro lambendo a bucetafui comida e chingada feito puta pelo meu primoPica de jumento com veiascontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5conto de botei a minha irmã bem novinha pra chora com a pica grande no cu virgeo tio caçula contos eroticos porno gaycontos de sexo meu pai viuvo anoite primeiro meu encouxandocontos erotico de virgem estrupada por a lambida de animalvidiomuher com camizocontos eroticos arrombando a gordaquando a chapeleta inchada entrou no cu a menina gritocontos elas gostam de chupar e punhetaContos eroticos mulher cazada carente tevi ki da pru vizinho de pika muito grande marido descubriu