Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto
Click to this video!

CHUPEI A CABEÇONA COM O CUZINHO





Depois de várias tentativas e investidas de um campanheiro de viagem, ao chegarmos no hotel, não aguentei esperar chegar a noite e começar uma foda sensacional.



Com a boca não, quero que você chupe meu pau com o cuzinho. Comecei a entender quando sentou-se sobre as pernas, virando a cabeça para trás e apoiando-se no chão com as duas mãos, com o pau empinado parecendo uma estaca. Molhe bem a cabeçona. Ajoelhei-me e comecei a saborear a chapuleta grossa e saltada. Coloquei na boca, pressionava os lábios e a língua, entrava e saia. Aquilo enxia minha boca. Senti uma corrente elétrica pelo corpo inteiro. Queria chupar mais tempo, mas ele puxou minha cabeça e ordenou: faça a mesma coisa com o cuzinho, mas sá na cabeça, hien.



Virei a bunda, me ajeitei bem, fazendo uma verdadeira ginástica, empinei, abri as nádegas comecei a chupar aquele instrumento com o cuzinho. Demorou um pouco, consegui fazer a cabeçona, taufe, entrou. Fiquei tempo parado para sentir, meu cuzinho se amoldou à cabeçona. Começou a piscar, a morder o que ele mais gosta. Senti um arrepio em toda a coluna dorsal e estremessi, gritei aiiiiiiiiiiiiiiiiiii. Tire bem devagarinho. Fiz um lento movimento para a cabeça sair, doeu um pouco, mas uma dor de tesão, prazer e submissão. Engula novamente, assim, assim, essa tua "boquinha" tá muito gostosa. Assim, vai, vai, chupe a cabeça com a boca desse cuzinho, chupe. Aprendi logo o movimento e cada vez ganhava maior habilidade. Robolava, abria bem e engulia com prazer. Quando a chupuleta estava dentro, apertava, contraia o cuzinho. Aiiiiiiiiiiiiii, que delíiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiicia, mexia, entrava e sai, gooooooooooozei pelo pau, enlambuzando o chão. Continue chupando. Continuei mexendo, mexendo, entrando e saindo, chupando com o cuzinho.



Agora eu quero comer, enxer teu cu de porra. Você vai ser minha menina. Fiquei de 4 pronto, já que o meu cuzinho estava devidamente lubrificado e com tesão, não havia gozado ainda. Adoro gozar pelo cu e de pau mole, é o momento mágico de dar, ser possuido como uma mulher. Ele posicionou a cabeça e entrou com certa facilidade. Me pegou pelos ombros, puxou bem forte e enterrou tudo de um vez sá. Eu vi estrela e gritei aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii. A grossura da cabeça foi rasgando, arrancando minhas pregas, uma enorme pressão interna, senti invadido na profundeza do anus. Fiquei automaticamente com a bunda empinada, sem controle. Espere, espere, espereeeeeeeee eu me acostumar um pouco com tudo isso. Ele abriu minhas nádegas com as mãos e empurrou mais, soltei outro gritinho uuuuuiiiiiiiiiiuiiiiiiiiiiiiuuuiiiiiiiiiiii, agora de tesão. Com a pica bem lá dentro de mim, ficou parado, mas pressionando, amasando minhas nádegas. Senti que estava tremendo, meu corpo não conseguia parar.



Passado longo dois ou três minutos, sei lá, consegui contrair apertar o pau. Contraia, empinava e escancarava mais a bunda. Meu pau encolheu, recolheu-se inteiro. A sensibilidade estava no cu, desde a entrada até as entranhas. Sentia pulsar tudo lá dentro. Cada piscada, o pau pulsava. Rebolei ligeiramente, pressionando a bunda sobre o seu pau. Foi o sinal para ele começar um movimento, primeiro lentamente, depois forte e rápido. Alternava rápio e devagar, eu sentia um calorão ao longo do ânus. Tirou bem devagarinho e empurrou forte, meu cuzinho era sá contração, da entrada até o final, pressionei mais contra o aquele pau delcioso e grosso e gazeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, hummmmmmmmmmmmm, aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, que loucuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuura. Assimmmmmmmmmmm, assimmm, que gostoso esse pau, como é bom gozar pelo cu!



Ele ainda não havia gozado. Agora mexa, rebole no meu pau, quero enxer o teu cu de porra. Empinei mais, abri e comecei a rebolar, rebolar, mexer, empurrar o cuzinho contra o pauzão. Fazia um movimento lento, empinava e enterra tudo no meu cu, sentindo a pressão da picano. Rebolava, mexia, gritava. Goze no meu cu, goze, enxa meu cu de porra. Quero engulir tudo pelo cu, enfia. Urrava, contraia. Eu queria gozar pelo cu novamente. Meta, meta cavalão, meta na sua potranca, meta, quero comer essa vara inteira pelo cu. Aiiiiiiiiiiiiiii, aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii, enfia asssssimmmmmmmm, gozeeeeeeeeeeeeeeee, enxa meu cu de porra, enxa. Senti o volume crescer mais nas entranhas, agora, assim gozeeeeeeeeeeeeeeeeeee, gozeeeeeee em mim, contraindo o cuzinho, mordendo a pica. Ele gozou e eu também. Foi a minha melhor foda. Ele falou a mesma coisa.







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de homem que comeu a sogra e a esposacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos de fuder avóvideos de morenas q botou atanguinha de lado e deu o rabocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos casada pegando carona no caminhaoestuprada pela quadrilha conto eróticocontos eróticos esposa paga dívida do marido com a b*****cilindro meloso gostosocontos de traicao anal,postados no facebookcontos eroticos a talaricaPeguei o amigo d meu esposo cheirando minha calcinha meladinha,contos eroticoso tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"Contos eroticos esposa gosta de exibi e leva cantada nas praiascontos de casadas que se entregam a outro homemcontos eróticos traindo marido na festacontos eroticos sogra de 65anoscontos eroticos fodir ater perde a vondecontos de sexo com novinhas trepando com advogadosboquete gozada boca contocordinha rabuda de saia ficor em casa sozinha e o vizinhocontos de sexo com novinhas trepando com advogadosContos fuderam minha boquinhaLer contos eroticos de casais casados fudendo dentro de cinemas com outros homensconto erótico "Olá a todos, me chamo guilherme e hoje tenho 20 anos, a histária que vou "fingi que tava possuido e comi minha sogracontos eróticos cuzinho da filha da namoradacontos eróticos mendigo no ônibusamiguinha d minha bem magrinha putinhaGay passiva com dois negoes contosconto levadio e safadinho bucetinhacontos eróticos orgias biconto erotico gay ceguinho da minha ruacontos eroticos chupei a buceta da namorada do meu amigo com ele olhando e me falando como chuparcontos de filhos chera causinhascontos erotico traindo maridoConto erotico tia no tremcontos sarrei a cuhada. novinha. no pagodedando bobeira de baby doll em dentro de casacontos eroticos aventura em resendeWww.garotinhasafada.comcontos eróticos coroa chataminha irmã cavala chora no meu pau. contos.contos comendo gay na vielasua amiga eu vou pegar de tras pra frenreTravesti surpresa contospriminho tesudinhorelatos eroticos encoxando a irma no onibusContodeputaconto ganhando mamadeira de porracontos gozeiconto de sexo com sogra na praia de nudismorelatos eróticos sexo com aluno especialcontos eroticos arrombando a gordaaí mano chega pra praia e faz sexo com irmão"ficou aberto" gay contoo filho da puta dormiu e me gastaram toda pornô contosconto de encesto meu pai ficou empotenteSiririca contosporno fode minha buceta vai étoda sua vaiahhhhnovinha nascendo peitinho e muito safadinha contoscontos eróticos assediada por minha amigameu padrasto foi n meu quarto conosConto erotico socando até as bolas no rabo da irmã e gozandocontos porno eu amo caga na picavídeos pornô de avô sentando a netinha de sainha curtinha no coloconto erotico bucetudacontos eroticos de macho casado dando o rabo na pousadaporno não queria mais o meu filho fodeo e gosa dento da cona conaescoteiros novinhos come bucetaler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada e dando cuzinho pra dotadoscontos travesti no acampamentocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos filho fudendo com a mae