Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

EM HOMENAGEM A EDY (FIZ MEU MARIDO DE CORNO MANSO

EM HOMENAGEM A EDY (FIZ MEU MARIDO DE CORNO MANSO E VIADO)

>Somos casados e meu marido sempre gostou de me ver ser fodida por

>outro homem; sempre gostou de ser Corno, mas até então sá tinhamos

>transado com homens amigos dele, que me fodiam pra ele ver na nossa

>casa. A primeira vez om um estranho passo a relatar agora, fomos

>passar nossas ferias em salvador a cidade cheira a sexo o tempo todo

>ate a tal acarajé nos dar uma tesão imneso poqrue ela é melhor comer

>com pimenta. Chegando lá, arrumamos um amiguinho. imagina um cara

>bem dotado, 23x7,5cm,; a pica dele qdo esta dura fica acima do

>umbigo, pra cima, espetada, coisa de louco.nás nos conhecemos na

>internt atraves de um casal amigo nosso que já tinha saido com ele,

>chegamos lá, ficamos no hotel e ligamos pra ele. Combinamos e saimos

>à noite. Eu usando um vestidinho colado azul e bem curto com os

>peitos a mostra, claro de calcinha vermelha, bem enterrada no

>rabo. Fomos a um bar, pra tomarmos uns drinques mas o danado sá bebi

>vinho e bem pouco fica o tempo senhor da situação, ai conversa vai e

>vem, ele começou a roçar minhas coxas, meu marido foi ao banheiro e

>qdo voltou ele já estava coladinho em mim, já tinha me passado a mao

>ate na

>buceta. Escorreguei minha mao pelas pernas dele, embaixo da mesa e

>toquei pela primeira vez naquela

>coisa enorme, um volume incrivel. Dura como ferro. Claro que eu

>estava molhadinha. Meu marido notou e

>falou pra irmos embora. Fomos para uma casa de veraneio de um

>amigo dele, na praia do forte. Mal entremos porta dentro, e o

>tarado colou

>na minha bunda, me agarrando, chupando meu pescoço e pegando nos

>meus peitos. Suas maos acariciando minhas

>coxas, com o vestido levantado. Senti a rola quente e grande entre

>minhas coxas, meu marido estava de frente

>e podia ver a cabeça do pau, roçando minha tanguinha e saído pra

>frente. Ai começou a festa... Quando chegamos no apartamento, meu

>marido foi ao banheiro, e o macho avançou pra cima de mim, me

>chupando, pegando nos meus peitos, metendo a mão embaixo da minha

>saia, esfregando minha boceta, enfiando o dedo, parecia um doido. A

>rola do bicho estava enorme, querendo furar a minha calçinha. Ele

>arrancou minha blusinha, e eu estava sem sutiã, ai começou a chupar

>meus peitos, ai eu abri o zíper da calça dele e agarrei meu troféu.

>puxei aquela marivilha para perto da minha boca, estava explodindo,

>com aquelas veias azuis pulsando. Ai meu marido chegou e viu a cena,

>ficou olhando meio de longe, meu amigo, levantou minha saia, e

>colocou o trem duro entre as minhas pernas, pra que meu marido visse

>a cabeça apontando atras, e ficou me chupando a boca o pescoço os

>peitos, enquanto fazia aquele movimento de vai e vem entre as minhas

>pernas, com o cacete babando todo no fundo da minha calcinha, que

>alias era minúscula, mal tapava a boceta. Tirei a camisa dele e

>comecei a me esfregar no seu peito cabeludo, desci a calça dele com

>cueca e tudo, deixei ele peladinho, cai de joelhos e abocanhei a

>rola, puxa como era grossa e dura. fui chupando, tentando engolir

>tudo, mas era grande e eu quase engasgava, fiquei naquele vai e vem,

>ate que ele pediu pra parar senão gozava na minha boca, na minha

>cara, me lambuzava toda. Resolvi obedecer, ai levantei, ele me jogou

>no sofá e arrancou minha calcinha, sem tirar a saia, sá jogou minha

>mini saia pra cima e caiu de boca na minha boceta. Meu marido estava

>elétrico, tirou a roupa ficou sá de cueca e eu podia ver o pau duro

>dele, cheio de tesão... mas ficou assistindo. Meu macho meteu a

>língua em todos os meus buracos, levantou minha bunda, colocou

>almofadas embaixo, e enterrou a língua no meu Cu. Uffff...que

>delicia, ate pulei, minha boceta molhada escorria de tesão e ele

>sugava tudo o que vinha dela. Ai fiz ele se deitar de costas, com

>aquela vara enorme e cheia de nervos, espetada pra cima, fui subindo

>bem devagar, e qdo. a cabeça do bicho centrou na minha boceta, fui

>descendo bem devagar e ela foi sumindo dentro de mim, todinha, cm

>por cm. Meu marido ficou louco, e chegou perto, ajoelhou atras de

>nos, e começou a passar a mão nas bolas dele. Acariciando-as

>enquanto eu engolia a rola. Meu macho gritava de tesão, ai meu

>corninho começou a lamber as bolas dele e a passar a língua na minha

>boceta com o cacete dentro. Uma loucuraficamos trepando por masi de

>uns 45 minutos de todas as formas e posição, meu macho não aguentou

>e explodiu dentro de mim, eu podia sentir os jatos quentes jorrando

>lá dentro, me inundando, me lavando. Ai ele relaxou um pouco e

>tirou, meu marido corniho me deitou de costas, abriu minhas pernas e

>sem perda de tempo, enfiou a boca na minha boceta, bem lá dentro e

>começat a mamar parecdndo um bezerrinho faminto, pois a vara tinha

>deixado um rombo. eu podia sentir os lábios dele lá dentro, e ele

>sugou toda a porra que meu macho tinha deixado lá dentro e eu

>ficava cmando el meu amor da minha vida agradecia pelo presente que

>tinha mim dado em deixar em trepara com u macho de verdade. Saboreou

>como se fosse leite moça. Depois que engoliu tudo, subiu em mim e me

>meteu o cacete pra dentroe ficava quase chorando de felicidade mim

>pedindo para chamar de corninho de chifrudo que se eu não o camase

>assim ele não deixaria eu treparia mas com meumaco picudo . Meu

>macho, ficou louco de ver tudo aquilo. Aproveitou que meu marido

>estava com a bunda pra cima me comendo, e começou a passar o dedo no

>Cu dele. Meu marido gemia e gritava de tesão, ai meu macho não

>resistiu e começou a passar o cacete na bunda dele. Parou assim,

>ficou quietinho e conforme meu marido movimentava dentro de mim, pra

>frente e pra trás, o cacetao deslizava na bunda dele, roçando o Cu.

>Meu macho tentou meter pra dentro, chegou a enfiar um pouco da

>cabeça, mas meu marido, ficou com medo, disse que doía e ficou

>nisto. Acabou gozando em mim, ai fomos tomar um banho, descansar um

>pouco, pra começar a putaria mais tarde. Meu macho seco pra meter a

>rola no rabo de meu marido e no meu. Queria pque queria faturar os

>dois cus de uma vez sá. Ai fomos tomar banho, qdo. saímos todos

>pelados, a rola do nosso macho estava assim, meia redia. e ele

>ficou desfilando aquela maravilha pendurada pela sala, meu marido

>não resistiu e chegou perto, começou a acariciar o cacetão, que logo

>foi subindo, crescendo, e ficando duro outra vez, meu marido

>ajoelhou e meteu a boca, o cacete grande mal cabia na boca dele,

>aquela cabeça enorme sumiu, então ele começou no vai e vem, engolia

>mais da metade, ate na garganta, enquanto isto, segurava as boas e

>as acariciava, fiquei sá assistindo, pra ver no que ia dar. com as

>chupadas o nosso macho ficou tarado, e disse, quero abrir o seu

>Cu... e foi virando meu marido, colocou ele de quatro no sofá e veio

>com o troféu enrijecido. cabeça pra fora, tive que umedecer a cabeça

>e o buraco com creme, ambos ficaram muito lisos, ai meu marido pediu

>pra ele colocar bem devagar, já que era a primeira vez, meu marido

>nunca tinha dado o rabo pra outro macho, sá brincava com o de

>silicone, mas este era de carne, era quente, era grosso, e comprido,

>e ainda tinha os movimentos do macho, tinha veias que pulsavam. Ai o

>nosso amigo, colocou a cabecinha no buraco, e empurrou bem devagar,

>aquilo foi arrombando tudo, meu marido gemia, de dor e de tesão. ate

>que a cabeça ultrapassou aquele anel que o Cu tem, durinho lá

>dentro, ai meu marido sentiu um alivio, pque a cabeça é bem mais

>grossa, e força o anelzinho de couro a abrir...o macho foi

>colocando, e mais, e mais, e meu marido corninho gritando, gemendo e

>com muita tesão, dizia, ai assim eu vou sujar seu cacete de merda,

>parece que estou cagando pra dentro... isto excitava maios o macho

>que socou tudo, e começou a bombar, agarrou meu marido sem piedade,

>e meteu os 23 cm pra dentro com força e tirava tudo e punha de novo

>pra mim ver, aquilo vinha pra fora com cabeça e tudo, e entrava de

>novo, eu vibrava de tesão, e tocava uma ciririca, é muito bom ver

>outro homem enrabando ele, ele de quatro atras e em cima do meu

>marido, meu marido olhava por baixo e via os dois sacos se

>esbarrando. uma delicia...o macho não aguentou e esporrou, lá no

>fundo...enquanto gozava, parecia que metia ate o saco pra dentro.

>Meu marido gemia e gozou, tocando uma punheta enquanto o macho

>gozava nele...ai tirou. desceu uma mistura de porra com sangue da

>porta do Cu...foi uma violência, meu marido mal podia sentar, perdeu

>todas as pregas, mas gostou e disse que agora vai dar pra todos que

>me comerem...Dormimos, na manhã seguinte acordei com meu marido

>chupando o caralho do nosso macho, aproveitei e comece a chupar o

>cacete do meu marido que estava duro como ferro; ficamos nessa

>chupação até o macho esporrar na boca de meu corninho que engoliu

>tudo. Não aguentou e esporrou na minha boca. Tomamos um banho e

>fomos para o hotel; à noite nos encontramos de novo na casa. do

>macho que abriu a porta com o caralho já duro pra fora; eu e meu

>corninho chupamos em conjunto aquele caralho até que meu marido me

>colocou deitada e posicionou o macho por cima e com as mãos

>direcionou o caralho dele até atolar na minha boceta; o corno fez

>questão de enfiar o cacetão na minha boceta; ai pegou minhas pernas

>e entrelaçou o pescoço do nosso macho fazendo um frango assado.meu

>macho socou tudo, enfiou até o talo e socou violentamente até

>esporrar fundo no meu útero. Ele meteu tanto que fiquie dolorida por

>uma semana, toda esfolada de tantoo cu como a bicetinha de mas valeu

>a pena nuca gozei tanto como aquele final de semana. O corno do meu

>marido, agora também putinhado meu macho, reclamou do cuzinho

>arrombado por um bom tempo mas porem fficou feliz e realizado depois

>eu conto outras transa que ocorreu durante o tempo que passamos na

>Bahia hoje sempre nos encontramos desde que meu macho nr. um pode

>vijar, somos um casal bem feliz e nos amamos muito, quem quiser ter

>o prazer que eu e meu maridinho corninho tivemos´pode entrar em

>contato com este macho maravilhoso o e-mail dele é :

>[email protected], ele mim autorizou eu colocar no

>nsso relato. beijos .

>

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


arrombada pelo negão contocontos com a visnha casada escondido oatransei com meu com meus dois professorescontos eroticos dando cu pro filhoporno doido mae víolentada variospaumalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contoinseseto commforcaamanda meu marido.é corno mesmo contoscontos eróticos de mãe e filho, mãe com shortinho atolado no seu bundaocontos eróticos professora com garotinhoscontos eroticos de homens cdzinhascontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosque enganaram e comeram meu cu sem pena contoscondos erodicosso a cabecinha incesto titio contosputinnhas evangelicasMinha sogra me pergunto se eu deichava ela chupa no meu penisMeu cuzinho contosfudeu com um cavalo fetixe d mulher contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos meninaconto minha prima ficou cu arebentadoporno efiando o dedo na esposa e chupa a buceta dela gostosaconto erptico ajudamdo a filha aperder o cabaçoencoxada em coroa em Jundiai conto realContos eroticos novinha estuprada pelo borracheirocontos eroticos policialconto esposa chefesVem amor segure a rola dele para eu sentar em cima, vem meu corninhocontos eroticos gay entre primoscontos eroticos chupei a buceta melada sem sabee e vicieiContos eróticos mães com a buceta peluda e cheiro fortehttp://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20203_perdendo-o-cabaco-na-casa-do-meu-amigo.htmlmeu grelo est louco de tesaoMeu marido deu carona para um estranho e me insunuei pra elesexo brasileiro com irmazinha gostosa na hora da malhaçaoComo posso acaricialo com tesaocontos eroticos surpreendeu a esposahome dar cu usano calcianhadei o cu p meu genro contosContos eroticos saia rodada e fio dentalcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto de vadia explorada por muitos machosempregada é chatagiada pelo patra e tem qui sar a bucetacontos eroticos as amigas da minha filhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos meu pai comeu o'cuzinho na marra eu adoreipica de cavalo nu cuconto eroticocontos eróticos enormes nadegasconto erotico calcinha fio dentalnegoes com casadas-gozando dentro/contos e fotoscontos eroticos enganado virei travestiirma feiz sexo comigo eu gozei na boca delaporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhmetendo com violencoa no cu da gordonacontos de incestos detei de conchinha fiquei de pau durocontos eroticos arrombando a gordacontos porno obrigada engolir porra com muito nojoconto viadinho branquinhoContos erotico de trans estuprano gravidacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosmae pede pro filho ajudar escolher a lingerie incestocontos: safadezas de um velhoconto - amor de pica doentiocontos eroticos arrombando a gordacomendo a tia de pois de beber um vinhoMenina curiosa indo no circo pela primeira vez contos eroticosconyo erotico pai e filha ahh uhh mais metecomia mae contospeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contocontos eroticos pai filha e genroContos eróticos família liberal.2,contos eróticos infânciaPrimeiro Boquete Contos Erotico