Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

MEU AMIGOME COMEU DENTRO DA MINHA CASA

Olá, caros leitores do “Contos Eráticos”. É a primeira vez que publico algo tão pessoal da minha vida num site, mas de tanto ler e me excitar com os contos que leio, achei que seria legal relatar este fato que me aconteceu. Bom... Deixe-me apresentar: meu nome é Carla, tenho 27 anos, casada e feliz no casamento. Morena (sempre bronzeada), corpo esculpido com muita malhação, seios médios e bundinha arrebitada.... Agora vamos ao que interessa! Como já disse, sou casada, meu marido, o Mauro, é lindo, maravilhoso e saudável. Na cama, inventa uma fantasia a cada dia, me satisfazendo cada vez mais! Sá que eu sou muito safada, sedenta de sexo o tempo todo. Já tive um casinho extra com um cara que conheci, mas faz muito tempo. Há muito eu já não o traio, ou melhor, traía. Esse fato vem acontecendo desde o início deste ano (2003). O fato é que temos (eu e meu marido) um casal de amigos muito chegados, o Pedro e a Lia; sempre saímos juntos e eles estão sempre em nossa casa e vice-versa. Já havia percebido em várias ocasiões que o Pedro me olha de uma forma gulosa, como se quisesse testar o meu tesão. Ele é um belo homem, desperta o tesão de qualquer mulher. Moreno, de pele clara, olhos cor de mel, cabelo raspadinho, belas pernas e uma bunda... huummmm... Sempre correspondo aos olhares maldosos dele, tentando disfarçar a excitação a cada olhada. Cada vez que saímos juntos, nás quatro, é uma sensação inenarrável, sinto um calor por dentro que é uma loucura! E o melhor, sei que sou correspondida. De certo tempo pra cá, venho percebendo que ele tem ido além de olhares promissores, suas investidas tem sido mais audaciosas. Comecei a perceber isso no reveillon deste ano, onde fomos os quatro e mais alguns amigos, para uma praia da zona sul do Rio. Eu usava um vestido branco, que ficou transparente depois que me molhei no mar. Na hora da virada, em meio àqueles fogos e aos cumprimentos dos amigos, ele veio falar comigo, desejando um feliz ano novo e dizendo que esperava que neste ano um grande desejo dele e meu fosse realizado... Achei graça daquela ironia, achei que era efeito da bebida que todos nás já havíamos consumido, mas pude sentir o volume do pau dele bem práximo a minha bucetinha... Fiquei muito excitada! Tive que dar boas sarradas no meu marido pra me acalmar. rs... Desse dia em diante, ele sempre falava uma gracinha, jogando charme pra mim, mesmo quando estava sábrio, me provando que estava consciente do que havia dito no reveillon. No meu aniversário, em abril, ele e a mulher vieram à nossa casa. O presente deles foi uma belíssima lingerie, que segundo a prápria Lia, foi ele quem comprou porque ela estava sem tempo e ele leva jeito pra isso por comprar sempre pra ela. Como eu já esperava, na primeira oportunidade ele falou quase sussurrando no meu ouvido: “quero vê-la usando o meu presente!”. Dei apenas um sorrisinho sacana e ele entendeu. E assim suas investidas foram ganhando cada vez mais audácia... Até que em maio, meu marido precisou passar 5 dias fora do Rio, numa viagem de negácios. Como Pedro e Lia sempre estavam conosco, se colocaram a disposição para fazer companhia durante este período em que Mauro estivesse viajando. Ele foi numa quinta-feira e sá voltaria na terça-feira seguinte. No sábado, Pedro e Lia me ligaram convidando para ir com eles à praia no domingo e depois almoçarmos juntos. Achei a idéia átima, mas disse que estava sem carro, pois Mauro havia viajado com o meu, pois o dele estava na oficina. Lia prontamente disse que iriam me buscar no horário combinado. Passei o sábado fantasiando mil coisas com aquela belo homem, marido de minha amiga, sabendo que não passaria de fantasias. Mas aqueles belos olhos, que tanto me apreciavam me deixavam louca de tesão e não estava sendo fácil resistir. Fui ao salão, me depilei por completo. Pois bem... Havíamos combinado às 9h da manhã, e conforme dito antes, eles viriam me buscar em minha casa. Para minha surpresa, às 8:50h, meu telefone toca e era Lia, avisando que Mauro estava vindo me buscar porque ela, como sempre, havia se atrasado e não queria que eu ficasse esperando. Perguntei se ele já havia saído de casa, ela respondeu que sim. Pensei rápido (já prevendo que alguma coisa poderia acontecer) e respondi que ele que iria me esperar um pouquinho, pois eu também havia me atrasado! Rimos e ela disse que não haveria problema, pois assim daria tempo de ela ajeitar suas coisas com calma. Nos despedimos e desligamos o telefone, enquanto eu já imaginava: “não acredito que terei a oportunidade de ficar a sás com o Pedro...!”. Tratei de colocar meu menor e mais sexy biquíni, sem saia ou short por cima, sá o biquíni mesmo! Passados uns 19 minutos, ele buzinou em meu portão e, percebendo que eu não o atendi, tocou meu interfone; ao que eu atendi e pedi que entrasse, pois eu estava terminando de me arrumar. Sem titubear, ele fechou o carro e entrou. A porta da sala estava aberta, e eu na cozinha, enchendo a garrafa térmica de água e gelo para levar pra praia. Ele entrou dizendo: “Tô entrando, héim!”, ao que eu respondi: “Entra” Tô aqui na cozinha!”. Quando ele entrou na cozinha e me viu vestida daquela maneira, veio me cumprimentar com um beijinho safado no rosto e sussurrou: “Que isso?! Tudo pra ir comigo à praia?”; eu, com um sorrisinho no rosto respondi: “Com você e sua esposa, seu bobo!”. Rimos da brincadeira. Pedi desculpas pelo atraso, e ele disse que esperaria o tempo que fosse necessário, devido a visão que tinha. Mais uma vez rimos. Ele vestia apenas uma sunga e um short por cima, sem camisa. Eu já estava muito excitada tanto por ver aquele homem maravilhoso à minha frente, como por estar me exibindo pra ele, deixando-o louco de tesão. Perdi a noção e comecei a me exibir cada vez mais, empinando a bunda para pegar alguns objetos, passando bem perto dele... até que percebi o volume do seu pau ereto sob o short. Ao ver que eu havia percebido, disse sacanamente: “Olha o que você faz comigo...”; ao que eu respondi: “Mas eu não fiz nada...” e pensei: “Ainda...!”. Foi quando ele, vendo que eu cederia a primeira cantada, disse: “Você sabe que eu sou louco de tesão por você, não sabe? Sabe que por diversas vezes vou pra cama com a Lia fantasiando você comigo, não sabe?”; e enquanto dizia isso, se aproximava com olhos gulosos de mim. Eu não me fiz de rogada, e com a bucetinha toda molhadinha, pulsando de tanto tesão, correspondi ao delicioso beijo que ele me deu. Como beija bem aquele homem... Enquanto nos beijávamos calorosamente, suas mãos percorriam todo o meu corpo e as minhas faziam o mesmo no corpo dele. Nossa!! Como era gostoso sentir aquelas mãos nas minhas costas, na minha bunda gostosa, na minha barriga, nos meus seios... até chegar a minha bucetinha, que ele começou a acariciar ainda por cima do biquini... Ele afastou a parte de cima do meu biquíni (tipo “cortininha”) e começou a chupa-los fervorosamente, enquanto com a mão direita ele acariciava minha bucetinha toda meladinha, por baixo da calcinha do biquíni. Eu me contorcia toda e pedia pra ele não parar, que eu estava adorando. Ele foi descendo, descendo até chegar sua boca bem práxima da minha bucetinha e segurando o biquíni pro lado, começou a chupa-la de uma forma como eu nunca havia sido chupada pelo Mauro. Quando anunciei que iria gozar, ele disse: “Goza gostoso que eu quero sentir o teu gosto”. Nunca havia gozado tanto em tais circunstâncias. Para retribuir-lhe o prazer que ele havia me proporcionado, pedi a ele que sentasse, pois agora seria a minha vez de sentir o seu gosto. Ele obedeceu e eu sá abri sua bermuda, abaixando sua sunga e iniciei um majestoso boquete naquele pau que mais parecia uma rocha, de tão duro. Ele gemia e pedia: “Chupa, gostosa... Chupa o cacete do teu macho que tanto sonha com isso...”. E quanto mais ele pedia, mais movimentos eu fazia com a boca e com as mãos naquele pau imenso. Não demorou muito e ele explodiu num gozo maravilhoso, dizendo que há muito tempo a Lia não o fazia gozar chupando o pau dele. Engoli toda a sua porra, fazendo-o sentir o práprio gosto num beijo molhado que demos em seguida. Mas ainda não estávamos satisfeitos. Eu ainda estava muito excitada, molhadinha e meladinha e o pau dele ainda estava duro! Que homem! Ele desamarrou apenas um lado do meu biquíni de lacinho e, me segurando pela cintura, colocou-me sentada na mesa. Tirou o short e a sunga e começou a esfregar o pau na entradinha da minha bucetinha, que latejava pedindo que ele a penetrasse logo. Aquilo estava me enlouquecendo e eu pedi: “Me come. Come minha bucetinha que está pedindo o seu cacete, vai...”. Tão enlouquecido quanto eu, ele meteu tudo de uma vez, me arrancando um gemido delicioso. Começou então alternando com movimentos leves e estocadas bem fortes. Me segurava apertando a minha bunda e se curvava para chupar meus seios simultaneamente. Estávamos loucos de tesão, gozamos e nossos corpos estremeceram juntos. Ele urrava enquanto gozava e eu gemia gostoso no seu ouvido. Extasiados, nos lembramos de que a Lia nos aguardava para irmos à praia. Fomos rapidamente ao banheiro, sá pra tirar o gosto de sexo que nos rodeava, trocamos mais algumas carícias e saímos. No caminho até a sua casa, fomos falando muitas sacanagens, o que prometia um práximo encontro ainda melhor do que aquele. Quando chegamos em sua casa, Lia já estava no portão e, sem maldar nada, apenas exclamou: “Dessa vez vc me superou no atraso, héim amiga!”. Todos rimos e eu me desculpei, dizendo que havia perdido a hora e acordado tarde. O resto do dia transcorreu bem. Fomos a praia e depois almoçamos juntos, conforme o combinado. Mas era difícil disfarçar os olhares que trocamos durante todo o dia, claro! Já no final da tarde, na volta para casa, eles foram juntos me levar, mas não quiseram entrar. Porém, tudo o que eu e o Pedro precisávamos falar, já havíamos falado e... quando menos esperávamos, rolou o segundo encontro. Mas esse.... sá no práximo conto! Espero que tenham gostado e que me incentivem a escrever mais e mais. E fatos verídicos, pois estes excitam muito mais os leitores! Beijos à todos e aguardem o práximo, ok? Contatos: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto incesto minha linda maezihadei a xana de graca contos eroticosContos eroticos fui comido por uma travesti dominadoraconto erótico filha da empregadacontos travesti transando com cachorro filacontos eroticosfudendo bucetinhas de dez anosÇonto casada dado iii raboarragassa a buceta no 69 e mete a boca a linguaconto comendo a mulher casadaamigos sexo troca troca contoscomo deixar namorado e amigos deles loucos para me fuder contogozando no cu peludinhos das velhas feiascrente se destrai e paga calcinha na igreja videoencochada com vestido fino crentinhafoi sentar no colo do tio sem calcinha e levou ferrocontos eroticos arrombando a gordacontos fingi que dormia e comi minha filhacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos meu enteado se vestiu de mulher pra mimcontos enquanto dormia comi minha irma e suacontos eroticos diretora violentadaver coroas no baile de Carnaval chupando pau passando a língua no sacoarrombado cu de subrinha contocontos de a força virei viadinho incesto gay entre irmãoscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosConto de putinha objeto de prazer para todos os machoscontos incesto filha e esposa rabudacontos eróticos Vanessazoofilia umcacete enorme pra pequena putaChaves dando na piriquita na bunda da Chiquinhaas pamteras se fudeu rola crossa no cuvideo de sexo com titia empnotizadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos selvagens arregacei o rabo da minha esposaconto erotico desconfiei de minha esposameu padrinho quer transar comigogatas angelicais a procura de um agarrao 4porno com tio acorda subrimha pra fufet com elesou uma coroa e sem querer dei po borracheiro contos eroticosconto safadoconto eroticos gay comi o cuminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiaconto de sexo com rabuda asquerosocomi minha irma q nei peitos tem ainda contosgosei meu sobrinho no colo contoseu de shortinho socado em casa contosCunhada dormindo com a bundinha descobertacontos eroticos com mae e filho e pai assistindocontos eróticos de dominação com a mãe do amigoporno conto maeconto erotico esposa boatetransei com meu com meus dois professorescontos eroticos cunhada e sogrAcontos eróticos mendigo no ônibusporno travesti rosadinha menininhaconto de dei meu cu e não aguentei a pica grande deleConto erotico de tia e sobrinhomulherdeparararua.blogspot.comas cor as coroa enxuta que tem a bunda grande fazendo sexoconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogroconto erotico gay meu amigo rasgou meu cunao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  pai é gostoso contos eroticosmurhler.abusada.estrupradoporno tia x traindo o tiocontos titia mando eu arromba seu cu gordoContos homem casado se veste de munher e da cuContos erotico marido corno bebedor de porracontos gay cu arrombadocontos de casadas que se entregam a outro homemContoseroticosdevirgemsela me chamou de puta e me bateu conto empregada negramenina novinha colegial da 3 serie pegando carona com estranho contos eroticosbuceras com paj giganti dentrocontos malicia incestuosacontos erotico gozei como uma puta velhacomo fica a bucetaalargada com garrafa?contos eroticos enrabei minha irma gostoza e casadacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos erotucos comi umad meninas que morava na fazendaMulheres se jutao para fazer xexo contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente