Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

MEU SOBRINHO E EU

Gente, meu nome é Marluce, tenho 41 anos. Sou separada, tenho 2 filhos, um menino e uma menina.

Eu nunca gostei de acessar sites eráticos.. Mas depois do que aconteceu eu fiquei muito curiosa para saber se existem outras mulheres que viveram situações parecidas com a minha.. Por isso resolvi escrever esse conto.

Nas férias de verão de 2009 meu sobrinho Lucas veio passar um tempo aqui em casa com os meus filhos. Coisa de 2, 3 semanas.. Fazia um tempão que eu o via. A última vez tinha sido quando ele ainda tinha uns 8 anos de idade.

Tomei um susto quando ele chegou aqui em casa com a minha irmã.. O menino tava enorme, rs..

Mais precisamente 19 aninhos de idade, um fofo!

Logo na chegada eu percebi o danadinho olhando pros meus seios, que são bem grandes.

Não sou uma gostosona da vida mas sempre atrai olhares. Aliás, esqueci de me descrever rsrs.

Sou morena, baixinha.. 1.57m, seios grandes, bumbum também apesar de hoje ter celulite.. Tenho uma barriguinha também mas nada exagerado. Enfim, um corpo normal de uma mulher madura..

O Lucas me deu um abraço e perguntou onde meu filho estava. Falei que ele estava no quarto e disse que ele podia subir. Fiquei conversando com a minha irmã a tarde toda, até ela ir pra casa por volta das 19h.

Apesar das férias escolares, meus filhos fazem vários cursos então acabava que sá ficavam em casa sex, sab e domingo. Nos demais dias sá chegavam a tarde.

Era uma segunda feira, eu acordei por volta das 8h da manhã e fui fazer o café. O Lucas levantou por volta das 10:30h e desceu pra tomar café. Eu ainda estava na cozinha fazendo o almoço quando começamos a conversar sobre várias coisas. Papo vai, papo vem e eu percebo que ele está olhando minha bunda enquanto eu cozinho, pois estava ainda de camisola. Não era indecente, mas deixava uma parte das minhas coxas a mostra.

Pensei comigo, isso é coisa de adolescente.. hormonios transbordando, normal. Mas não nego que era uma situação no mínimo interessante. Há muito tempo que eu não me sentia desejada,

porém deixei pra lá. Algumas vezes durante o dia eu lembrava da situação e dava risada comigo mesma.

Conversando com uma amiga sobre isso perguntei o que ela achava da situação. Ela doida que sá, me disse que se fosse com ela, andaria pela casa bem a vontade sá para provocar o garoto.

Eu achei a idéia bastante esquisita, afinal o Lucas é meu sobrinho.. Falei pra ela que achava que não teria coragem, sempre fui um pouco recatada com essas coisas. Confesso que a idéia ficou na minha cabeça.. fui pra casa pensando nisso.

Por que não? Se for parar pra pensar, não tem nada demais em sá provocar. Não passaria disso mesmo.. Minha cabeça já tentava me convencer a “testar” a “a brincadeira”, e adivinhem?

É, resolvi tentar. Não resisti.



Coloquei um vestido como sempre faço, a diferença estava na calcinha. Não costumo usar calcinhas muito pequenas, pois acho desconfortável, mas dessa vez coloquei uma que apesar de não ser fio dental, fica toda enfiada na minha bunda, e o vestido marca ela totalmente por ser de um tecido bem mole e fino.

Pra completar o pacote, tirei o sutian também pra marcar o bico dos meus seios.

Quando olhei no espelho até eu mesma me surpreendi. Dava pra ver o balanço dos meus seios quando eu andava.. virei de costas pra ver a calcinha, meu deus, praticamente não tinha calcinha fora da bunda, dei até risada. Realmente, pensei comigo, ele vai ficar doido se me ver assim. Será que não estou indo longe demais? Mas a curiosidade falou mais alto e eu não resisti. Fui tirar a prova.

Invintei de limpar a casa. Pra não dar bandeira, limpei cômodo por cômodo até chegar no quarto dos meninos, onde ele estava vendo TV. Bati na porta, entrei e falei – Lucas, vou dar uma limpadinhinha aqui, fica a vontade – Nisso ele já tinha notado meu vestido, com certeza. Comecei a arrumar as coisas, prateleiras, etc, justamente pra ficar de costas pra ele, e dar a visão da minha bunda e da calcinha, digamos, “atolada”. Depois fui varrer de baixo da cama, as vezes ficava quase na frente dele, e como estava abaixada, sabia que dava pra ele ver boa parte dos meios seios pelo decote. Sem falar no “balançar” dos melões, rsrsrs.

Continuei limpando com muita naturalidade, proporcianando o showzinho pra ele. O melhor de tudo era ver ele ohando de rabo de olho pra mim.. Confesso que fiquei excitada com essa situação, ao mesmo tempo sabia que estava fazendo algo “errado”. Depois de uns 19 minutinhos no quarto, me despedi e saí.

Fui direto pro banheiro pra ver o quanto eu estava excitada. Me surpreendi! Minha calcinha tinha uma poça, e meus lábios vaginais estavam totalmente melados. Passei os dedos neles e por alguns instantes ensaiei uma masturbação. Não resisti e enfiei dois dedos que escorregaram pra dentro num piscar de olhos, de tanto que eu estava melada. Sabia que se continuasse gozaria, mas parei, aquilo não era certo.

Nunca tinha ficado assim antes.

Pra completar, ainda imaginava como ele também não deve ter ficado. Chegava a imaginar seu pênis duro, e ele doidinho também. Rsrs.. Será que deu vontade de se masturbar? Ou melhor, será que ele estaria se masturbando nesse exato momento? Era tanta coisa que vinha na minha cabeça.. e quanto mais eu imaginava, mais excitada ficava!

Tirei a mão da buceta pra tentar me controlar, tomei um banho e fui pro meu quarto, tentando pensar em outra coisa.



[CONTINUA]



Mulheres que já passaram por algo parecido ou que simpatizem com o assunto, me adicionem no msn para conversar-mos! [email protected]

[CONTINUA]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos assanhadasesposa no motel com amigos contoconto gay pirocudo da academiacontos de coroas casadas comendo as e amigas com pinto de borrchas cinta lesbicascontos minha melhor amiga ficou se esfregando no meu pau"amor vou dar" amigo colegaEnage de busetaencesto mae envagelicacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos cadela e putona famíliasContos fudendo elaConto erotic velho taradocontos picante com sogrocontos eroticos de familiacontos eroticos casada e comida por traficantescóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficantewww.contos eroticos madrinha virgem da cu cagandocontos eróticos ele sempre me molestavaComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paiconto primeira suruba com minha esposacurtos relatos eróticos de estupro forticontos eroticos gay: se tu deixar eu não conto pra ninguemContos fulerasContos-esporrei na comida da cegacasada limpano porra do negaoconto erótico me tornei o macho da minha irmãcontos eróticos corno e viadinhocontos ninfeta lesbica fodde casada hererotia tesuda contoconto erotico pra igreja sem calcinhaContos eróticos transei com a mãe casada do meu melhor amigominha tia casada matutinha contosconto eróticos c novinhapresidiariocontoseroticoscontos eroticos de tio comendocolocou toda.no.cu e elabse.mijouSonifero contosContos eróticos eu e minha mãe adoramos o Marcos o novo marido da minha tiadei minha buceta pra um menino de treze anosconto erotico facilitei para fuderem minha mulhereu confesso sou puta desde novinha8 contos eróticos e******** por vários homemcontos eroticos velho na praia de nudismocontos eroticos de primos q ficaram com primascaipirinha conto eroticocontos incesto minha filha fazendo fisting em mimcasa dos contos eróticos empregada doméstica na zoofiliachantageei e comi a secretariaconto de masoquismo com meu pai me violandoconto humilhadacontos coloquei so a cabeça do pau no cuzinho da minha filhacontos eroticos meninos padrinhoContos eróticos de cornocom negão dotadoscontos eróticos com mãecontos eróticos espoza rabuda e traficantescontos erótico novinha evangélica cetar sem calcinha no colo do crente que tem um pau enormeEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticocomi um a menina de 14 contocasa do conto pagando pra fazer sexo com a cunhadacontos erotico com minha familialoucuras do carnaval varias pessoas fudendo juntas no dalaoconto erotico arrombei o travesti do baile funkcomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhossurprendida pela minha amiga lesbica contos eroticoscontos eroticos pai mae e maeconto eroticos aguentei mais d vinte e dois sentimetro d rola d meu sogroconto erotico de netarelatos porno incesto lasquei o cuzinho da sobrinha moreninhacontos/o cu da sogra era virgemaposta vestido de mulher contohomen dotado arronba cu rapaz de programacontos eroticos o tio safado e pintudocontos eróticos minha tia viu eu de cueca boxcontos de rabos sendo dilaceradoshistoria erotica irmão dopa irmãcomtus erroticu mulhe casada foi faser carinho no seu cachorromulheres xorte mostrando vaginamarido sortiado a esposa contos eroticosconto erotico da cunhada pegando no pauconto erotico sobrinho fudeu minha esposamoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticosContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladocomtos exitantesvideo de presediario comeido buseita na cadeia no dfcontos eroticos gay garotinhocontos eroticos hospital a tiaMae vendo o filho batendo poheta i fico com tezanholésbicas chupando sopinhascontos de mulheres ninfomaniaca por sexoflgle minha tia ser mastubandoa sogra ve u genrro di paul duro e n rezisticontos eróticos apanhado chorei muito e fiqueicom a buceta toda vermelhacasadas baxias di calsias na zoofiliaTransei com meu sogro contocontos eróticos lesbicas dominando esposas heteroContos minha doce sobrinha meldona de casa novinha sendo arrombada por varios amigo do namorado conto realminha esposa foi aprender a montar - contos eroticos