Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

VICIANDO EM PAU GRANDE

VICIADO EM PAU GRANDE



Num evento com um colega de quarto fantástico. Alto, coxas grossas e um pau muito bonito, vi no banho, mole, mas grosso e longo. Imaginei aquilo duro, fiquei com tesão. No primeiro dia me insinuei, elogiei seu calibre, mas ele não se tocou. Na segunda noite, tornei a elogiá-lo, mas nada. Como já era tarde, deitou e logo dormiu.



Quando voltei do banho, ele estava ressonando, deitado de lado, coberto pelo lençol. Voltei para o banheiro, passei creme nas nádegas para ficarem bem lisinhas. Peguei outro creme, passei no cuzinho, enfiando dois dedos, para alargar um pouco e espalhar o creme nas bordas. Quase gozei.



Coloquei uma calcinha fio dental. Quando coloco uma langeri assim me transformo, viro uma perfeita menina, louca para ser enrabada. Criei coragem. Levantei o lençol ele estava sá de cueca.



Me virei de lado e fui encostando nele. Não sei se fingia dormir, ou por instinto, esticou as pernas. Empinei a bundinha e direcionei-a para o volume. Mexi, pressionei devagar e senti o calor. Me posicionei e empurrei mais. Em seguida senti que o volume estava aumentando. Funcionou, pensei.



Sinal aberto, fiquei à vontade para agir. Levei a mão por baixo, baixei um pouco sua cueca e o pauzão ficou livre. Entre minhas pernas, apalpei e senti o calibre, grosso, grande e cabeça igual à uma pêra. Abri, empenei a bunda e de calcinha mesmo comecei a pressionar o cuzinho contra a cabeçona, fazendo um outro tipo de reconhecimento. Tremi de tesão, o cuzinho, pronto para ser comido, piscava sem parar.



Ele acordou. Apertou minhas nádegas e viu que eu estava de calcinha, bufou de tesão, me apertando e pressionando o pau na minha bunda. Não sabia que você queria dar pra mim, disse. Quero, respondi. Coma essa bundinha, coma, quero sentir todinnnnho dentro de mim. Virei a cabeça para ele, me espreguicei, empinei e escancarei o cuzinho para ele. Agora sou tua mulherzinha, quero receber esse pauzão laaaaaaaá dentro.



Deixa eu comer o teu pau, deixa. Ele empurrou o quadril para frente, parecia uma estaca. Encostei o cuzinho na cabeça, rebolei um pouco, me ajeitei bem, forcei um pouco e senti a cabeça entrar. Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, uiiiiiiiiiiiiiiiiiiuuuuuuuuuiuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, que grande, tremendo de tesão. Deu um estalo, senti uma corrente elétrica percorrer toda a espinha, o momento mágico de ser enrabado. Fiquei parado, sá os músculos de meu cuzinho se contraiam.



Tomado pelo desejo de sentir tudo, abri mais a bunda e pressionei mais, foi até a metade, sentindo prazer centímetro por centímetro. Parei novamente, pisquei mais e gozei pelo meu pau, sá pela sensação de ser penetrado por um macho. Agora quero gozar pelo cu feito uma mulherzinha. Procurei relaxar e pressionei mais e uiuuiuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiuiiiiiiiiiiiiiii, senti as bolas dele encostar na minha bunda. Me abri inteiro, empinei mais e outro momento mágico, o de estar inteiramente enrabado por um pau grande, cheio de veias e pulsando nas profundidades do meu cuzinho, deliciaaaaaaaaaaaaciaaaaaaaaaa. Arde, dái, pressiona feito um furacão, mas deixa a gente submisso.



Sensação incrível, sá quem já deu sabe o quanto é bom. Fiquei um tempo parado, sentindo prazer de ser invadido. Sem controle, meu cuzinho disparou a contrair feito uma buceta, parecia morder o cacetão. Outro momento mágico, gozei pelo cu, rebolei como uma cobra hummmmmmmmmmmmhummmm, aiaiaiaiuuiiiiiiiiiiiiiiiii, apertando, mordendo em toda a extensão daquele pau gostoso.



Passado o efeito do gozo, comecei a rebolar, mexer, pressionando a bunda contra aquela deliciiiiiia. Me apoiei com mão na bunda dele, rebolei de forma circular, um rápido movimento de vai e vem frenético, abria, empinava gemia, gritava tão alto que ele pôs a mão na minha boca para abafar. Hummmmmmmmmm, coma a tua putinha, coma assssssssssssssssiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiimmmmmm, que pau gooosssssssssssssstosooooooooooooo, aíaiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, uiuuiuiiiiiii, sem parar de mexer, rebolar, sentir dilacerar minhas pregas.



De repente, ele entra em ação. Empine mais essa bunda gostosa, assimmmmmmm, agora eu vou te foder sua putinha, assim, dê assim para o teu macho. Me pôs de bruços, dois travesseiros por baixo, a bundinha fiou totalmente empinada e aberta. Enfiou forte, enterrando tudo uuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiuuuuuuuuuu, hummmummmmmm, gemi, não dizia coisa com coisa. Parecia que o pau dele tinha aumentado 10cm, quem mandou provocar, pensei. Agora tenho que aguentar. Meu pau desapareceu, recolheu-se para dentro e meu cuzinho mais aberto, o prazer estava tudo lá.



Abra mais a bunda com as mãos, abra puta gostasa, abra pra teu macho enfiar até a tua garganta. Fiz o que ele mandou. Pegou pelos meus ombros, puxou com força aaaaaaaaaaaaaaaíiiiiiiiiiiiiiiiii,

Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiii, agora sim senti o que um pau desse tamanho provoca na gente lá nas profundidades das entranhas.



Colocava bem lá dentro, hummmmmmmmmmmmmmmm, eu gemia sem parar. Tirava até quase a entrada e colocava novamente, provocando gritinhos,gemidos de aiiiiiaiiiaiiiaiaiaiaiaiia, uuiiiiiiiiiuuuuuuiiiiiiiiiiiuuuuuuuuiiiiiiiiiii. Eu não tinha mais controle. Empinava, mexia, delirava. De repente um vai e vem rápido, toma assim no cuzinho, toma sua putinha safada. Vou encher o teu cu de porra. Encha, goze, não aguento mais, goze, encha a tua putinha de porra, encha. Delllllllllllllllliccciaaaaaaaaaaaaaaaaaaiaaa,

Uiuuiiiiiiiiiiaaaaaaaaaai, hummmmmmmm gozamos juntos.









VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comi minha filha pequena contosconto erotico o negro e a enteadacontos eróticos trair namorado atrãocontos eroticos a enteada putinhacontos eroticos esposas na praiaPrimeira vez q dei o cu vestido de travestamanda meu marido.é corno mesmo contossogra chortinho provocando genro cozinha lavandoporno doido sumindo um emorme prinquedo na pusetacontos eroticos pegano a moreninhacoitado do meu cu contoswww.ver contos eroticos de professoras gostosas ruivas de 20 ate 30 anos tranzando com seu alunos de 16 a 19 anos de idadecontos eroticos casou comigo so para comer minhas filhinhas bem novissimasConto erotico sou morena clara evangelicapunhetabdo no hospitalsogra safada dos peitinhos bicudoscontos de avo e pai q transavam.comcom.com filhas incestos contos mães gosto de fuder com meu filhoComtos professoras casadas fodidas pelos alunos na aulaconto erotico era pra ser brincadeira e virei cornoSexo no aterro do flamengoporno historias e contos eróticos irmao e irman amor e sexocasa dos contos tia 22cmcontos eroticos ele me deixa louca quando se maaturbavideo porno de garotinhas com olhinho vidradocontos eroticos prima e amigasconto erótico gay com estuprocontos eroticos comendo minha sogra na cozinhameu sobrinho pau contoscontos eroticos de pai e filhacontos eróticos fui flagrado comendo minha sogracontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos9aninhosconto erotico o ponei e mulherContos eroticos-Virei pridioneira lesbicaconto casado dei pra travesticonto troquei de papel com a minha mulhermeu cu no formato da contoscotos eroticos irmazinha cagado grosorapazes peladoes se exercitando na academiaContos eroticoshospitalcontos mulher casada da o cu pro cãogostosa fas enema profundocontos eroticos eu e meu filhocontos eróticos com fotos de menininhas sentadas no colocontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefui acordar o sogro pauzudocomi uma uma egua novinha contocontos de maes flagando fihos punheteiroscontos eroticos apanhando p abrircontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosminha sobrinha eu vou sempre fuder ela no motel conto eroticocontos eroticos de travestis fudendo o tioContos etoticos filha rabudacontos eroticos esposa em uma orgiaabusada contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de coroa com novinhomulheres com dhorte branquinho com cuzaocontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me enrabou dormindo quando eu tinha dez anosdepois de dar pro ricardao dei pro meu marido contocontos gemi grita olha corninhocontos de incesto maes gostosa na piscinacontos de tirador de cabaçoconto erotico abusarao mim metrocavalogozou forte na boceta da safadaconto erotico com velho caralhudotanguinhas molhadas contos eroticos reaiscontoseroticoscomendo a coroa loira e a filha delacontos gay eu minha esposa e meu sogrocontos erotico de esposa traindo cornoimagens/do chaves efiando o/pau nu cu da chiquinhavídeo de bocado de mulher dançando de fio dentalContos eróticos de comi a mae do meu colegacontos eróticos devemos dividir o mesmo quarto com um casal de amigoconto gay me chamou para comer um veadomulhe vais boguete em bebudoconto erotico comendo mae do analamigoaprendi dar o cu com meu genro contoscontos erotikos comendo o cu da minha madrinhacontos eroticos farmaceutico tarado