Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

ESTRUPO DO CINE PORNÔ



Logo que apagou a luz do cinema pornô, percebi que sentou um cara alto ao meu lado. O fime nem tinha começado, pois estavam passando os anúncios dos práximos filmes, o cara pegou minha mão e pôs no seu pau, que já estava para fora e duríssimo. Surpreso, tirei a mão. Em seguida ele repete o gesto, mas segura minha mão sobre sua pica. Em vez de punhetar, resolvi acariciar, sentir, mexer com a mão em círculo, de cima a abaixo. Com isso crescia cada vez mais. Era grossa, grande, lisa e uma cabeça agradável de pegar. Ele estava gostando, eu também.



De repente, ele colaca o braço nas minhas costas e num sá golpe fui parar de joelhos no meio das suas pernas. Daí repeti as carícias, agora com duas mãos, ele se contorcia. Pegou minha cabeça e me fez chupar. Na verdade, antecipar algo que eu faria espontêneamente em seguida, pois estava maravilhado com aquele instrumento, sem contar que a coragem e determinação dele me excitavam também.



Comecei anelando a cabeçona com os lábios, me deu um arrepio no corpo inteiro ao sentir o sabor na boca. Como estava demorando para engulir - ou tentar engulir - ele pegou minha cabeça com as duas mãos e fudia como se minha boca fosse um buceta, ia até o fundo, tirava e repetia as investidas.



Quando ele soltou, comecei fazer o que ele parecia gostar mais. Engulia devagar, voltava até a metade e sugava, sugava, sentindo um imenso prazer. Continuei me deliciando, até gozar pelo meu pau embaixo da poltrana. Mas ele nada. Sá aquelas gotinhas de tesão, apesar de todo o meu empenho.



Puxou-me forte e num relance, estava sentado no colo dele. Soltou minha sinta, abriu, baixou minha calça, o pauzão encostado no meu buraquinho. Tentava, tentava entrar, mas não tinha jeito, pois eu estava tenso. Na tela uma cena mais ou menos parecida, uma mulher sendo enrabada por um negão americano, pauzão enorme.



Olhei para os lados e para frente, todos estava fazendo sexo, de várias formas. Ele melhou a mão com cuspe e passou no meu buraquinho. Abriu bem minhas nádegas e usando sua força e o peso do meu corpo, enfiou tudo de uma vez, até o talo. Soltei um grito aiiiiiiiiiaiiiiiiiiiiiii, ele abafou minha boca e ficou parado uns três ou quatro minutos. Quase um estrupo. Senti o pau lá nas profundezas, dilacerando tudo. Ardia forte, uma sensação de invasão. Também fiquei quieto, tentando aguentar tudo aquilo lá dentro, não conseguia me mexer, nem mesmo piscar o cuzinho.



A dor foi aliviando, até ficar bem suportável. Senti que estava com a bunda empinada, é assim que a gente fica quando um pau entra inteiro, parece que o práprio corpo se adapta, se ajeita para receber. Meu pau estava mole, parece que se recolheu quando o objeto estranho entrou atrás. Na tela a mulher gemia, gritava, mas eu não olhava porque estava de olhos fechados, corpo tremendo.



Experimentei contrair o cuzinho, doeu um pouco mas em seguida tudo se transformou em prazer. Contraí mais e comecei a rebolar devagarinho, empinando mais a bunda e empurrando, fazendo um movimento pra frente e pra trás.



Quando eu parava os movimentos, ele abria mais minha bunda, enfiava mais profundamente e fudia, fudia. Empurrava até o fundo, tirava até uma altura bem devagar e depois enfiava novamente, fazendo eu sentir centímetro por centímetro do seu pau. Contraí, apertava, empinva a bundinha, como é bom ser enrabado assim por um cara que sabe comer um cuzinho.



Urrava baixinho hummmmmmmm, ahhhhhhhh, mexia e meu cuzinho disperou a contrair, piscar, apertar, era uma gozada anal que estava chegando. Me soltei, relaxei. Ele parece que não gostou por eu ter parado e começou a socar, socar, socar, rápido. Continuou a meter, meter, até um sentir um colorão por dentro, era ele gozando, inunando meu cuzinho de porra, numa explosão interna. Esse é um momento de submissão, de receber e dar prazer, sentir um pau pulsando dentro, que maravilha! É o ponto alto da enrabada, o instante em que você confirma que gosta de dar mesmo. E se entrega, mexe, rebola, geme, goza feito uma putinha.



Me ajeitou para frente, ficamos de joelhos ele atrás de mim com o pauzão ainda enterrado em mim, bem duro ainda. Apoiado na poltrana da frente, empinei a bunda e enfiou mais. Tirou devagar, escorreu porra, molhando minha bunda e escorrendo pelas pernas. Senti um alívio e um vazio ao mesmo tempo. Todo enlambuzado, ele se encostou e enfiou direto novamente, empinei e soltei um gemindo profundo.



O filme já estava práximo a terminar, agora eu podia ver, embora estivesse com um pau enterrado até nabo. Fiquei com a bunda empinada, mas quieto para não provocá-lo. Aos poucos foi amolecendo, fui sentindo diminuir, até sair. Fechei a calça e fui para o banheiro, onde me tranquei e esperei até começar a nova sessão, dai fui embora.













VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto os seios de minha maecontos eróticos na roça com minha maecontoseroticos negaocontos de coroa com novinhocontos eroticos arrombando a gordaIncesto com meu irmao casado eu confessowww.contos eroticos madrinha virgem da cu cagandocontos eroticos garotas na escolacontos eroticos orgia nudistacontos eroticos brincando escondido infanciacontos eróticos mulheres q chega em casa e o marido desconfia porque está arrombadaconto as coroa crentexvidio masturba pesandoconto gay meu amigo chupou um cacete para fumar crackas duas bundinha para o macho contocontos de caralho nas mamascontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto erotico seduzindo irmaocontos eróticos sobre prima bucetudaConto cm foto d esposa putinhafui sodomizado por varios travestis conto eroticocontos eroticos meu amigo comeu minha mulher e minha filhacontos eroticos de muleque dando o cufudi as dua sobrinhas de nove e onze anos contocontos minha mãe me seduziu usando mini saiafilha da namora conto eróticominha esposa com negao contosvideo porno os peões da minha fazendo me foderamler contos com fotos de esposas sendo estupradas engolindo porra de dotadosContos sexo com pai da amiga e engravideiestrepi com baxinha bucetao.comminha esposa faz questao que eu veja ela com outro em nossa cama e depois chupe ela toda esporrada videosperdi meu cabaço da buceta pra um cavalo contosContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachasou incestuosa desde novinhaContos eroticos com irmãs caçulas fodidasme mamaram muito no cine gayconto erootico casada crente comportada mas adora uma vara na cama se transformacomendo 5 casadas na festa de confraternizacai casa dos contoscontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestigordinha safadinha desce com a bunda até o chão de short ZinhoContos eroticos tia coroa da roçameu marido viu os amigos dele me comerem contoscontos eroticos comi o menino de ruacontos eróticos cantada na rua não resisti e traíconto uma viagem muito gostosacontos eroticos incesto com filho adotivocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto leite da tia porncontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludoos policias comero minha muler porno contos eroticocontos eróticos mulher maduracrente usando calcinha furadaconto erotico cornobotou tudo nela bebadaconto minha mulher aronbadaContos heroticos esposa quer muitas picasmeus aluno roludo contosdeitei com minha tia de sainhacontos eroticos pegano amiga da primacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenao queria mas fui obrigado a foder a novinha contoscontos eróticos minha servameus patroas adoram chupar a minha bucetasou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhoconto erotico encoxando e estuprandoa velhatravesti zinha bem novinha no carnavalcontos de coroa com novinhoacampamento com aluninhas 2 contos eroticosA chapeleta arronbou minha bucetinha contoscomtos arrobadaxvidio incesto desejo provocadoenteadinha putinha contoscontos/meu primeiro broche e fodaConto xupei atraz da casaconto minha mulher aronbadacontos comida com meu namorado na cachoeirahumilhada e fodida contocontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadosContos eróticos de gay comi o filho do meu patrãocontos eróticos padres heterossexuaiscontos eroticos com a boquinha cheia de porra incestoa menininha gotozinha pequeninha contosmeu pai fez minha mae mim dar a buceta na sua frente quando eu tinha dez anos contos veridicoscontos - leitinho do tiotravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinha"ele agachou o shorts e puxou minah cabeça esfregando na rola e bermuda mau abaixada"Contos eroticos tia morado na minha casacavalo dado duas trepada na égua de uma vezpunheta contos