Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

NA LEITERIA DO CINEMA ÍRIS

Viajando ao Rio de Janeiro dei uma escapada ao cinema Íris, na Rua da Carioca. Sou um viado de já 50 anos, com experiência desde muito garoto, e adoro leite, se é que vocês me entendem. Entrei no cinema e fui logo para o segundo andar, que é onde rola a putaria. Dei uma geral e, logo, vi um negro enorme, de uns vinte e poucos anos, encostado numa das paredes. Ele punhetava o seu cacete, que devia ter uns vinte centímetros e era bem grosso. Cheguei mais perto e sentei-me, estrategicamente, numa cadeira de plástico bem em frente a ele... Fiquei olhando pra ele e passando a língua nos lábios... Logo ele se aproximou abaixou-se e falou no meu ouvido: - pra chupar, são dez reais... E eu disse a ele que pagava vinte... se lê gozasse... Ele disse que tudo bem e pediu para virar a cadeira para que ele pudesse ver o filme enquanto eu o chupava... Comece a mamar aquele cacetão delicioso bem babado, como aprendi quando garoto, alternava engolidas, mamadas na cabeça e nos ovos do negão. A pica era mesmo enorme... uma delícia. Ele dizia coisas como: - chupa a pica do negão..., engole o chocolate... Não demorou e ele esporrou em minha boca, um leite grossinho e quentinho... Limpei o caralho com gosto e paguei a ele trinta, pois ele mereceu... Fui a banheiro e outro negão, que tinha visto a cena, inclusive do pagamento, me seguiu até lá. Este tinha uns trinta e poucos anos (gosto mais dos mais velhos...) e era mais corpulento, com um bigodinho sacana... rsrsrs. Ele apalpou a pica por cima da calça e eu respondi com a tradicional língua nos lábios... Entrei num reservado e fiz sinal para ele me seguir. Quando ele entrou eu já estava sentado no vaso sanitário, e ele já abriu as calças e tirou a pica pra fora dizendo: - você me dá um trocado? Assenti e já caí de boca na rola. Não era grande como a do garoto, mas era uma bela pica... Mamei gostoso e caprichei nos ovos, pois a posição ali ajudava, ficando com um ovo e outro na boca enquanto punhetava... O cara esporrou segurando a minha cabeça com força – já estou acostumado, homem adora fazer isso, e sá viados deixam... rsrsrs – de modo que mal senti o gosto da porra, que foi direto na garganta, sá pude sentir o gostinho na volta da pica, que deixei limpinha... Dei vinte reais pra ele, que agradeceu muito. Rodei um pouco e continuava com sede... rsrs. Vi um travesti negro e me interessei, quando passava por “ela”, olhava para a direção do pau... Percebendo, ela sentou-se numa das cadeiras de plástico e deixou o pau sai pela barra do vestido. Chamou-me e perguntou-me se eu queria um programa. Eu peguei na pica e disse que queria uma chupeta..., e ela disse: - tudo bem... Tentamos um reservado, mas estavam cheios, então fomos para um cantinho e eu mamei uma pica preta não muito grande, mas bem gostosa... Fiz o traveco gozar na minha boca e bebi mais uma dose... paguei vinte reais. Já estava quase indo em bora, quando reparei um senhor negro de uns cinquenta pra sessenta anos (negros são difíceis de avaliar, talvez tivesse mais). Ele apertava a pica e olhava o – já começado – striptease no palco do cinema. Sentei-me numa cadeira ao seu lado e olhei para a pica, passando a língua nos lábios. Ele tirou a pica e eu vibrei... adoro homens mais velhos e negros! Abocanhei a caceta ainda mole e pude senti-la endurecer na minha boca... Chupei com vontade redobrada... bem babado... Passava a pica no meu rosto... ele adorou...rsrs. Mamava os ovos punhetando a peia encostada na buchecha.... Ele sá olhava e murmurava: - viado gostoso..., mama filho-da-puta... Ele cansou e sentou-se, eu ajoelhei e continuei a mamar... Gosto da sensação de ficar de joelhos prum macho, mas, como não sou mais garoto, depois de alguns minutos sentei-me na cadeira e, entendendo, ele ficou de pé novamente... Mamei muito aquele negro, acho que sentindo pena de mim, ele começou a masturbar-se e chamou-me para a pica na hora de gozar... Engoli uma boa dose de porra e deixei o pau limpinho... Chupei quatro picas pretas, as minhas preferidas, e devo ter tomado meio copo de porra, volto para Minas satisfeito. [email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos duas gostosas dando o cu para um cara pausudocontos eróticos de i****** avô e avó juntos f****** a b***** da netinha novinhacocando a xerecona cabeludona por baixo da saia sem calcinhasconto porn insetuosocontos eróticos CCBConto mete ui ui ui meu cuver rapasea novos grizalhos pelados de pau durocontos eroticos femininos de casadasconto erotico com padrastoContos a mendiga da buceta largaso rola melado cuecas fotosminha esposa na chacara contoscontos eroticos meu vizinho mim estrupo eu era pequena tinha oito anosVanessinha criando pelo na xaninhaporno zoo insesto e dominacao en contos eroticosContos mamae é a puta da familia e dos vizinhosContos eróticos comendo uma travestir lindaesposa nua na internet contoseu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus contos eroticos punhetasnamorado domado contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos orgia forçada peladas e meladas de manteiga no cutanguinha suja contos eroticosgays cornos contos no cinema vídeosgozando na submissa deitadagostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladaAmigo do meu filho me fude junto com minha filha contocontos de pau grandeContos eroticos cofrinho esconde escondeGozei no pau do meu irmão contoscontos porno pedreiro pica jumentoconto porno mulher gosta pau 25cmcontos eróticos enteadosmurhler.abusada.estrupradocumendo a prima vingwmcaravda pica imenca rasgando bucetasexo e esganaçaoestórias eróticas reais de sequestrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos trans cunhadaconto eróticos mãe fala meu filho e um cavalocontos erotico dominadaeu dechei meu cunhado meter 4 vezes na minha xaninha yahoofilme pornô minha prima gravata preta para mimmulheres casadas com picudos/contos com fotoscontos porno chupetinho para um adultochupei o grelo da minha amante contos eroticosos melhores contos de gang bangCArnaval Antigo com muinto trAveco fazendo surubacontos eróticos e fetiches paguei boquete no meu irmãoconto erotico minha namorada e meu tioConto gay com eu meu pai é pedreiroconto erotico viado velho humilhado por macho dominadorchantagiei a novinha a mi dar contosArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contoscontos eroticos de vovosubrinho ve tia fazendo sexo araz da portataras de ficar olhando outroa fudercontos eroticos sogra de 65anoscontos erotico a minha nutricionistacontos eroticos de travesti bemdotadosó umbiguinhos lindos e peitos durinhoscontos eroticos arrombando a gordaEnsinando a maninha a foder contos eroticosgruda nos pelinhos da bucetacontos eroticos negaoContos esposa e filha amigosconto erotico princesa aronbada na favelacontos eroticos esfregando devagarinho o pau por trasconto gay metemos.o dia todoconto eróticos mãe fala meu filho e um cavalocontos erotico liberei minha esposa para sair com outro machomae crente fudendo contos eroticoscontos incesto filha e esposa rabudawww.contos lutinhas com mamaemae leva gozada na boca de fio travesticontos eroticos minha namorada virgemmarido de marleni vendo ela transarcontosperdendo a virgindade bem novinhapornobuceta.com/homens so quer saber de mamar em peitoes das safadasmulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarinacontos chorei na picaAmigo do meu filho me fude junto com minha filha contoContos gay saindo de carro a noite vestido de mulhercontos eroticos crossdresseres na escolacontos eroticos titio comedor de cuContos eróticos molekas virgensContos eroticos estupros coletivos veriticosdei p meu genro contocontos eroticos espermacontos eroticos porra estrago