Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

O PEDREIRO DA VIZINHA

Como já disse nos outros contos, inicei minha vida sexual muito prematuramente, e a maior consequência disso foi ficar viciada em sexo, desde pequena tudo me excita, faz minha imaginação fevilhar, e aí ninguém me segura...

Devia ter por volta de uns dez anos, tinha os peitinhos despertando e alguns pentelhinhos tímidos crescendo, bundinha bem arrebitada e pernas bem grossas para minha idade...nessa época ficava sozinha em casa no período da tarde, e como sempre fui muito gostosinha, e sabia que despertava desejos mesmo sendo um garotinha ainda, abusava dos shortinhos bem cutos e colados...

Minha vizinha iniciou uma reforma, cheguei da escola almocei, tirei o uniforme e coloquei um top com um shortinho e fui brincar no quintal, escutei um barulho grande e quando olhei vi o muro vindo ao chão, logo o pedreiro passou para o lado da minha casa e começou a recolher a sujeira, qdo ele me olhou imediatamente deu uma bela coçada no saco, e isso me deixou muito ligada...

entrei para dentro da casa e fiquei pensando, será que ele pegou o pau por minha causa ou fora coincidência?

Resolvi testar, peguei a borracha e fui dar banho na minha cachorra, olhei para o pedreiro disse um "oi" e dei uma risadinha, enquanto lavava a cachorra empinava a bunda para o lado dele, e olhava disfarçadamente, ele mexia no pinto sem parar, eu a essa altura já estava meladinha...

Quando terminei com a cachorra comecei a me molhar na borracha, meu top brnco colou ao corpo e ficou transparente, ele chegou a parar de trabalhar para ficar me olhando, e eu esfregava a mangueira entre as pernas sá para provocá-lo...fiquei ali um bom tempo

Quando cheguei perto dele ele disfarçou e começou a recolher o entulho e eu comecei a puxar converça e fiz questão de dizer que passava as tardes sozinhas, e que seria átimo ter ele para conversar, vi seus olhos brilharem com essa informação...

No outro dia, qdo cheguei da escola ele já estva lá, e não usava calça jeans como no dia anterior, estava com uma calça bem fininha e mais larga, e eu mal intencionada corri e coloquei um short bem curtinho com as pernas bem largas, disse boa tarde e perguntei se poderia ficar ali olhando ele trabalhar, mais do que depressa ele disse que sim, sentei com a pernas abertas e flexonadas, como minha calcinha estava toda enfiada na bunda ele tinha uma prefeita visão da minha virilha e parte dos grandes lábios, imediatamente vi seu pinto crescer, e ele a toda hora dava uma apertada, aquilo me enlouquecia...

No terceiro dia de obra o companheiro de trabalho dele disse que iria buscar um matreial que estava faltando e ele ficou sozinho na obra, e eu claro perguntei se poderia pergar algumas pedrinhas para brincar, claro que ele deixou, aí botei minha putinha para fora, estava com um shortinho largo e sem calcinha, abaixava na frete dele e ficava "escolhendo as pedrinhas" depois sentei de pernas abertas para selecioná-las e ele claro viu toda minha bucetinha de fora, com o pau extremamente duro chegou mais perto e me disse que assim: olha minha linda ai onde você sentou está muito sujo, deixa o tio ver se não entrou nenhuma sujeirinha dentro de você... era tudo o que eu queria ouvir....

Ele me pegou e me cologou sobre o tanque, puxou meu short para o lado e começou a passar a mão de leve na minha xaninha, eu me fazendo de inocente e adorando aquilo tudo, Aí ele disse: Como você não tem muitos pelinhos ainda, grudou uma sujeirinha aqui que tá difícil de sair... e eu doida de vontade que ele chupasse minha xaninha pedi: por favor limpa para mim, quem sabe se molhar não sai? Ele adorou e disse boa id´´eia vou usar minha saliva e caiu de boca na minha xaninha, aaaiiiiiiii que delicia, lambeu ninha bucetinha lisa demoradamente, minha perninhas pulavam de prazer, uuuuiiii que tesão chupava meu grelinho como se quiesesse arrancá-lo dali depois de um bom tempo me chupando e ele falou que ia precisar de uma ferramenta, por que a mão dele estava suja, pegou seu pinto que babava sem parar e falou: olha o tio já amoleceu a sujeirinha, agora vou esfregar minha ferramenta aqui para deixá-la bem limpinha, começou a pincelar meu grelinho, quase morri de tesão, falava para ele assim, tá gostoso tio, acho que vai dar certo não para não, e ele me ouvindo dizer isso quase enlouqueceu, gemia demasiadamente, tentou forçar a enteada da minha xana, mas era muito pequena para aquele cacete todo, então continuou me pincelando e se masturbando, eu me contorcia de tesão sobre o tanque, depois começou a chupar os botõeszinhos dos meu peitos e gozou muito entre minhas pernas, aí me disse: Tá vendo como minha ferramenta é boa, soltou até um leitinho´para judar a limpar, agora você pode ir bincar com suas pedrinhas que sua bucetinha já está bem limpinha, eu passei para o lado de casa toda melada de porra, mas com muito tesão ainda, então fui para o banheiro dos fundos e deixei a porta entre aberta, claro para ele poder me ver, e comecei a bater uma siricica, estava com muito tesão, ele rapidamente foi lá para me ajudar, lambeu minha xana mais um pouco e depois alisou meu grelo com os dedos até eu gozar...

a essa altura seu pinto já estava durríssimo novamente, aí ele falou : minha ferramente já está preparando mais leitinho, agora você precisa me ajudar a tirar, e levou seu cacete até minha boca, a cabeça daquela jeba nem entrava toda na minha boca, mas fui chupando como dava, aproveitando a experiência que já tinha, não demorou até que ele gozasse novamente, mas tirei a boca rápido e dexei que ele gozasse em meu peito, depois ele limpou delicadamente meus peitinhos e voltou para o tabalho...

A obra ainda não terminou, mas nossa práxima brincadeira eu conto em outra hora....

Se gostaram dos meus contos e quiserem falar comigo: [email protected]



















VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


criei uma puta casada limpano porra do negaoele falou que ia me deixar se nao me entregasse virgindadecontos eroticos arrombando a gordacomtos eroticos mania bem novinha pelada fotus de zoofiliacomi a familia todacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimdormindo ao lado conto eróticocóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficantecontos comendo a enfermeiraPica de jumento com veiasconto erotico transei com uma velha deficiente especialAquela seria uma luta inédita e muito estava em jogo para Marilia. Há 3 meses ela havia descoberto que eu tinha uma ...contos no cuzinho da crentecontos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhacontos gay com homens grandes e peludos terminadascontos eroticos eu aluguei minha mulherBebada me bulinaram contos eroticosvideo de mulher transando no atelier delapapai me come porfavor contos eroticosContos de sogras velhas crentes rabudas dando o cuduas loirinhas e rucontos eróticos gay cuidando do cachorrão do vizinhoconto lesbico tia iniciando a sobrinhaassanhada vestida provocanti pirnocontos eroticos de genro fazendo xixi com a sograconto as coroa crenteConto gay papai bebadocontos eroticos velha donzelacomendo o cu da sogra contocontoserotico tia evangelicacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto erotico traindo marido com o patrao delecontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anocomendo minha sogra ruiva de 52 anos coroa mais gostosa do brasilcantos eroticos SOU casada mais dei meu cuzao30cm conto erótico doeucontos encoxando viado busaoFiquei viuvo minha prima virou minha mulher eu ja engravidei ela conto eroticopornodoidonaocontos eroticos meu vizinho mim estrupo eu era pequena tinha oito anosdesde pequena iniciada em zoofiliacontos eróticos sobre prima bucetudaxoxotao capusaoconto erótico o que rola em cine Porno do Brasilcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto e relato comendo o c****** da cunhadaContos eroticos gay funkeiromulher passa muita margarina no proprio cuAbrindo as pernas para o sobrinho contocontos com minha prima novinhaamiga inseparavel chupa a bucete uma da outraContos eroticos de incesto putaria entre familias em gang bang so de homens pauzudos no sitioconto esposa chefesconto erotico de mulher casada atraído o marido na praia de morro banco,cearacontos betinha vendo irma fodendoconto velho taradoconto erotico defia um diero comi ela pornocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html tia sozinha e sobrinho contosnunca falei eu falei contos eróticosnova esperiencia.contospornocontos eroticos ninfeta detalhadocontos negao limpando quintal da casadaconto casa de praia estouro cabaçotorando a coroa de bundão e cinturinha e bucetão carnudobisexual contoscontos eroticos titio comedor de cucomo eu faço pra apreparar minha buceta pra primeira relaçao sexualContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossameu padrasto meteu na minha buceta, contoscontos seios mamadas coroasestuprada por quatro cachorros conto eroticocom a spgra e a esposa nudismoContos ninfas no boquete e punhetacontos eroticos cheguei em casa e peguei minha filha fudendoconto erotico trepei com meu primo engravideigozei gostoso e tive que ir pra casa com a buceta cheia de porra. contos eróticos contos de incesto amiga da minha tiaconto erótico eu e meus primos nu no lagocontos cona incesto portuguêsmeu titio gay contotem homem on line dar telefne pra foda com mulher casada chupa seu pau deixa chup bucetacontos eróticos a f*** decontos eroticos de incesto: sou cadelinha do meu filho 2Contos eroticos moreninha fudendo gostoso com seu vovo a troco de dinheirochupando buceta com gosto como se beijase uma bocacontos intimo de uma enteadaela chupeu monhas bolas a noite inteira