Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

A MULHER DE MEU AMIGO, UMA SAFADA

Este conto é real por isso irei mudar o meu nome e da mulher de meu amigo, eu sou o Pedro, branco, peludo, cabelos curto, 1,65 de alt. e 62 kg, ela morena clara, cabelos longos, lisinha até a buceta dela que é enorme é lisinha, mede 1,62 de alt. e 54 kg,bem distribuídos, não é uma mulher larga de quadril mas, o suficiente para me deixar louco, irei contar como tudo aconteceu e as vx que nos encontramos para meter, o nome dela será Valéria, ela é muito bonita e cativante, um dia a Valéria me disse que o seu marido não estava corrspondo a excitação dela na cama, que ela era muito tarada e gostava muito de sexo, começou me falar das posições que mais gostava e coisas do tipo e eu fquei logo de pau duro, o tempo foi passando e as conversas e nossa intimidade aumentando, até que ela começou a se exibir para mim dizer que sá gostava de calcinhas pequenas e eu não resistindo mais, comecei a investir, lhe dava bombom, beijinho no pescoço e ela para com isso se o João (Nome fictício do marido) nos pegar vámos nos ferrar, e aí eu comecei a visitar mais vx, exatamente na hora q sabia q ele não estava em casa e aí começou a surgir os primeiros beijos, e um certo dia sentado em seu sofá, ela com umvestido acima dos joelhos, pedi para abrir as pernas para eu v sua calcinha e ela, disse q não, mas, fui práximo e sentei junto dela lhe dei um beijo e devgar comecei a abrir as suas pernas e contemplei uma calcinha de renda fio dental a coisa mais linda do mundo o engraçado e q me deixou mais louco foi v, q a calcinha não cobria a sua buceta que é enorme e estava lisinha fiquei de pau duro e pedi para xupá-la e de pronto ela disse q não, por muito insistir consegui dá um beijo por cima da calcinha dela se prometesse ir embora, concordei e assim fizemos, fui embora,mas, já não conseguia tirá-la da cabeça, depois ela me confessou q não parava de pensar mais em mim e se masturbava pensando em mim, fui a loucura e começamos assar dentro da casa dela e comecei a pertar sua bunda, peitos, buceta e no esfrega e esfrega pedir para comê-la e ela disse q não q eu tinha q sai, pois, o João estava para chegar, mesmo sem querer saí, não gosto de forçar as coisas, e o encontrei no caminho indo para casa, brincamos um pouco e ele se foi e eu pensei coitado do João, mas, não estou conseguindo me conter mais, tenho q comer a mulher dele e estes encontros loucos foi acontecendo por muito tempo, até q um dia eu a convidei para ir ao motel, ela disse q não e eu tudo bem, um dia por volta das 13:30 h, fui a casa dela e para minha alegria ela estava relamente sozinha sem os filhos q as vx quando ía estavam lá, mas, neste dia ela estava sozinha e seu marido havia dito q sá chegaria por volta das 16:00 hs, então comecei a conversar e em pouco tempo comecei a falar de sexo, ela estava com um roupão, camisola e clacinha, sem sutiã, sentei então no sofá junto dela e beijei-a longamente, então, depois de alguns beijos, ela se levantou e disse q iria para o outro sofá, quando puxeia para cima de mim, ela então começou a respirar mais ofegante e me beijar, eu de pronto joguei o seu roupão no chão e ela ficou de camisola e calcinha amedida q a beijava, passava a mão em sua bundão e acariciava seu cuzinho e buceta, q a esta altura estava completamente molhada, sem aguentar mais, ela joga a camisola e pede para xupar os seus seios bem gostoso e caí delingua neles, ela começo a se contorcer de tesão e a rebolar no meu pau q até então estava por dentro da calça duro como um poste e louco para entrar naquela bucetona gostosa, e comecei a acariciar o seu clitáris cada vez mais e ela gosou gostoso, então a levantei deiteia no sofa e comecei a xupar aquela buceta q sá aí eu tive a certeza do quanto era grande, e xupava e mordia sua buceta e com o dedo acariciava seu cuzinho q era virgem, ela gosou novamente na minha boca e depois me sentou rapidamente no sofá e começou a xupar o meu pau como se fosse a coisa mais gostosa do mundo e acho q naquele momento era, então gosei gostoso, no seu rosto e cabelo, ela disse q eu tinha q ir pois o João estava quase chegando e eu me limpei e saí contente da vida, passado alguns dias, ela foi ao meu trabalho e disse q iria viajar para uma Cidade vizinha a minha, com o olhar mais sacana do mundo, fechei a porta da minha sala e dispensei a secretária, como sou Diretor do setor onde trabalho saio sem dá explicações, disse a ela q fosse na minha frente e chegando lá ligasse para mim, de pronto ela fez, nos encontramos e quando fui a beijar ela disse com medo que alguém podia nos conhecer, então,marcamos para ir ao motel chegando lá, comecei a beijá-la loucamente ela disse q ía tomar um banho pois estava muito calor, liguei o ar condicionado e fui para o banheiro tb, ao chegar lá ela estava nua tomando banho e esfregando a bucetona já toda exciada eu nem preciso falar sonhei muitas noites com este dia, quandocheguei comei a beijá-la novamente e esfregava meu pau em sua buceta, não aguentei mais e enfie meu pau nela de costas para mim, ela rebolava e dava uns gritinhos de desejo de aí... não aguntei mais e gosei como un louco naquela buceta enorme, então, ao mesmo tempo ela gosa tb. daí tomamos o banho fomos para a cama e lá começamos a nos beijar, ela começa a fazer um boquete espetacular e em pouco tempo o meu pau estava duro como uma pedra, ela então pede para calvagar em cima dele e eu de pronto deixei, ela cavalgava como uma amazonas louca em cima de um cavalo e gritava háaaaaaa, áiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, estou me espalhando neste teu pau delicioso, háaaaaaaaaa, mete mais meu cachorrinho, me fode vái, né assim q vc queria meu ursinho gostoso e aí me diz q vai gosar em cima do meu pau, então com força dá aquela esfregada no meu pubis de tão dentro q estava o meu pau pensei q iria morrer de tanto tesão e gosei logo em seguida, toamamos outro banho e ela se deita em cima de mim e começa a roçar aquela buceta lisa e gostosa em meu pau, que em pouco tempo corrspondeu e aí comecei a fudê-la de 4, de lado, frando assado, até q a coloco de 4 denovo, começo a xupá-la novamente e com o dedo começo a acariciar o cuzinho dela, já louco pedir para gosar dentro dele, ela disse q era virgem do cusinho, eu falei q meteria com carinho, comeceia a enfiar um dedinho enquanto a xupava e depois o outro aí o momento tão esperado, ela arribita a bunda para mim e diz vai meu ursinho gostoso, come este cuzinho que será sá teu, fiquei louco de tesão mais ainda e comecei a enfiar meu pau bemdevgar ela começou a se contorcer e dizer q estava doendo, então, ei um tempinho com meu parado e enfiei de novo, até topar minhas bolas em sua bucetinha q estava ensopada a esta altura, e aí comecei um vai e vem bem devagar e ela não aguentou e pediu para eu terminar de comê-la no cuzinho depois, pois estava doendo muito, parei muito triste de comer o seu cuzinho gostoso e meti naquela buceta linda e aí em pouco tempo gosamos novamente, ela primeiro e eu depois, tomamos banho, pedimos um lanche e ficamos lá por algum tempo, nús e abraçado na cama, sá fazendo carícias um no outro e nos vestimos e fomos embora para casa, daí para frente ficamos namorados escondidos e tivemos outros encontros q contarei para vcs depois. Um beijão.



Sou de PE e se alguma garota ficar a fim de me conhecer melhor e se quizer entrar em contato, meu e-mail é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


peito peludo conto gaycontos eroticos arrombando a gordacomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhosContos eróticos tremconto erótico velho fode viadinhocontos eróticos dei o cuComtos casadas fodidas pelos empregados do maridomoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosquadrinhos pornos de patrao dominadorcontos erótico de primo trazendo e gozando na bocitinha e no cuzinhoconto erótico incesto feminino mãe confessa que lambeu filhapornodoido transando na frente dos outros discretamentecontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscomo fuder com banana verdea morena virtual itaperuna rjeu conto sou casada meu cunhado me pegou a focarealizei meu sonho comi minha tia perdi a virgindade conto eroticocontos eroticos vi minha esposa me traindocasadas raspadinhas contospeitinho e ppipocas peludasno colo conto gayContos eroticoseus.filhoscontos eroticos meu professor me deu uns amassos e colocou pra mim chupar seu pau em sala de aulaconto gay "tem que implorar"bucetiha tihoconto erotico lesbica masculina escraviza mae e filhacontos eroticos espermaConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barcontos eroticos fui bem comida feito cadela e chingada de vadiaconto porno rola grandeContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhacdzinhas como tudo começou contosContos erotico amigas devendoconto erotico de sogro fudendo a noramoleque no ônibus contos eróticos gaycontos safadezas com a tia casada inrrustidaconto erótico minha empregadinha novinhacontos eróticos titio encheu minha bucetinha de porra pornoaçeitou suruba com amigos sua vizinhacontos eroticos eu minha mulher e um travestisconto esposa recatada e crentinha parte 2comi minha cunhada, contosgrelhuda funk bailecontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidaConto vontade de treparela queria dar uma dançadinha no quartobucetas ticos grelosFalei pro meu amigo enrrabar minha esposa enquanto ela dormiafotos de cus peludos e aregasados gayscontos eróticos comedor a família todaminha irma seu cu cheiroso contosTraveste.mim.feis.grita.com.pau.no.cucomo erotico dei para ocavalocontos mijou na minha bocacontos eroticos - arrombando cuzinhoSonifero contosdando pro genro. contos eróticoscontos eróticos meu padrasto lambia minha buceta como loucoduas mulher do Jordão baixo chupando b*****meu carçereiro gostosoincesto com a titia praser abesoluto contos conto erotico comi mae e filha com chantagemcontos pesados de arrombamento anal de evangelicass a forcaConto erotico cuidando de minha enteada1coroas peladas com o corpo melado de margarinawww.minha tia chega em casa com cerveja e me da sua puceta eu tomado banhoconto erotico arrombei o travesti do baile funkeu meu irmaozinho e nossa cadela contos de sexocontoseroticosabusadasfilha Pare contos eroticosver rapasea novos grizalhos pelados de pau durocu arrombado da minha esposa depois da noitadacomendo a deficiente contos eroticosachou gorda no mato e rasgou cu delamae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa porno