Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

SAUDADES DA MINHA GERENTE

Olá! Podem me chamar de Martinha. Sou bi, mas meus maiores desejos e fantasias são com mulheres.... sou tarada por uma boa noite com outra mulher!

Vou falar sobre a minha primeira vez... com uma mulher.. quando esse fogo todo começou...

Eu trabalhava em uma loja de roupas femininas, tinha 19 anos, e um corpinho escultural.

Nessa loja havia uma gerente. O nome dela era Fernanda, e apesar de ter 40 anos, era muito linda, com tudo em cima. Ela parecia ser uma heterossexual normal, mas eu percebia que de vez em quando ela olhava para o meu decote, para as minhas pernas...

Algumas vezes ficava até tarde na loja com ela, para ajudar a arrumar o estoque. Ficávamos sá nás duas, trancadas na loja... Eu notava que ela sempre vinha com um olhar sedutor para cima de mim. às vezes chegava até a tocar meus seios, inventando desculpas do tipo "tinha uma sujeirinha...", ou então era a minha bunda o alvo daquelas mãos macias... Percebia que não eram simples toques, simples olhadas, e eu procurava fugir, pois era uma hetero... ou pensava que fosse...

Comecei a me excitar com esse tipo de comportamento dela. Algumas vezes chegava em casa e mal conseguia dormir, pois não conseguia parar de pensar nas mãos dela, o que me assustou no começo, mas apás um tempo fui me acostumando, e apás pensar muito, cheguei à conclusão de que eu estava louca de desejo por ela, e queria experimentá-la...

Esperei o dia certo. Nás ficamos até tarde na loja, como de costume. Ela me lançava olhares e mãos, e desta vez, comecei a retribuí-los...

Ela percebeu o meu desejo, eu percebi o dela, estava tudo perfeito. Fazendo um certo "charme" me virei e fui aos fundos da loja, e de repente, senti as mão de Fernanda me puxando minha cintura, ao mesmo tempo em que me dizia coisas no ouvido, o que me deixava tarada. Virei e começamos a nos beijar. Quando nossas línguas se encontraram eu explodi de tesão, sentia minha calcinha molhada.

Fomos para o fundo da loja. Estava tão excitada, que sá de andar, e roçar minhas pernas, umas nas outras, quase tive um orgasmo, logo de cara... Embaixo da escada havia um cobertor, deixado lá por Fernanda, para aquela ocasião (a safadinha pensou em tudo). Ela o estendeu no chão, enquanto eu tirava minha camisa. Estava com medo, mas o tesão era maior. Deitamos e nos beijamos ardentemente, como se fosse o nosso último beijo. Como toda "ninfeta" fiquei deitada, passiva, assistindo-a se despir, ao mesmo tempo em que rebolava para mim, me deixando completamente doida... Naquele momento eu precisava dela mais do que qualquer outra coisa no mundo.

Ela ficou toda nua .Era linda, com seios médios, bumbum arrebitado... um corpo perfeito. Se ajoelhou ao meu lado e começou a guiar minhas mãos por seu corpo. Acariciava aqueles seios deliciosos, e enquanto isso ela tirava minha roupa. Tirou meu sutiã, beijava, mordia meus mamilos duros de tesão. Tirou meus sapatos, minha saia, e começou a lamber minha xotinha virgem, por cima da calcinha mesmo. Enquanto beijava minha bucetinha, apertava minha bunda e eu passava as mãos em seus cabelos.

Ela tirou minha peça íntima, e passou a me chupar... minha nossa! Chupar era uma coisa que ela fazia muito bem. Ela me virou de quatro. Dava tapas na minha bunda e ao mesmo tempo enfiava a língua na minha buceta, às vezes no cu também. Nesse momento eu gozei, intensamente. Fernanda sabia como dar prazer a uma mulher...

Ao perceber que estava gozando, ela me deitou novamente. Trançamos nossas pernas, e passamos a roçar nossas vaginas. Ficamos um tempo assim, até que gozamos juntas. Desmaiei de tanto prazer.

Estávamos cansadas, e ficamos deitadas, conversando, nos beijando, e logo fomos embora. Ela me levou até em casa, e meu deu um beijo de despedida. Eu sabia que aquela relação não acabaria por ali.

Continuamos juntas (escondidas) por quase um ano. Nesse tempo aprendi muitas coisas com a Fernanda. Fui passiva, ativa, transamos com mais mulheres ao mesmo tempo, e muito mais.

Já tive muitas mulheres, muitos homens, mas ninguém nunca me satisfez como Fernanda... quem sabe um dia a reencontre?!

; )

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico a mulher me encoxou no onibustio come sobrinha e irmã conto eróticosokinawa-ufa.ru chantageadaconto porno paimulher forçada com homem colocado garrafa na buceta delaContos eroticos chantagiei minha irman casadapassar margarinas na buseta e no cuCU arrombado ABERTO madrasta contorelatos contossexo menininhas 9 aninhosConto gay com cantoContos eroticosdonao que sua esposa achou do menage femininoporno brasileiro tia pasando u pano na casa e pega sobrinho na punhetagozando la dentro da buceta vermelhinha da dimenominha esposa me convenceu dedos no cu conto hormonal femininosContos eroticoseus.filhoscontos eroticos entre camioneiroscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontoseroticospossuidacontoseroticos mulher casada leva negao pra casacontos eróticos cunhado retardadominhas sobrinhas conto eroticoviciada no pau do meu cachorroContos namorada e o pirocudominha mulher alargou meu cu contocontos eróticos gay dei o cú sem querervideos de professores bonitos brancos musculosos com barriga tanquinho transando com a alunacontos eroticos fetiches. suzane deu pro paiesposa nua na internet contosdindinho comeu meu cuzinhocontosgay no vestiariocontos eróticos gay meu sobrinho rabou meu marido na minha frentecontos eroticos com a dona da pensão casadacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestivelha da buceta grande contosmulher faz strip antes de comecar zofiliabuceta carnuda comtos de sexoela chupeu monhas bolas a noite inteirachupou o pau no karatê ele gozar na cara delacontos erotico mayara piercingGay passiva com dois negoes contoscontos eroticos meu tio meu amante casa de vovoconto erotico viado vai pro baile funk e da o cu pro travesticonto minha esposa rabuda deu pra familia todo na salacontos eróticos escravo de minha irmãas busetao.mas abertos e mas gostozas do mundo porno ater das eguascontos eroticos no escurocontos com fotos tia e sobrinho baixinho realRebola no pau do papai contoassistindo mais meu padrasto coladinho e ele de pau duro contos eroticoscontos eroticos da infância incestoConto erotico bigodeporn contos eroticos enteada gangbangcontos erotico meu padrinho estava com shorte de,jogador ai eu so de sainha passei esfregando a bunda na frente delecontos eroticos de pais esposa e filhas em praia de floripacontos eroticos feminino cunhadoconto minha mulher gosta quando levo ela nas festinhasAbrindo as pernas para o sobrinho contoonto de encesto meu filho mora sosinhoeu meu marido e a ex noiva lesbica deleacabei com o cu da minha subrinha contos eroticos pornocontos excitantesde sexocontos eroticos de faxineiras coroas safadascontos de coroa com novinhocontos eróticos teen apostacontos porno sou puta dos meus cachorrosconto comi gostoso bocetao da monha maecomhendo ass evangelicas contos eroticoscontos eroticos apostei meu marido e pediresposa comvemceu maridu deixa. ela da para outro..comtos eroticosconto erótico dominando casada bravaconto de transa com o amigo do meu pai